terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Indicadores industriais fecham com números negativos o ano de 2016

Os indicadores industriais divulgados ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) mostraram novamente movimentos heterogêneos em dezembro. Três dos seis índices apresentaram resultado positivo na comparação com o mês anterior, de acordo com os dados dessazonalizados pelos economistas do Bradesco, conforme análise que o editor recebeu esta manhã. O destaque vai para o indicador de horas trabalhadas, que mostrou alta de 1,0%. Ainda assim, o indicador de massa salarial obteve a maior queda dentre os índices pesquisados, de 1,6% ante novembro. No fechado de 2016, todos os indicadores acabaram encerrando no campo negativo. A maior retração ocorreu no faturamento real, com declínio de 12,1%, seguido da contração da massa salarial real, de 8,6%. 

Apesar disto, o mercado esperas elevação de 2,4% da produção industrial em relação a novembro, influenciada principalmente pelo segmento de veículos no período (resultado que será divulgado amanhã pelo IBGE). 

A alta da indústria em dezembro, no entanto, será insuficiente para reverter as quedas acumuladas ao longo do ano passado.

Nenhum comentário: