Inflação do IPC-Fipe disparou em dezembro,mas desinflação continua

O IPC-Fipe registrou alta de 0,72% em dezembro, de acordo com os dados divulgados hoje. 

O resultado, que superou a mediana das expectativas do mercado, de 0,49%, também marcou aceleração em relação ao mês anterior, quando havia subido 0,15%. O movimento refletiu a maior alta em quatro de seus sete componentes, com destaque para os preços de habitação, cuja elevação passou de 0,34% para 0,86% entre novembro e dezembro. Também merece atenção a alta de 0,27% dos preços de alimentação, que reverteram parte da deflação de 0,92% observada anteriormente. Com isso, o IPC-Fipe acumulou expansão de 6,54% em 2016, bastante inferior aos 11,07% registrados em 2015. Ainda assim, a despeito da aceleração em dezembro, o mercado acredita na continuidade da desinflação neste ano, diante do desempenho mais modesto da atividade econômica e da melhora das expectativas.

2 comentários:

Anônimo disse...

Editor chapa branca, é bom destacar que a inflação não avançou mais ainda por causa da enorme recessão e desemprego vigentes no país!!!

Thiago disse...

Piada, inflação continua a todo vapor... o PT conseguiu a façanha.
Fui no mercado ontem e coisas que na semana passada paguei R$10 estavam por R$12,50, outras de R$12 subiu pra R$14, outro produto de R$4,99 pulou pra R$6,78. Um mísero pacote de duas pilhas R$24.
Já era... o pobres vão ficar cada vez mais pobres agora que os façanhudos do PT despertaram o monstro da inflação.