Sete Países da América Latina e Caribe envolvem-se com a Lava Jato

"A operação Lava Jato, iniciada em 2014 para investigar uma trama de lavagem e evasão de dinheiro, se converteu na maior ofensiva contra a corrupção na história do Brasil. Porém seu impacto transcende as fronteiras e afetou a toda região, inclusive o Uruguai."

O trecho acima é de reportagem de hoje do jornal espanhol El País, na sua versão digital em português.

Leia tudo:

Sete países da América Latina e do Caribe já apresentaram solicitações ao Departamento de Cooperação Internacional da Procuradoria Geral da República (PGR) do Brasil, para receber os documentos e as informações recolhidas pela operação "Lava Jato". Argentina, Chile, Costa Rica, Guatemala, Panamá, Perú e Uruguai. 

No total, foram recebidas 28 solicitações de colaboração de 18 países."

Nas últimas décadas o Brasil mostrou-se como um sócio rico e exerceu seu poder para atrair aliados políticos em América Latina, no Caribe e África. Entre 2005 e 2010, os empréstimos do BNDES quase quadruplicaram em dólares. Num só ano, 2010, o banco brasileiro chegou emprestar quase US$ 12 bilhões de dólares, três a soma investida pelo Banco Mundial (BIRD).

CLIQUE AQUI para ler mais.