Temer chegou a Chapecó (8h54min). Primeiro Hércules chegou as 8h31min. Temer irá ao velório.

O presidente chegou a Chapecó as 8h54min. A primeira-dama, Marcela, ao contrário do que se previa, não foi junto com o marido. Cortejo deve começar as 10h30min em direção ao estádio. Segundo a Globo, Temer irá ao velório.

O governador Raimundo Colombo avisou ontem a noite que tentará levar Michel Temer até o velório no estádio da Chapecoense, porque a agenda inicial do presidente previa sua presença apenas no desembarque dos esquifes dos jogadores mortos na Colômbia.

O pessoal da segurança presidencial teme manifestações de hostilidade no estádio.

"Há risco de protestos em Chapecó? Pior para os organizadores, que desrespeitam o luto alheio. No mais, resta constatar: um presidente da República que não pode frequentar um velório talvez esteja vivendo seu próprio funeral. Em política, quando o vivo é pouco militante muitos têm vontade de lhe enviar coroas de flores", diz o jornalista Josias de Souza, ao comentar a decisão de Michel Temer de não ir ao velório dos jogadores da Chapecoense, por medo de vaias. O pai de um dos atletas criticou o que considerou "falta de respeito" do Palácio do Planalto. Desde que assumiu o governo, há mais de 200 dias, Temer não participou de nenhuma cerimônia pública, a não ser a abertura olímpica, quando foi vaiado.

O pai do atleta que se revoltou, foi procurado por assessores de Temer, que explicaram que a organização e os convites para a cerimônia não teve a mão do Planalto.