quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Valor da Cesta Básica de Porto Alegre despencou 1,89% em novembro

O valor da Cesta Básica de Porto Alegre registrou queda de 1,89% em novembro, passando de R$ 478,07 em outubro de 2016 para os atuais R$ 469,04. As informações foram divulgadas pelo Dieese nesta terça-feira.

Dos treze produtos que compõem a Cesta Básica, cinco caíram de preço: o tomate (-17,46%), o leite (-10,81%), a farinha de trigo (-1,75%), a carne (-0,31%) e a batata (-0,27%). Em sentido inverso, sete itens ficaram mais caros: o açúcar (3,64%), a banana (3,15%), o feijão (2,66%), o óleo de soja (2,04%), o pão (0,72%), a manteiga (0,24%) e o café (0,20%). O arroz foi o único item que não sofreu variação de preço em novembro (0,00%).

Em novembro, o valor da Cesta Básica representou 57,93% do salário mínimo líquido, contra 59,05% em outubro de 2016. O trabalhador com rendimento de um salário mínimo necessitou, em novembro, cumprir uma jornada de 117 horas e 16min. para adquirir os bens alimentícios básicos. Essa jornada foi menor do que a registrada em outubro (119h e 31 min.) A variação da cesta básica no período do Plano Real ficou em 603,74%, enquanto a inflação medida pelo INPC/IBGE acumulou 476,25% e o Salário Mínimo registrou alta de 1.258,23% (variação nominal).

2 comentários:

Carlos Mota disse...

1,89% e chama de DESPENCAR????
Menos, né Polibio????

Anônimo disse...

Só falta explicar por que é a cesta mais cara do Brasil, só isto....