Artigo de Tarso Genro fala do perigo do PT fazer acordos e não mais reverter a sua trajetória descendente

O ex-governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, do PT, publicou neste domingo um artigo intitulado "Os pactos e a rendição do PT", onde mostra seu desejo de ver o Partido voltar a concorrer à Presidência da República em 2018, e os perigos de integrantes da sigla participarem de alguns acordos e ganharem cargos na Câmara Federal.

Ele destacou que "os nossos adversários, ou inimigos, são grupos políticos que não queriam combater a corrupção, mas ajustar o país como queriam os credores da dívida pública". No final Tarso disse que determinadas decisões que um Partido toma em conjunturas especiais, concentram todo o seu passado e desenham seu futuro. E que dificilmente o PT reverterá a sua trajetória descendente, se os petistas se associarem a isto.

Sobre a organização criminosa na qual transformou-se seu Partido e os líderes presos, investigados ou processados como bandidos e ladrões, Tarso Genro não move uma vírgula no seu pernóstico e patético texto.

CLIQUE AQUI para ver o artigo