terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Artigo, O Estado de São Paulo, Denis Rosenfield - O Estado capturado.

As chacinas e massacres das prisões brasileiras denotam, antes de mais nada, uma ausência de Estado. O sistema carcerário faz parte do sistema estatal, independentemente de sua administração ser terceirizada para o privado.

Sua função consiste em assegurar a vida e a segurança dos que, por seus crimes, são afastados do convívio social. Devem ser mantidos à parte da sociedade, sem que isto signifique, porém, que sua vida possa estar em risco. O direito à vida é um princípio do Estado, valendo igualmente para os detentos.

Contudo, a situação carcerária está indo simplesmente além de uma omissão do Estado por revelar uma captura de todo um setor estatal pelo crime organizado.

CLIQUE AQUI para ler tudo.


3 comentários:

Anônimo disse...

EXCELENTE ARTIGO, COMO SEMPRE! AGUARDEMOS POIS COM O GENERAL ETCHEGOYEN O RETORNO DAS FORÇAS DE CAXIAS, PARA COLOCAR ORDEM E PROGRESSO NA PÁTRIA AMADA.

Realista disse...

Vote nos candidatos do pt.
Vote na esquerda (na Umbanda são as forças das trevas.)
Vote nos comunistas, mesmo que travistam de outros nomes ou peles.
Vote nas linhas auxiliares do pt.
Vote nos falsos profetas que dizem estar protegendo os coitadinhos.
Vote nos demagogos que querem fazer de ti nada mais que um jumento de carga.
Vote nos que tiram o teu ganha-pão pra dizer que protegem os pobres.
Vote nos que querem proteger os direitos dos bandidos.
Bem, depois não se queixe, vá trabalhar e pare de pensar em suicídio!

Unknown disse...

BRASIL... UM ESTADO DE DIREITO, MAS NARCOESTADO DE FATO!