quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Prefeita eleita de Novo Hamburgo, PSDB, alia-se ao PT e sofre primeira derrota na Câmara.

Fátima Daudt (PSDB), prefeita eleita de Novo Hamburgo, sofreu a sua primeira e anunciada derrota na Câmara Municipal, mesmo antes da posse. Foi rejeitado o pedido de urgência que encaminhou, através do atual prefeito do PT, para a tramitação de minirreforma administrava com um enxugamento de 73 cargos de comissão e 3 secretarias. 

A prefeita teve exatamente o apoio da base do derrotado governo petista, o que foi insuficiente.

As matérias ficam para o ano que vem.

A votação deixou claro quais os partidos que formarão a base do novo governo, a partir de janeiro, exatamente os que sustentam o governo de Luis Lauermann derrotado na eleição: PT, PDT, PTB.

A bancada do PMDB votou contra a urgência. O que disse o PMDB:

-  Para fazer economia, basta a nova prefeita não nomeá-los.

4 comentários:

Anônimo disse...

Impressionante para não dizer outra coisa o que acontece em Novo Hamburgo. Já começou mal antes de assumir a Dona Fátima. Nomeou uma pessoa para direção do Hospital de Picada Café, nem sabe onde ficava o Hospital. Quer dar uma de Dilma e pior sem maioria na câmara de vereadores já esta botando os pés pelas mãos. Novo Hamburgo realmente esta fazendo água.
Joel Robinson

Anônimo disse...

os pelegos nao querem cortar os cargos é.. coitada da prefeita tem q cortar gastos e os mamadores nao querem

Anônimo disse...

Políbio, tua experiência não permite um comentário tão primário. A Prefeita é do executivo, e a matéria é de exame pelo legislativo. Os percalços políticos, são da esfera de normalidade, e até saudáveis para que a independência dos poderes seja preservada. Se o "debut" não foi exitoso, o aprendizado com certeza aconteceu. Quanto a "alianças" com partidos de ideologia diversa, nada indica que tenha acontecido, e se acontecer, pontualmente, não podemos deixar o vicio do preconceito antecipar resultados funestos. Afinal respeito à pluralidade, e não se acreditar dono da verdade, são princípios basilares de uma democracia madura.Sds
Julio C Schaeffer

Anônimo disse...

Essa lógica do PMDB de Novo Hamburgo, poderia ser utilizada no Palácio Piratini:
Não precisa enxugar a máquina é só não fazer as nomeações!