segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

“Sabe a vergonha que sentimos por nos considerarem ladrões só por sermos brasileiros?”

O repórter da edição brasileira de El País, Juan Arias, escreve hoje que quem julga a sociedade pelo prisma da corrupção dos políticos ofende o Brasil.

Leia a reportagem completa:

Sandra, vizinha e amiga da família, me contava ao voltar de uma recente viagem aos Estados Unidos, onde tinha ido visitar os netos, que estava triste por constatar a imagem que os brasileiros têm em algumas cidades daquele país.

Ela me dizia que, ao entrar em um supermercado, colocaram discretamente uma funcionária ao seu lado quando perceberam que era brasileira, para ver se “roubava alguma coisa”.

Disse-me, com um sentimento de indignação: “Sabe a vergonha que sentimos por nos considerarem ladrões só por sermos brasileiros?”

De fato, existe o perigo de que o mundo pense que todos os brasileiros são corruptos como boa parte de seus políticos. E os corruptos se interessam em consolidar a ideia de que a corrupção está no DNA dessa sociedade.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

33 comentários:

Anônimo disse...

Embora nem todos os brasileiros sejam ladrões, a maioria é leniente, quando não conivente. Como deixamos a coisa chegar a esse ponto? Resposta: sendo "compreensivos com mal feitos".

Anônimo disse...

Onde vive quem redigiu este texto? A corrupção está no dna do brasileiro; os políticos foram colocados lá pelos brasileiros. A corrupção está instalada no público e no privado. Para prestar serviços para empresas ou você paga comissão e/ou é o famoso Ada (amigo do amigo), com poucas exceções. Não importa o seu conhecimento/mérito e sim que você conhece. O resultado é a mediocridade instalada. Vá fazer um exame para bolsa de mestrado ou doutorado. Vá fazer exame para residência médica. A degola é na famosa entrevista. Sorry.

Anônimo disse...

isso ai acontece dentro do Brasil tambem...

a reclamação dessa senhora nao se justifica...

ja entrei em livraria onde um cara ficou seguindo meus passos...

o que eu fiz?

chorei? fiquei triste? abalado?

virei as costas e fui embora deixando o otario sem uma boa venda, pois quando entrei estava disposto a comprar de dois a tres livros numa unica tacada...

fo__am-se eles, ficaram sem o meu dinheiro...

perder meu sono por uma bobajada dessa, jamais...

a brasileirada precisa de um divã coletivo, esta muito sentimental, choram por tudo e em tudo veem discriminação...

Anônimo disse...

Programa americano comedy center mostrou bonecos de dar corta stf.

Vale a pena assistir.

Anônimo disse...

Falta pouco para que todas as propriedade de brasileiros no exterior sofram investigações.

Anônimo disse...

Agora conta pra eles caro Políbio que num determinado estado, pacote para redução de custos, mobilização da população > foi feito exatamente o contrário > aumentaram as despesas.

Anônimo disse...

sim sei....faz 50 anos ... qm inaugurou foram coxinhas e militares dos governos de direita, Zé mané

Anônimo disse...

Depende em qual cidade foi e é um comentário generalista. Tem muita cidade onde tem muitos brasileiros que são malandros sim. Voce acha que o dono do super mercado sabe sobre politica brasileira? Ele sabe é do dia a dia e convivência com os latinos ladinos esses é que denigrem o Brasil e os inocentes pagam o preço. Eu morei 4 anos fora e via como se comportavam certos brasileiros com mania do experto e a safadeza. Não tem a ver com governo tem a ver com o povo e seu comportamento. Eu nunca sofri constrangimento pois sempre me comportei como cidadão.

Joel

Anônimo disse...

http://brasil.elpais.com/brasil/2016/12/22/politica/1482434757_533449.html

Anônimo disse...

Para o brasileiros todos são ladrões, exceto ele, sua familia, seus amigos, o partido que ele vota e o seu clube de futebol.

Peguntar não ofende: Em quantos bilhões está o sonegometro?, segundo o qual para cada 2 reais arrecadados, cinco são sonegados?

Anônimo disse...

A Lava Jato e os cônsules dos EUA no Brasil, por Jeferson Miola:

26/12/2016 - Luis Nassif

por Jeferson Miola

Nos últimos dias a imprensa hegemônica do Brasil passou a divulgar as investigações do Departamento de Justiça dos EUA sobre a corrupção na Petrobrás. O que era apenas uma suspeita dos advogados do ex-presidente Lula, se confirmou como realidade cristalina.

Agora é possível entender porque Moro, muito zelosamente, sempre censurou as perguntas feitas pela defesa de Lula a delatores e testemunhas de acusação sobre a assinatura de acordos de colaboração com autoridades policiais e judiciais norte-americanas.

