Conab reestima para mais a supersafra de grãos 2016/2017

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou ontem a 4º Estimativa da safra de grãos de 2016/17 que já foi plantada no País e está em fase de desenvolvimento. 

Área plantada - 59,1 milhões de toneladas (1,3% maior do que a da safra anterior).
Produção de grãos - 215,3 milh~´oes de toneladas (15,3% maior do que a da safra anterior).

A produção total esperada no mês passado era de 213,1 milhões de toneladas e agora está estimada em 215,3 milhões de toneladas, em função das estimativas mais positivas para a produtividade. A ampliação de produção deverá levar à acomodação dos preços domésticos de itens básicos como arroz, feijão e trigo e aliviará a pressão de custos nos segmentos de carnes e de leites e derivados, podendo abrir espaço para o recuo de preços destes itens.

Na mesma direção, a produção de soja atingirá 103,8 milhões de toneladas, também um recorde na série, com alta de 8,7%. Com aumento de 26,9% em relação à safra anterior, a produção de milho deverá somar 84,5 milhões de toneladas. As produções de feijão e de arroz deverão crescer 24,2% e 9,7% nessa ordem. Ante o levantamento do mês anterior, a Conab apontou revisão positiva para todas as culturas, com destaque para 2,4% de milho 1ª safra, 1,3% da soja, 1,1% do arroz, 0,5% do feijão e 0,4% do trigo.