domingo, 11 de dezembro de 2016

Saiba quem são os servidores que mais ganham dos cofres públicos para trabalhar nos seus Sindicatos

Entre as 40 propostas que o governo Sartori enviou para a Assembléia e que devem ser votados antes do Natal, está o projeto que manda retornarem ao serviço público os servidores cedidos aos sindicatos.

A Assembléia recusou-se a votar o primeiro projeto, enviado no início do ano. 

118 servidores do Executivo estadual estão cedidos para sindicatos.

Mesmo exercendo mandato sindical, portanto sem prestar serviços nos locais para os quais foram nomeados e estão lotados, usufruindo todas as vantagens, inclusive aposentadoria integral, os funcionários públicos seguem recebendo seus proventos pelo Estado.

Mensalmente, R$ 1.345.281,38 milhão da folha de pagamento do funcionalismo é destinado a este grupo.

Existem dirigentes sindicais que recebem mais de R$ 57 mil por mês.

Esta é a lista Top 10, que é a dos dirigentes sindicais do setor público estadual que recebem mais do que o governador ou de qualquer deputado e desembargador:

A lista vai por nome, total bruto e nome do sindicato:

Abel Henrique Ferreira
R$ 57.163,06
Ex-presidente da Afisvec
Roberto Kupski
R$ 53.582,22
Ex-residente da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais
Geraldo Scheibler
R$ 49.077,99
Diretor de Relações Parlamentares e Institucionais do Sindifisco-RS
Silvia Pinheiro de Brum
R$ 46.952,43
2ª vice-presidente da Ass. Dos Defensores Públicos do RS
Zulmir Ivanio Breda
R$ 45.680,79
Conselheiro do Conselho Federal de Contabilidade
Enio Julio Pereira Nallem
R$ 42.197,10
Diretor Administrativo da Afisvec
Marta Beatriz Tedesco Zanchi
R$ 40.451,54
Vice-presidente da Ass. Defensores Públicos do RS
Celso Malhani de Souza
R$ 39.216,00
Presidente do Sindifisco-RS
Altemir Feltrin da Silva
R$ 32.952,08
Presidente da Afisvec
Carlos Eduardo Bijoldo Fossa
R$ 31.745,96
Diretor Financeiro do Sindifisco-RS

OBS: Os valores que ultrapassam o teto salarial do RS (R$ 30.471,11) são descontados.

14 comentários:

Anônimo disse...

Cedidos aos Sindicatos por quanto tempo ?

Dependendo, podem alegar direito adquirido de ficarem lá "trabalhando"

Anônimo disse...

Isto realmente é um absurdo! P povo tem que acordar para por fim a estas maracutaias.

Anônimo disse...

São os legítimos SOCIALISTAS, MAS COM DINHEIRO PÚBLICO. Esse tipo de gente, não gera riqueza para o país. São uns cupins, vivem de sugar o dinheiro do contribuinte. Atacam todos os governos que não são desse partido corruPTo.

Anônimo disse...

Incrível, só no Brasil mesmo, MARAJÁS SINDICALISTAS pagos pelos nossos impostos. Por esta razão , falta cobertor na outra ponta, o cobertor é curto. Quando se paga R$49 MIL para um funcionário sindicalista, torna-se urgente uma reforma da previdência . Os moradores do andar térreo terão que pagar por estes desvios, trabalhando por 49 anos e aposentando-se com salário proporcional, reduzido. Bastante injusto, não Holmes? Yes, my friend Watson !!!

Anônimo disse...

Alguns a vida toda cedidos... essa aberração tem que acabar... no Brasil criou-se essas castas de privilegiados a custa da paleta dos outros (inclusive da minha)... quanto mais se mexe mais fede...

Magno disse...

É isso aí, Nobre Editor!
Falta agora encontrarmos estas ratazanas nas ruas e cair em cima deles como "ladrões"...

Anônimo disse...

