terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Temer e Trump conversam sobre agenda de crescimento

Um mês após a vitória de Donald Trump para a presidência dos Estados Unidos, o presidente Michel Temer ligou no fim da manhã desta terça-feira, para o norte-americano e reforçou que o Brasil tem interesse em investir em uma agenda comum dos dois países. De acordo com nota divulgada na mesma data pela assessoria de imprensa do Planalto, a conversa foi "amigável e positiva".

"O presidente Temer cumprimentou novamente Trump pela vitória nas eleições. O presidente eleito Trump apresentou condolências pelo acidente com o avião da Chapecoense e cumprimentou Temer pelas reformas e medidas para promover o crescimento do Brasil", diz a nota.

Segundo o Planalto, Trump e Temer concordaram que as relações Brasil-EUA "estão boas, mas ficarão ainda melhores" e acertaram de lançar, "imediatamente após a posse do novo presidente americano", em fevereiro do ano que vem, uma agenda bilateral para o crescimento.

Os dois presidente combinaram ainda que as equipes dos dois países se reunirão a partir de fevereiro para elaborar essa agenda.

7 comentários:

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Hahaha...

Essas duas antas tem apenas em comum o fato de gostarem de mulheres que têm idade para serem suas netas e há uma diferença entre ambos. Sabes qual é? É que a mulher do Trampa é uma mundana e quem é bem informado sabe muito bem disto.

Anônimo disse...

Duvido que algum país sério queira investir no Brasil, onde suas leis são desrespeitadas conforme interesses escusos. Duvido, ninguém rasga dinheiro.

Anônimo disse...

Isso mesmo se aliar com os grandes e não com a gentalha da america latrina esquerdopata.
Joel

ATENTO disse...

"CHEGA-TE AOS BONS E SERÁS UM DELES!"

UMA OPÇÃO CERTA, CERTÍSSIMA DE TEMER.

TRUMP É O CAMPEÃO,MOSTROU QUE SABE COMO SE GERA RIQUEZA EMPREGOS,E TEMER ESTÁ BEM ACOMPANHADO.

TRUMP SABE QUE COMUNA,SOCIALISTA É VAGABA E LADRÃO,DESGRAÇARAM OS PAISES QUE ADOTARAM ESTA PORCARIA.

O BRASIL, COM CERTEZA ESTARA MIL VEZES MELHOR ACOMPANHADO NO CLUBE DO TRUMP DO QUE NO DE FIDEL,EVO,CHAVEZ,MADURO,QUE NEM PAPEL PARA LIMPAR A BUNDA PRODUZEM.

TEMER AGIU CERTO, NOTA DEZ!HÁ TUNEL E HÁ LUZINHA...

Anônimo disse...

Caiado: Temer não deve ter medo de antecipar da eleição presidencial:

Agência O Globo - 13/12/2016

BRASÍLIA - Num posicionamento inusitado, o líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), disse nesta terça-feira que o presidente Michel Temer tem que "balizar" esse momento de crise institucional e que em certas situações os governantes podem fazer um "gesto maior" de abrir mão de seu mandato. Caiado disse que não se deve ter medo da antecipação da eleição presidencial = proposta oficializada hoje pelo PT.

— Podemos chegar ao último fato, que é, para preservar a democracia, ter um gesto maior de poder mostrar que ninguém governa sem apoio popular. E nessa hora não podemos ter medo de uma antecipação do processo eleitoral — disse Caiado.

Perguntado se estava defendendo a renúncia de Temer, Caiado disse que o presidente saberá avaliar a situação.

— Ele saberá balizar esse momento. Mas ele deve ter a sensibilidade que não teve a presidente Dilma. Não é provocar as ruas, insistir numa tese que não vai sobreviver. Ele precisa ter noção daquilo que está sendo feito pelo governo e como está sendo aceito pela população.

— A situação que herdamos do PT não tem tratamento que não seja amargo e doloroso. Mas, para isso, a pessoa tem que ter condição de dizer isso à sociedade. Não é renúncia de ordem pessoal, é um gesto maior, essa situação já vimos no governo anterior — disse Caiado.

Ele disse que estava fazendo uma análise global.

— Essa gravidade nos impõe gestos de coragem e de humildade. Primeiro, porque todo cidadão tem que entender que mandato político não é direito de propriedade. E você deve estar sempre disposto a abrir mão da condição do seu mandato para poder ser auferido pela sociedade brasileira se quer reconduzi-lo. Existem momentos onde você é obrigado a ter de gestos maiores para não colocar em risco a democracia brasileira e nem a ordem — disse Caiado.

O líder do DEM disse que a Justiça precisa ser "célere" para dar respostas sobre as investigações da Lava-Jato.

— Precisamos dar mais celeridade à essa situação. O Brasil não pode ficar vivendo essa situação de soluço. Temos que ver se o Congresso tem condições de legislar, ver se o governo tem condições de governar, e, a partir daí, chegar a uma conclusão. Agora, viver nessa crise espasmódica, de soluço, precisamos ter uma fase mais propositiva. Temos que tomar uma decisão que preserve a democracia. Essa situação de soluço vai enfraquecendo o governo — disse Caiado.

O líder do DEM falou várias vezes em "gesto maior":

— O risco é caminhar para um processo de desobediência civil. O risco é parecer que as pessoas que legislam e governam não têm credibilidade junto à população. Isso é o mais grave.

NEM O DEMOs aguenta mais o traira?

Anônimo disse...


Verdade? O traira, a globo e o PSDB fizeram campanha para a Democrata? Tá cheirando maracutaia.

Unknown disse...

Queria o que? Uma baranga de grelo duro????