sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Governo colombiano exige entrega de menores que atuam nas FARC

O grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) recebeu ontem um ultimato do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, para saiam imediatamente menores de 15 anos que ainda estão em suas fileiras. "Somente 13 menores deixaram os campos das Farc e essa ação faz parte do acordo de paz assinado por eles em março de 2016", disse ele.

Para o comandante guerrilheiro Pastor Alape, encarregado das Farc para esse tema, há pelo menos 23 menores de 15 anos nas fileiras rebeldes. Já o presidente disse não ter mais paciência e sentenciou: "É preciso dizer aos senhores das Farc que todos os menores de 15 anos devem sair de suas fileiras já, conforme acordado no ano passado".

5 comentários:

Anônimo disse...

DEVERIAM FUZILAR TODOS DAS FARCs.

Anônimo disse...

Confiaram nas FARC? Inocentes... Comunista mente desde sempre e ainda tem idiota que acredita.

Anônimo disse...



Esta FARC é algo que mereceu estudo até das organizações criminosas brasileiras, tamanho é o engajamento de seus guerrilheiros pela causa, sem entrar no mérito da questão, os caras estão peleando desde 1948.

Anônimo disse...

exigem?

ué, nao fazer um "acordo" para dar um novo Nobel da Paz para o presidente?

Gustavo disse...

só otário p/ negociar com terroristas..
aquela pequenininha (foto) com o ar15 na mão, no mínimo deverá constar com 16 anos completos..