Fernando Pimentel e o sequestro do cônsul Curtis Cutter.

3 comentários:

Anônimo disse...

Há muito tempo esperamos a verdadeira história do assassinato do Kurt Krigel , dono do restaurante Rembrandt. Será que ninguém vai reviver esse caso?

Mr. Lincoln disse...

Sr.Editor, evite os vídeos, porque V.Sª, data venia, não é um sósia de Tyrone Power...

Anônimo disse...

O ex cônsul dos EUA , Curtis Cutter, em Porto Alegre, em 1970, vítima dessa tentativa de sequestro por Pimentel e parceiros , disse recentemente , de forma bem humorada , que não condenava Pimentel, apesar do tiro que levou. Que sua carreira diplomática acabou com a tentativa de sequestro, pois era especializado na América Latina e com o evento seu nome ficou muito conhecido, exposto, o que inviabilizava sua nomeação para posto em país sul -americano. Que somente fazia uma observação, porque ao invés de tentarem sequestrar um diplomata estrangeiro, um inocente, não sequestraram um General ? Curtis deixou a diplomacia e hoje é um empresário rico, em Sacramento, nos EUA. Curtis mudou completamente a sua vida, Pimentel continua exatamente o mesmo de 47 anos atrás. !!!