Apesar de ter dívida bem maior que arrecadação, prefeito de Cachoeirinha ainda está tranquilo

Com uma arrecadação mensal em torno de R$ 28 milhões e folha de pagamento de R$ 15 milhões, a prefeitura de Cachoeirinha, na região metropolitana de Porto Alegre, tem um débito de R$ 25 milhões com fornecedores.

Além disso, também deve R$ 60 milhões ao Instituto de Previdência dos Servidores Municipais.

O prefeito Miki Breier (PSB), entretanto, assegura que a situação (ainda) não é desesperadora.

Um comentário:

Anônimo disse...

Cachoeirinha é a cidade dos pardais e dos buracos. Do asfalto restam apenas lembranças do que existiu. A via de acesso ao distrito industrial é só buraco. Dizer que não tem recurso não é resposta. A população votou para que o gestor encontre soluções.