Recessão é devastadora para a hotelaria de Porto Alegre

A newsletter gaúcha Front Desk informa na sua edição de hoje que para a hotelaria da terceira cidade brasileira que mais realizou eventos internacionais em 2015,no caso Porto Alegre, a crise econômica atual não “passou batida”. Com o encerramento das operações de cinco hotéis, o encolhimento de seis e a abertura de dois, atualmente 95 endereços formam a oferta de 8.466 quartos da cidade de Porto Alegre, dezembro de 2016 (um pouco menos da metade são de padrão popular, abaixo do super-econômico, com diárias abaixo de 20 dólares por pessoa).

Leia mais:

Alguns hotéis, que foram abertos na euforia da copa do mundo, discretamente encerraram suas atividades. Alem destes, das novas propostas de hospedagem longstay, apenas dois endereços ainda estão operando na cidade.

Hospedagem Alternativa
Em compensação, apenas na capital, mais de 2 mil imóveis foram listados nos aplicativos de aluguel de dormitórios, uma troca de paradigma, que mostra uma substituição da hotelaria tradicional, milenarmente concentrada em prédios a qual está se mudando para dentro do espaço virtual. 

CLIQUE AQUI para ler mais e examinar a consistente pesquisa publicada pela newsletter.