quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Crime organizado e comércio clandestino de alimentos atuam livremente no centro de Porto Alegre

O colunista do Jornal do Comércio Fernando Albrecht tem sido uma voz solitária na luta pela humanização do Centro Histórico de Porto Alegre.

Não passa semana sem que ele reclame da inépcia da Secretaria de Indústria e Comércio da prefeitura em coibir a verdadeira “feira” de hortifrutigranjeiros que se instalou nas calçadas.

Também parece não encontrar eco junto à Brigada Militar e à Polícia Civil as frequentes denúncias de tráfico de drogas e assaltos praticados sob e sobre o viaduto Otávio Rocha, na avenida Borges de Medeiros, por onde circulam milhares de pessoas diariamente.

Em sua coluna na edição desta quarta-feira, assegura que uma quadrilha que atua na região já cometeu dois assassinatos apenas este mês e seus integrantes seguem soltos. Quem vive ou trabalha no entorno está com medo.

10 comentários:

Anônimo disse...

Até os postes de iluminação do centro sabiam que não demoraria muito os camelôs, feirantes, etc. voltariam a ocupar o espaço de antes e até mais.

ATENTO disse...

"SE A MONTANHA SE TORNOU PERIGOSA,MAOMÉ NÃO VAI A MONTANHA"

Como autoridades da segurança não fornecem segurança ,temos que cuidar por onde andamos,lugares como viadutos,ruelas de pouco escape,são lugares onde os assaltantes se postam por favorecer estrategicamente a ação,o assalto,a violencia,eles estudam os locais.

Em qualquer parte do mundo devemos nos cuidar,não tem mais refresco,jóias,roupas caras e de grife,nem pensar, tornam o usuario uma isca viva para a bandidagem,bem como pessoas que demonstram dificuldades ao andar,ferimentos,idosos, são as mais visadas,se possível ande em grupo,atento ao ambiente,não ande de boca aberta...

Fazendo por nós,diminuimos o risco,somos observados pelos meliantes que nos escolhem como a presa mais fácil ou não.

"MAOMÉ SE CUIDA E FICA ATENTO SE FOR A MONTANHA"

Unknown disse...

A coisa é sofisticada:
https://br.noticias.yahoo.com/quando-marx-e-marcola-se-encontram-com-o-salmo-17-192708430.html

Anônimo disse...

caro Polibio, sera q ali estao vendendo as mercadorias que os funcionarios do zaffari roubam, de porta mala cheio? tudo com o aval do sindicato?

Anônimo disse...

Interferencia estatal na venda de produtos.

Anônimo disse...


A imagem fez recordar-me do saudoso jornalista Wanderley Soares, que morava na região e denominava as escadarias da Borges como "As cascatinhas do (nome do prefeito)"

Bons tempos em que que as alamedas do viaduto Otávio Rocha denominadas como Primavera, Verão, Outono e Inverno, tinham como incomodo apenas as águas das chuvas.

Anônimo disse...


OPOSIÇÃO JÁ SENTE FALTA DO PT!

A culpa é do PT!

Ops! E agora? o PT já saiu do Paço Municipal faz tempo!

Até agora estava funcionando muito bem desviar a atenção da patuléia (essa que faz leitura regular das sua Bíblia Sagrada semanal, a Revista Veja, e o seu programa evangélico televisivo favorito, o Jornal Nacional) colocando a culpa no PT, na Dilma, no Lula, etc...

E agora culpar quem?

Anônimo disse...

Tem Também a invasão dos colchões nas calçadas com o pessoal de rua, quase não dá para caminhar nas calçadas do centro histórico de Porto Alegre.

Anônimo disse...

Os shopping centers que lucRAM e lucram muito com esta falta de segurança no centro histórico da cidade agradecem
Já o turismo ... Vai morro abaixo e todos perdem ...

Anônimo disse...

Centro de porto alegre lixo! O q,era ruim nos anos Fortunati ficou péssimo.