Associação dos defensores públicos. O pessoal que gosta de cuba e Venezuela.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/porto-alegre/noticia/2016/12/sao-tratados-como-lixo-diz-defensora-publica-sobre-remocao-de-moradores-de-rua-pelo-dmlu-8704917.html

Magno disse...

Mas ponha essa calhordagem no olho da rua... mande de volta para o esgoto de onde vieram!!!

Anônimo disse...

Representação sindical é um direito dos trabalhadores, sejam públicos ou privados. Não é possível compreender que a sociedade admita a implosão de direitos dos trabalhadores. Estamos caminhando para o precipício, com aval de colunistas que publicam matérias sem contextualizar os direitos dos trabalhadores.

Anônimo disse...

Políbio, o desconto dos valores que ultrapassam ao teto são realmente descontados? Tens certeza absoluta?
Favor confirmar.
E depois ficam querendo achar guampa em cabeça de cachorro.
Que merda de Estado.

Anônimo disse...

CADE A KATIA ABREU AMIGONA DE DILMALANDRA QUE FOI CITADA NA DELAÇAO O DEALTOR DISSE Q ELA LIGOU PEDINDO GRANA... POR QEU ELA NAO FAAL DOS SONDICALISTAS QUE GANAHM BILHOES P APOIAR A QUADRILHA VERMELHA, ESTES PELAGOS SAO ESCORIA AINDA BEM Q FORAM CORRIDOS NAS ELEIÇOES - REDE,PSOL, PCDB DA BANDEIRA COM FOICE E MARTELO, PDT E PT = MALDITOS SEJAM,ASSIM COMO UNE, UBES, MST, CUT Q TAMBEM GANHAVAM BILHOES DO PT P TER APOIO

Anônimo disse...

ABSURDO,ABSURDO,ABSURDO.GANHANDO MAIS QUE UM DEPUTADO.E NÓS PAGANDO ESTAS FIGURAS.

Christian de Azevedo disse...

Prezado Políbio:

Há equívocos na sua lista:

1) neste ano, ocorreram eleições tanto no Sindifisco-RS, quanto na Afisvec; por isso, vários nomes que o senhor listou não estão mais cedidos, e sim trabalhando para o Estado;

2) sua lista é um tanto quanto tendenciosa, porque traz vencimentos brutos, sem considerar o corte do teto, além disso, são relativos a período não informado.

Abraço!


Christian Azevedo,
Diretor de Comunicação do Sindifisco-RS.

Imprensa ADPERGS disse...

Prezado Políbio Braga
Com relação à postagem, cabem os seguintes reparos, no que diz respeito aos representantes dos defensores públicos citados:
1) A Defensoria Pública, conforme artigo 134 da Constituição Federal, possui autonomia plena, integra as carreiras jurídicas de Estado, juntamente com Ministério Público e Judiciário, não fazendo parte, portanto, do Executivo no que se refere ao orçamento e gestão administrativa;
2) Os valores destacados na listagem apresentada dizem respeito a um período específico excepcional do ano passado (2015), estando, portanto, desatualizados, no qual as duas defensoras citadas receberam adicionais como 1/3 de férias e substituição. Os valores não refletem a remuneração mensal das agentes, considerando que este é o valor bruto, sobre o qual incidem descontos. Além do mais, a notícia poderia ter sido veiculada com os valores atuais, também disponíveis no Portal Transparência;
3) Ainda, a defensora pública Marta Beatriz Tedesco Zanchi, desde junho de 2015 não integra a diretoria da Associação dos Defensores Públicos do RS (ADPERGS). É vice-presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP).
Por fim, a ADPERGS lamenta a atitude maliciosa do jornalista, que repete, em um momento em que projetos altamente danosos aos servidores públicos estão na pauta do Legislativo Estadual, uma postagem já realizada em março deste ano, com dados do ano passado, mesmo tendo já sido alertado pela entidade de que sua informações estariam desatualizadas e equivocadas.

Diretoria ADPERGS