Só Para Porto Alegre - Você percebe mais Brigada nas ruas ?

sábado, 7 de janeiro de 2017

Artigo, Ruy Fabiano, O Globo - No país da insegurança

O colapso da segurança pública é o mais trágico retrato da crise social, moral e política brasileira.

Não é obra de nenhum governo em particular, mas um legado de negligência de cada um dos que se sucederam desde o advento da assim chamada Nova República, a partir dos anos 80.

Ao longo da Era PT, o quadro agravou-se. Em 13 anos e meio de reinado, buscou-se ideologizar o fenômeno, sustentando-se que o crime deriva da injustiça social (e a Lava Jato está aí para mostrar que não). Em decorrência, investiu-se no abrandamento da legislação penal, estimulando-se a impunidade e a expansão do crime.

O resultado mede-se em números. A criminalidade mata por ano no Brasil mais gente que a guerra civil da Síria. São cerca de 60 mil pessoas – uma média de sete homicídios por hora -, estatística que se repete há mais de uma década. 

CLIQUE AQUI para ler mais.

12 comentários:

Unknown disse...

País sem segurança não tem futuro... de nada adiantam saúde e educação se você é gado que pode ser abatido à escolha de criminosos!!!

sempre mais disse...

No nosso caso é tudo programado para estarmos nesta situação vergonhosa. Quem será que está por tras disso? Quem???

Anônimo disse...

Onde tem bandido e governo coxinha de direita reina a barbárie vide são Paulo de joelhos ao pcc onde a tucanagem governa há 25 anos

Anônimo disse...

http://infograficos.oglobo.globo.com/brasil/onde-atuam-as-faccoes.html

sempre mais disse...

Essa matança entre assassinos pode ter sido para tirar os holofotes que está sobre o chefe do exército deles. E a Globo só colaborando com o chefão.

Anônimo disse...

Em 15(quinze) anos de guerra no Vietnam os americanos tiveram 53 mil mortos. Neste país da paz temos 60 mil assassinatos por ano. Então é/era mail fácil, viver no Vietnam em meio a guerra do que viver no Brasil, depois da ditadura militar. Pq antes, na ditadura militar, podíamos passear pelas ruas das grande cidades, até pela madrugada, sem ser assaltado. Em POA na década de 70 passeávamos pelo centro da capital às 11,00 hs meia noite, em paz não tinha malandragem nas ruas. Pq será....???? era pq as marias do rosário da vida, ainda não existiam defendendo bandido e atacando a polícia. ESQUERDA HIPÓCRITA, QUE ATACA A POLÍCIA E DEFENDE A BANDIDAGEM...!!! Na hora em que são assaltados, elles ligam para o 190 pedindo ajuda e não para o chefe do tráfico.

Anônimo disse...

Isso não começou agora mas em 2003. Só podia dar nisso um governo bolivariano.

ganhatudo disse...

Parece que os militares querem ajudar, pois o Ministro da Defesa tem participado de muitas decisões nesta crise dos presídios.
Por outro lado um percentual muito grande de presos, conforme publicado, está na faixa etária de até 24 anos.
Certamente a totalidade deles não prestou o serviço militar.
Um dos maiores problemas atuais é justamente o jovem não passar por essa verdadeira escola que é o serviço militar. As forças armadas não conseguem receber nem 10% dos que estão em idade de prestar o serviço militar.
Juntando uma coisa com a outra, é provável que seria uma boa solução que esses presos, em quase totalidade, menos perigosos, cumprissem suas penas em presidios situados dentro das areas militares e sob administração militar.
A eles não seria dado instrução de natureza militar, mas sim mandados para trabalhar em obras feitas pelos militares e em instalações militares e submetidos a rígida disciplina militar.
Já os presos mais perigosos e lideres teriam que ficar em presidios de segurança máxima e sob regime disciplinar apropriado para sua periculosidade e com prazo de tempo indeterminado, sem tempo máximo como hoje a lei determina.
E que os juízes não sejam tíbios.
Ainda existem muitos juízes tíbios.
Poucos tem a coragem de um Sérgio Moro e outros que estão no seu nivel.

Façanha, o advogado do povo disse...

A "culpa" é do PT, sempre o PT, que pelo jeito estará voltando em 2018.

Façanha, o advogado do povo disse...

Enquanto não é suprimido o desemprego, grande causa social do crime, que se reprima a delinquência com rigor a altura dos fatos.

Justiniano disse...

Um partido que deu apoio explicito e escancarado as FARCs você vai espera o que?

As FARCs são maiores narcotraficantes do mundo e aqui tiveram as portas abertas para fornecer para as facções, por isso o PT jamais fez algo que impedisse a ação desses traficantes.

Na Venezuela também tiveram apoio do Chavez, tanto que prenderam dois sobrinhos dele, com drogas num avião no México.

Esse lixo bolivariano é que criou esses monstros, esses massacres vão ocorrer todo ano, porque vai ser um dente por dente, olho por olho. Uma facção vingando pelas mortes do seus.

Anônimo disse...

Anônimo 7 de janeiro de 2017 14:09 disse...
"Onde tem bandido e governo coxinha de direita reina a barbárie vide são Paulo de joelhos ao pcc onde a tucanagem governa há 25 anos."

Quem disse prá você que o governo tucano é de direita?!!

São tão de esquerda quanto os que eles faziam acordo antes de afundar o barco Lula/Dilma. É só observar que o "S" da sigla PSDB significa Social. São os Socialistas Fabianos, o seja: o PSDB é o PT de banho tomado!!!