quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Banrisul fica fora do acordo da dívida com a União

O governador Ivo Sartori avisou, ontem, ao ministro Henrique Meirelles:

- O Banrisul não entrará no acordo com a União.

Nem que a vaca tussa.

9 comentários:

Anônimo disse...

Desde o Proer no governo FHC os gaúchos teimam em manter o Banrisul no RS. Para pagar essa burrada o serviço da dívida gaúcha tem sido uns 3 bilhões a mais por ano. Isso equivale a uma privatização anual da ceee. SC passou o BESC para o Banco do Brasil e pagou sempre percentual menor de serviços da dívida com a União. Outros Estados ou fizeram o mesmo que SC ou privatizaram seus bancos estaduais para pagarem menos serviços da dívida pública.
No fundo da burrada há malandragem de empresários e de políticos. Os primeiros devem para o Banrisul e não querem que o mesmo mude de dono.
Já os políticos tem suas campanhas financiadas por esses mesmos empresários mal pagadores. E são os primeiros a defender privatização da ceee, sulgás etc

Unknown disse...

Vaca sagrada!!!

Anônimo disse...

Tem que entregar a CEEE, a SULGAS e a CRM, extinguir as fundações que estão lá agora ganhando seu salário em dia sem prestar nada de serviço relevante, agora dia 31 todas fundações celetistas que já foram extintas (FDRH,FEE,FZB,METROPLAN,etc) todas vão ganhar integral seu salário e seus benefícios, acorda Sartori, manda ver começa essas negociações para expurgar as mazelas do Estado do RS.

Anônimo disse...

venda o Banrisul.

Anônimo disse...

Para o Estado, parece ser prioridade ter bancos ao invés de Segurança Pública...
E esse acordo, ao que tudo indica, trará uma "herança maldita" para o próximo Governador. Vejamos:
O Governador Sartori criticou o Governo anterior por reposições inflacionários concedidas a funcionários. Pois bem, agora o Governador Sartori conseguiu a suspensão - veja - SUSPENSÃO do pagamento da dívida por três anos. Desta forma, após três anos a dívida deverá voltar a ser pagar pelo próximo Governador (que nãos será o Sartorio, obviamente), e com mais juros acumulados. Repete-se 1998, quando Sartori era líder do Governo Britto na Assembleia. O Governador Sartori deixará a sua própria 'Herança Maldita'.
E, mais estranho ainda, em contrapartida pelos três anos de SUSPENSÃO da dívida (que nem perdão é), o Governo Federal ainda manda técnicos para 'avaliar a situação', e solicitar que se venda estatais. O mérito da venda das estatais (e, algumas, como do Banrisul, sou a favor) deve ser discutido internamente com o povo gaúcho, não por alguém de fora do Governo Federal. Os gaúchos é que devem decidir sobre as suas Estatais sem alguém de fora fazendo este tipo de pressão.
Que se venda as estatais pelas razões certas, por se entender que um Estado mais enxuto é necessário. Mas essa decisão cabe ao povo gaúcho e se serão vendidas as estatais (e isso é algo definitivo), que não seja por uma mera suspensão de dívida de três anos que deverá ser paga no próximo governo. E depois? Se o próximo governo não conseguir voltar a pagar a dívida? O que o Governo Federal irá exigir em troca? Penhorar o Palácio Piratini?
Em tempos de necessária autonomia aos Estados e aos Municípios, onde a vida, a saúde, a segurança, a educação das pessoas realmente acontece, há uma nova centralização Federal, onde a União busca deixar de joelhos os Estados. Falam em reforma da Previdência, reforma Trabalhista, etc. mas a MAIS NECESSÁRIA, que é a REFORMA TRIBUTÁRIA, nem o Presidente nem os Deputados Federais nem os Senadores debatem... por que temem deixar os recursos nos Estados e nos Municípios? Por que temem que se diminuam os recursos que migram dos Estados e Municípios e desaguam em profusão em Brasília? Essa, meus amigos, é a pergunta...

Anônimo disse...

Este banco deveria ser o primeiro da lista, atende mal, funcionários pouco proativos, trabalham pouco, etc..., é uma pena que ficaram com peninha deles.

Anônimo disse...

Que pena!!

Anônimo disse...

Qual o mistério que esse Banrisul não pode ser privatizado? São Paulo privatizou Nossa Caixa , foi para o Banco do Brasil e Banespa foi para o Santander.Perguntem aos Paulistas qual a falta que fazem esses Bancos privatizados?

Artabrah Brinnn disse...

Trata-se do tolo bairrismo gaúcho a relutância em se desfazer do Banrisul.