Com a mesma arbitrariedade com que livrou Temer das perguntas incriminadoras do Eduardo Cunha, Moro anulou todos os questionamentos formulados pela defesa do ex-presidente a respeito desses acordos [clandestinos] envolvendo funcionários de empreiteiras e da Petrobrás com o Departamento de Justiça dos EUA, com a interveniência da força-tarefa da Lava Jato. (...)

Anônimo disse...

Deputados estudam rever isenções para igrejas e clubes de futebol:

26/12/2016

Jornal GGN - Com o objetivo de reduzir o deficit do INSS, deputados federais pretendem aproveitar a discussão sobre a reforma da Previdência para rever isenções fiscais, incluindo as concedidas para igrejas, instituições de ensino religiosas e também clubes de futebol.

De acordo com a Folha de S. Paulo, as isenções dadas para pequenos empresários, indústrias, entidades filantrópicas e produtos rurais atingem até R$ 62,5 bilhões, montante que poderia ajudar a financiar a Previdência Social.

Em 2017, o deficit do INSS deve chegar a R$ 181 milhões, levando em conta suas despesas e as contribuições que recebe. As isenções representam mais de um terço do saldo negativo.

Anônimo disse...

Procuradores da República recebem até R$ 121 mil líquidos:

26/12/2016

Jornal GGN - Procuradores do Ministério Público Federal (MPF) receberam até 121 mil reais líquidos de salário mensal. Os montantes atingem supersalários porque apenas 96 mil reais são referentes a indenizações, e também incluem auxílios como moradia, alimentação e ajudas de custo.

Os valores já excluem os descontos previstos como Imposto de Renda e contribuição previdenciária. A conclusão é que as indenizações podem até quadruplicar o salário mensal de um procurador da República.

As informações foram coletadas pelo Valor, a partir do Portal da Transparência do Ministério Público Federal sobre a remuneração dos membros ativos, entre janeiro e outubro deste ano.

Com os dados, foi possível identificar que mais de 40% da remuneração líquida dos procuradores foi de indenizações, afora o salário. O total recebido pelos membros do MPF foi de R$ 31,6 milhões em outubro, sendo R$ 13 milhões por mês o recebido por repasses extras.

Anônimo disse...

Citado na Lava Jato, Eunício Oliveira deve concorrer com Requião pelo comando do Senado:

26/12/2016

Jornal GGN - A presidência do Senado deve ser disputada em 2017 por um nome apoiado pelo governo Michel Temer, e outro, pelo grupo de oposição. No primeiro caso, Eunício Oliveira, do PMDB do Ceará, pretende assumir o cargo que hoje está com Renan Calheiros e já está em tratativas com Temer. Ele pretende oferecer cargos na mesa ao PT e PSDB para conquistar vantagem sobre Romero Jucá, outro nome cotado no PMDB. Liderando a esquerda, Roberto Requião, do PMDB do Paraná, deve ser o concorrente de Eunício.

Anônimo disse...

Herança maldita de um governo corrupto que não teria condições nenhuma para assumir o governo de uma nação. Saquearam tanto o dinheiro público do trabalhador brasileiro que hoje pertencem as zelites que tanto combatiam. E combatiam por inveja daqueles que por mérito conseguiram. A Justiça está com receio de dar a essa gente o devido castigo, mas se fosse qualquer um de nós já estaríamos julgados, condenados e presos. Dois pesos e duas medidadas. Nossa CONSTITUIÇÃO FEDERAL é mentirosa quando diz que somos todos iguais perante as leis. É MENTIRA

Anônimo disse...

SE TODO MUNDO SABE QUE LULA,OMAIS HONESTO DO BRASIL E,IMAGINEM O QUE PENSARAM DOS BRASILEIROS COMUNS?

Anônimo disse...

Infelizmente é assim mesmo, somos na maioria um povo CHINELO e não é somente políticos o brasileiro na sua maioria é FDP e quer sempre levar vantagem.

Sei de fonte segura que brasileiros que vão para os EUA e alugam um carro e precisam comprar a cadeira de bebe e como você tem 30 dias para devolver a compra, eles efetuam a compra e usam a cadeira e depois devolvem e pegam o dinheiro de volta, alegando que não gostaram.

Ou seja somos um pais de BOSTA com um povo também de BOSTA (na sua maioria)
Infelizmente,

Anônimo disse...

