Só Para Porto Alegre - Você percebe mais Brigada nas ruas ?

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Recessão é devastadora para a hotelaria de Porto Alegre

A newsletter gaúcha Front Desk informa na sua edição de hoje que para a hotelaria da terceira cidade brasileira que mais realizou eventos internacionais em 2015,no caso Porto Alegre, a crise econômica atual não “passou batida”. Com o encerramento das operações de cinco hotéis, o encolhimento de seis e a abertura de dois, atualmente 95 endereços formam a oferta de 8.466 quartos da cidade de Porto Alegre, dezembro de 2016 (um pouco menos da metade são de padrão popular, abaixo do super-econômico, com diárias abaixo de 20 dólares por pessoa).

Leia mais:

Alguns hotéis, que foram abertos na euforia da copa do mundo, discretamente encerraram suas atividades. Alem destes, das novas propostas de hospedagem longstay, apenas dois endereços ainda estão operando na cidade.

Hospedagem Alternativa
Em compensação, apenas na capital, mais de 2 mil imóveis foram listados nos aplicativos de aluguel de dormitórios, uma troca de paradigma, que mostra uma substituição da hotelaria tradicional, milenarmente concentrada em prédios a qual está se mudando para dentro do espaço virtual. 

CLIQUE AQUI para ler mais e examinar a consistente pesquisa publicada pela newsletter.

8 comentários:

Anônimo disse...

Mas os hoteleiros são hostis aos clientes.
Tente ligar para um hotel perguntando por vagas. Eles sempre mentem dizendo que está lotado, mas que conseguem uma vaga se o trouxa fizer um pagamento adiantado de pelo menos 50%, e com aquele atendimento típico de cocheira, a pataços.
Isso sem mencionar a velha prática de explorar o turista e não o turismo, cobrando preços extorsivos pelos "pacotes", novo nome para a tradicional venda casada.
São como os taxistas eram antes do Uber.
Então, fizeram por merecer.

Anônimo disse...

JORNAIS APONTAM QUE O GOLPE QUEBROU O BRASIL, MAS AINDA EVITAM MEA CULPA:

Responsável direta pelo golpe parlamentar de 2016, hoje denunciado como "encenação" até pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, a mídia brasileira se dá conta de que esse processo arruinou a economia brasileira; no Valor, "a economia derrete"; no Estado e no Globo, o Brasil se torna lanterninha no mundo; na Folha, 2017 passa a ser um ano perdido; a quebra do Brasil foi construída em várias etapas: em 2014, ano da disputa eleitoral, a ordem era dizer que tudo ia mal, quando o País tinha pleno emprego; 2015 foi o ano do 'quanto pior, melhor', que visava criar as condições para o golpe; neste ano, com Michel Temer e Henrique Meirelles há mais de seis meses no poder, a recessão se aprofunda diante da incapacidade da dupla de apontar qualquer saída.

1 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – O processo de autodestruição do Brasil, conduzido pela aliança formada pelas forças derrotadas nas eleições presidenciais de 2014, políticos corruptos e meios de comunicação oligopolizados, atingiu seu objetivo: o Brasil, de fato, conseguiu se autodestruir.

É essa a realidade que está estampada nas manchetes dos principais jornais do País, que se envolveram diretamente na construção do golpe parlamentar de 2016, hoje denunciado como "encenação" por Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (leia aqui).

No Valor Econômico, que pertence à Globo, a ficha finalmente caiu e o jornal, que antes falsificava a realidade com a tese da "volta da confiança", admite que "a economia derrete".

Na Folha, aponta-se que, depois da queda de 5% do PIB em 2015 e de 3,5% em 2016, 2017 será também um ano perdido. O teto do crescimento será de apenas 1%, mas muitas instituições financeiras já falam em algo próximo a zero.

No Globo e no Estado de S. Paulo, o Brasil é colocado como lanterninha global em matéria de crescimento.

Esse processo de autodestruição do Brasil foi construído em várias etapas.

Em 2014, quando Dilma era favorita à reeleição, os grupos de comunicação se uniram para dizer que tudo ia mal, quando o Brasil vivia uma situação de pleno emprego.

Relembre aqui como o Brasil atingiu a menor taxa de desemprego da história, naquele ano:

Em 2014, Dilma deixou o país com o menor desemprego da história

Em 2015, quando ainda era possível enfrentar a queda de de arrecadação com aumentos pontuais de impostos, como a CPMF, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se uniram para promover o impeachment. A política passou a ser dominada pela lógica do 'quanto pior, melhor'.

Em 2016, com Michel Temer e Henrique Meirelles há mais de seis meses no poder, a recessão se aprofunda diante da incapacidade da dupla de apontar qualquer saída.

Na contabilidade desse desastre, o Brasil acumula sete trimestres consecutivos de queda do PIB: os quatro de 2015 (da aliança entre Aécio e Cunha) e os três primeiros de 2016. Ou seja: a maior recessão da história do País é resultado direto do golpe, desde as condições criadas para torná-lo possível.

Os meios de comunicação que se associaram a esse processo apontam o resultado desastroso, mas ainda não fazem – como provavelmente jamais farão – seu mea culpa pela maior destruição de riquezas, empregos e esperanças da história do Brasil.

FAZENDO UM PARALELO entre o Brasil e a Síria. A Síria foi devastada por uma guerra real, de confronto bélico, motivadas por disputas geopolíticas, e de um país promissor passou a uma terra devastada. O Brasil também passou a ser alvo de interesses geopolíticos poderosos, cuja atuação resultou em um golpe de estado e danos devastadores na economia e da infraestrutura nacional. Uma diferença é que a guerra no Brasil foi de informação e de estratégia políticas de inteligência.

Anônimo disse...

Quais foram os hotéis que fecharam?

Anônimo disse...


Construir hotéis para 4 jogos da Copa ?
Pediram para levar !

Anônimo disse...

verdade- os hoteis estao agonizando o pt destruiu o pais pela 1 vez teremos 2 anos seguidos de pib negativo, pela 1 vez teremos 7 trimestres de numeros no vermelho, pt mentiu que o pais estava e iria crescer - cade o legado da copa e das oimpiadas o pt mentiu

Anônimo disse...

tem varios q fecharam e muitos estao no vermelho

Anônimo disse...

Gostaria de solicitar ao editor que coloque um filtro a essas ladainhas intermináveis postadas pelos MAV's petralhas, esses tijolaços só servem para encher o saco e ocupar espaço no blog, já que ninguém dá a mínima para as bobagens postadas por estes débeis mentais.

Aaron DiBonna disse...

quem e' louco de fazer turismo neste pais imundo?