quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Artigo, Zero Hora, Ricardo Breier - Mortes impunes

O caos do sistema penitenciário brasileiro, amplificado por dois massacres em presídios do Amazonas e de Roraima, não é uma infeliz novidade. O descaso e o desinteresse com que são tratadas as políticas públicas na área penitenciária têm um responsável: a incompetente gestão pública. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vem denunciando essa situação há anos.


Avançando no tema e trazendo os holofotes para o Rio Grande do Sul, a capital dos gaúchos chegou a ostentar o título de ter o pior presídio do país. 

O que aconteceu no Norte do Brasil pode ocorrer a qualquer momento em Porto Alegre. Não é "achismo", são evidências e sinais claros.

CLIQUE AQUI para ler mais.

5 comentários:

Anônimo disse...

Não há como gerir funcionários públicos. Impossível. Os que ainda possuem comprometimento, são engolfados pelo corporativismo e pelo sindicalismo selvagem. Fazem o que querem, quando querem, e como querem. E ninguém muda isto no atual sistema legal que rege as função pública. Perda de tempo. Os bons sucumbem, e a mediocridade impera, cedo ou tarde.

visionst3 disse...

como dice o colega antes, funcionarios públicos sao ingerenciaveis, inutil, secar gelo

Anônimo disse...

Até quando vai durar essa balela de presídios lotados. Isso não é o problema. Pode prender todo mundo em cela individual com ar-condicionado, TV 4K etc que não mudará nada na violência. O que esses sociólogos, representantes da OAB, juízes garantistas e outros não entendem, ou não querem entender, é que as facções criminosas tomaram conta do Brasil. Eles mandam não só dentro dos presídios, mandam aqui fora também. Em que vai melhorar a vida das pessoas honestas se liberar um monte de bandidos pra rua? Nada. Além disso, vem com esse papo que 40% não foram julgados. Ora, alguém conhece um réu primário, por crime leve, preso? Existe, existe. Mas é a exceção da exceção. Todo mundo sabe que só decretam prisão de marginais perigosos, que cometeram vários crimes ou que cometeram crimes graves. Sim, precisamos soltar os bandidos, afinal, não podem se matar: coitadinhos. Aí solta, a briga entre as facções continua aqui fora, aí não morrem só marginais, as maiores vítimas são as pessoas de bem. Aí acontece a morte de empresário, que é confundido com traficante, aí cortam as cabeças de marginais e das testemunhas que,por azar, estiverem por perto. Aqui no RS temos muitos juízes ``progressistas``, aliás é o lugar que mais têm, vejam como a violência aqui é pequena, todo mundo sente-se seguro, pode andar de madrugada na rua, é uma beleza. Não sei porque não fechamos os presídios, assim como fizeram na Holanda, afinal não temos criminosos, só pessoas que estão injustamente na cadeia.
Fernando S Junior

Gilmar disse...

A oab deveria ser extinta, só fazem cagadas e se preocupam mais com seus clientes ( bandidos) do que com a população ordeira e trabalhadora. Os cursos de direito deveriam ser suspensos por 10 anos até que se mude todo o processo jurídico copiando códigos penais de países onde a profissão de advogado é orgulho e não vergonha como aqui em banãnia.

Anônimo disse...

vão pro inferno com esses bandidos mortos
eu quero saber dos que fugiram...

vão falar tanto ainda desta me*da que os concursadinhossabenada vão mandar soltar os que ainda estão presos...

atira esses cara em qualquer buraco e deixa apodrecer...