E nós não somos assim? Somos a civilização que quer LEVAR VANTAGEM EM TUDO, lembram? Por isto é que este povo sem-vergonha votou em um homem sem nenhuma qualificação, que jamais criou riqueza pelo trabalho, nem para ele, nem para sua família;um homem analfabeto que jamais leu 1 livro e nem sabia escrever. Mas este homem - chamado LULA - era esperto, matreiro, a cara do brasileiro. SOMOS PEQUENOS LADRÕES - vejam o saque do caminhão tombado na estrada com sacos de arroz - que VOTAMOS EM GRANDES LADRÕES - olhem os políticos larápios que temos!

Anônimo disse...

Anônimo das 14,46. Isso que aconteceu com vc numa livraria. Aconteceu comigo aki em Rio Grande, uma enorme livraria num shopping, entrei, para garimpar um livro, eu e a mulher, adoramos ler. Peguei um livro, qdo olhei prô lado o gerente estava de olho em nós. Morei um tempão em SPaulo, perto da Paulista, entrava na livraria FENAC, pegava um livro lia um bom trecho e as vezes comprava, ou pegava outro. Ninguém ficava em cima, perguntando o "maldito posso ajudar". Quem garimpa livros numa livraria, não tem a intenção de roubar. Gerente da livraria de Rio Grande vai aprender com a FENAC como tratar o leitor.

Anônimo disse...

Otário vai se informar com Nassif.

Anônimo disse...

E não é verdade?
Acho muito engraçado estas pessoas que falam de brasileiros em terceira pessoa. No Brasil isto, os brasileiros aquilo, aaaaa vá se danar. É tipo favelado falando em "coisa de pobre".

Anônimo disse...

É mesmo um absurdo nivelar por baixo todo mundo, na realidade o brasileiro comum é honesto e trabalhador. Povo este que trabalha e vive do seu salário é paga uma das cargas tributárias mais altas do país. A ORCRIM chefiada por Lula é seus asseclas na realidade passa essa imagem perniciosa dos brasileiros no exterior, contudo, espero que paguem pelo estrago e pelos crimes que de livre e espontânea vontade, pó prejudicou milhões de brasileiros e uma nação inteira.

Anônimo disse...

VAI TE F... VERME COMUNISTA, PETISTA VAGABUNDO, PARASITA FDP... PETISTA NÃO É GENTE PETISTA É LIXO

Anônimo disse...

É mesmo um absurdo nivelar por baixo todo mundo, na realidade o brasileiro comum é honesto e trabalhador. Povo este que trabalha e vive do seu salário é paga uma das cargas tributárias mais altas do país. A ORCRIM chefiada por Lula é seus asseclas na realidade passa essa imagem perniciosa dos brasileiros no exterior, contudo, espero que paguem pelo estrago e pelos crimes que de livre e espontânea vontade, prejudicou milhões de brasileiros e uma nação inteira.

Anônimo disse...

LULA A CARA DO BRASIL E DOS BRASILEIROS KKKKKKKK

Anônimo disse...

Jeitinho brasileiro é corrupção. É difícil saber se é a maioria, mas os políticos saem da população. Eles não brotam do nada.

Anônimo disse...

Agradeçam a Lula e seus petistas amestrados por terem institucionalizado a corrupção como forma de manter o poder. Quando Obama disse que Lula era o cara estava dando um aviso a seus seguranças para cuidarem que aquele baixinho era perigoso!

Anônimo disse...

Você tem razão, infelizmente.

Anônimo disse...

tá brava bixinha? típico de bibinha da direita kkkk

Anônimo disse...

Globo e FHC criticam os abusos do Ministério Público (no ano 2000):

26/12/2016 - O cafézino

Por Pedro Breier, correspondente policial do Cafezinho

O interesse público pede principalmente algo bastante elementar: que guardem suas denúncias para o fim do processo investigativo e não as alardeiem no início, quando são apenas suspeitas. Assim se age nos sistemas democráticos, diferentemente do que acontece em regimes autoritários.
Parece um blog sujo criticando o espalhafato do MP na Lava Jato, mas é um trecho do editorial do jornal O Globo do dia 15 de agosto de 2000.

A pérola foi resgatada por Rodrigo Aguiar e publicada em seu facebook.

É a enésima evidência de que toda a argumentação da mídia corporativa em seus editoriais é apenas questão de aparência.

O que realmente importa para os barões da imprensa brasileira é se o governo da vez é amigo ou inimigo.

Um trecho do post do Rodrigo:

No início dos anos 2000, o procurador federal Luiz Francisco de Souza atazanava tucanos ligados ao presidente FHC.

Era RIDICULARIZADO pela chamada grande imprensa: um falso paladino, falso asceta (dirigia um fusca 1985) e petista. Tratamento não apenas diferente, mas CONTRÁRIO ao recebido pelos procurados da lava jato.

O jornal O Globo era o mais preocupado com a -cito um editorial- "ofensiva contra a imagem do próprio presidente da República".

