terça-feira, 31 de janeiro de 2017

IBGE diz que Brasil fechou 2016 com 13,2 milhões de desempregados

O IBGE divulgou há poucos instantes (9h48min) o resultado da mineração dos dados sobre o mercado de trabalho em 2016: 

- O Brasil terminou o ano com um média de 11,5% de taxa de desemprego.

Isto significa que o Brasil tem 12,3 milhões de pessoas sem emprego.

O número é igual a três vezes a população do Uruguai.

É o pior número que Dilma Roussef e o PT deixaram como herança maldita.

Esta manhã, em reunião do Conselhão, o ministro Eliseu Padilha voltou a repetir que a queda da economia foi contida, mas que a recuperação será lenta, gradual e segura.

7 comentários:

Unknown disse...

Parabéns Petralha... parabéns pelegos sindicais!!!

Anônimo disse...




Mas as vagas de empregos não iriam voltar com novo presidente?

E a inflação não iria baixar?

Assim como os juros?


Politico é tudo safado e enrolão, eles só querem o poder. Não pelo salários pagos às funções, mas sim, pelas inúmeras possibilidades de embolsarem milhões





Anônimo disse...

20 milhões este é o número mais preciso.

Anônimo disse...




Os números equivalem a aproximadamente 6% da população.

Anônimo disse...

Conforme essa estatística, circulam pelas ruas do Brasil inteiro 13 milhões de desempregados. Porém o Brasil continua recebendo estrangeiros, e sem limites. Não que eu seja contra a migração, mas a omissão dos governos em dar a eles o necessário apoio governamental. Recebem incentivo para vir, mas quando chegam aqui, eles não tem apoio algum, são tratados como bixos. Essas pessoas ficam perambulando pelas ruas como indigentes, se somando aos 13 milhões de desempregados que aqui estão. Sem Saúde, Educação, Segurança e trabalho. Se o país não tem condições de dar o necessário nem para o seu povo que pagam altíssimos impostos para poder trabalhar, porque aceitar essa gente para ficarem desocupadas e sem dignidade alguma. Me parece desumano o governo tratar os brasileiros dessa forma e ainda deixar entrar mais gente para viver aqui sem as mínimas condições. Acho que está certo o presidente Trump dos EUA e agora o presidente da Argentina. São pessoas conscientes das suas obrigações.

Anônimo disse...

Este é o número do mercado formal, juntando o informal chegamos em 25 milhões de desempregados!

E a Dilma Ladra e o Lulla Pixuleko se achando!

Anônimo disse...

Cadê o milagre do Temer?????