quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Lasier define até o final do mês a sua nova condição partidária

O senador Lasier Martins negou ao editor que já tenha fechado acordo para filiar-se ao PSD, mas avisou que até o final do mês definirá sua posição.

O dead line tem a ver com as indicações para as Comissões do Senado. Se não tiver Partido até o dia 2 de março, o senador ficará fora de todas elas.

Além do PSD, a mão de Lasier vem sendo disputada fortemente pelo PMDB, PPS e PSDB. O PMDB gaúcho é um dos mais insistentes. Lasier tem ótimas relações com o Partido no RS, mas suas divergências com a cúpula nacional e os senadores do PMDB são invencíveis.

8 comentários:

Anônimo disse...

o partido mais com cara de filho da puta é o PPS...a cara de lasier

Façanha, o advogado do povo disse...

O Lasier vai para o PPS do ex-PCB Roberto Freire.

Anônimo disse...

Votei no Lasier por apostar em seu currículo profissional, se fosse pela escolha do partido não teria votado, então nesse momento espero que o senador seja iluminado e faça a melhor escolha para o bem do povo gaúcho.

érico pereira Veiga disse...

votei nele por suas posições politicas. jamais votaria em partido de aluguel.

Anônimo disse...

tem cara tem jeito tem afinação com PP

ATENTO disse...

GOLEIRO NO GOL,ATACANTE NO ATAQUE,RADIALISTA NO RADIO,JORNALISTA NA IMPRENSA...

PORQUE É BOM COMENTARISTA OU JORNALISTA NÃO QUER DIZER NADA E VOTAMOS ERRADO DE NOVO...

Anônimo disse...

>>

Lasier Martins é uma pessoa boa, é um politico honesto e está representando muito bem o Rio Grande do Sul.

Espero que ele largue de mão esse partideco medíocre, populista, demagógico e atrasado como esse PDT, aliás, cujos líderes são pilantras corruptos.

<<

Anônimo disse...

Lenin apregoava que todo o espectro político devia ser ocupado pelos partidos de esquerda que brigariam apenas entre si, visando não deixar espaço para que surgissem partidos de direita fortes. A isto deu o nome de estratégia sas tesouras. É isto que presenciamos no Brasil, onde todos os partidos são de esquerda ou dominados por ela nas cúpulas nacionais. Estamos no mato sem cachorro.