Ao analisar ações de membros do MPF que se aproximavam do gabinete presidencial, o mesmo editorial dizia ser "incorreto que se confundissem INDÍCIOS COM PROVAS, possibilidades com certezas e, acima de tudo, DESEJOS COM FATOS".

Os "desejos", no caso, seriam as motivações político-partidárias do procurador. O Globo pedia calma. Estava correto.

Agora, encontre esse bom senso em quaisquer edições globais nos últimos anos.
O bom senso foi para o espaço com o PT no poder.

Delações premiadas vazadas, supostas delações, início de investigação, áudio envolvendo a presidenta e o ex-presidente da República, depoimento de porteiro do prédio que talvez, quem sabe, teria sido do Lula: qualquer coisa é divulgada com estardalhaço pelo mesmo veículo que criticava a falta de cuidado do MP na divulgação de "apenas suspeitas".

Agora o MPF faz suas pirotecnias e até power points sob aplausos entusiasmados dos amigos do FHC.

Já que falamos no príncipe dos sociólogos, outro trecho desse mesmo editorial do Globo: "Fernando Henrique, em entrevista a Miriam Leitão, transmitida pela Globonews, afirmou que insinuações e acusações paradas na metade minam a crença na democracia e dão a impressão de que 'todos são iguais e tudo é uma podridão'".

Quando a Lava Jato estava dando sua contribuição essencial para derrubar o governo petista FHC não viu problema nenhum nas acusações furadas do MPF.

Agora, a opinião dos Marinho sobre a nomeação de juízes que “pensam como o governo” para os tribunais:

Como se esse não fosse invariavelmente o comportamento de governos, em qualquer lugar do mundo. É inadmissível que qualquer político profissional com um mínimo de experiência não considere usual esse comportamento. Alguém já terá ouvido falar, na história da República, de um ministro do Supremo Tribunal Federal escolhido por outro critério?
Claro que essa é a opinião da Globo para quando o governo é amigo. Quando é inimigo, nomear juízes que “pensam como o governo” para o STF é aparelhamento, bolivarianismo, lulopetismo, etc., etc.

Anônimo disse...

É fácil entender por que não há panelaços contra Temer:

26 Dec 2016/Paulo Nogueira - DCM

Uma das queixas mais frequentes entre os simpatizantes de Dilma é esta: onde foram parar as panelas?

A cada denúncia de corrupção, a questão reaparece nas redes sociais: e aquele pessoal que batia panela o tempo todo?

Pois bem.

Houve nas redes sociais registros de panelas no pronunciamento de Temer no Natal.

Mas nada comparável aos panelaços de antigamente.

Que houve com elas, as panelas? O fato é que elas já não são as mesmas.

Os panelaços eram não exatamente contra a corrupção. Eram contra o PT e Dilma. Por isso sumiram.

Qualquer coisa servia de pretexto para ir para a janela do apartamento com uma panela. Os tolos estavam sendo manipulados, mas pensavam estar fazendo história.

Era uma atitude que para sempre estará vinculada a uma classe média reacionária e visceralmente analfabeta política.

É um tipo de gente que aceita corrupção nos outros, e até em si própria. Mas no PT qualquer boato, qualquer suspeita de corrupção é um horror de proporções ciclópicas.

Outra diferença vital entre as panelas está na mídia.

A imprensa decide a repercussão que vai dar a qualquer manifestação. O jornalismo de guerra dá volume máximo para protestos contra o PT, e mínimo ou nenhum para os outros.

Ainda que houvesse uma adesão maciça às panelas na fala televisiva de Temer, isto não teria sido notícia.

Há panelas e há panelas. Aquelas que vinham envoltas em xingamentos contra Dilma e o PT só sairão das cozinhas quando — e se — o PT voltar ao poder.

Até lá, pode esquecer.

OS e AA Paneleiros(as) são: (Paula...)
1) Americanizados
2) Globalizados
3) Corruptos e Sonegadores enrustidos
4) Elitistas
5) Classe Média, que acha que é rica (ou poderá ser)
6) Analfabetos em Política
7) Eles podem roubar, mas, os petralhas* não
* qualquer "pobre" ou "bolivariano". Não precisa ser do PT !!!
8) Os americanos podem depenar o Brasil, mas, as empresas brasileiras têm que ser SANTAS (como o Alckmin...)

Anônimo disse...

Claro que não, os políticos brasileiros são todos importados e não representam exatamente o brasileiro.

Anônimo disse...

quero meus direitos.
Em 1988 pagávamos 19% de Impostos sobre o PIB
2016 chega a 38%.
Constituição: Brasileiros são todos iguais.
Direitos só nos salários astronômicos
Com essa lógica, o brasil só perde qualidade