Vendas de papelão ondulado recuaram pelo quarto mês consecutivo em novembro

As vendas de papelão ondulado é um dos mais fortes indicadores antecedentes sobre o futuro desempenho da indústria e do comércio, porque a encomenda dele para a montagem de caixas onde é embalada a produção é feita com muita antecedência, obedecendo projeções futuras de produção industrial. Estes dados eram os que o editor mais pesquisava na época em que trabalhou para o caderno de Investimentos da revista Veja, décadas de 70 e 80 (o caderno não existe mais).Apesar do desempenho negativo de novembro, espera-se elevação da atividade industrial no mês, conforme apontado pelos indicadores coincidentes já conhecidos. O resultado será impulsionado, principalmente, pela forte alta da produção de veículos no período.  

As vendas de papelão ondulado somaram 278.407 toneladas em novembro, conforme divulgado ontem pela Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO). 

A informação é desta manhã e foi analisada pelos economistas do Bradesco.

O resultado é equivalente a uma queda de 0,5% em comparação a outubro, na série livre de efeitos sazonais, marcando sua quarta retração consecutiva. Na comparação inter-anual, as vendas caíram 2,1%, acumulando contração de 1,9% nos últimos doze meses. 

4 comentários:

Unknown disse...

Este é o indicador mais confiável da retomada da atividade produtiva!!!
Seu recuo não é bom sinal!!!

Anônimo disse...

Polibio, como sugestão tu poderias agregar à tua análise: A-SIMP/ANP: é um sistema que monitora o consumo de combustíveis, B- Concreto: não conheço, mas deve haver um indicador para o consumo na construção civil.

Anônimo disse...

Isso é mal presságio.

Anônimo disse...

EFEITO DOS 13 ANOS DO PT- DESTRUIU NOSSO PAIS