terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Polícia Federal abre oitavo indiciamento contra Lula. É tudo por corrupção. Desta vez, Marisa Letícia veio junto.

A Polícia Federal indiciou, nesta segunda-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a ex-primeira-dama Marisa Letícia e o ex-ministro Antonio Palocci no âmbito da Operação Lava Jato. O indiciamento se deve a dois inquéritos: um sobre a frustrada negociação de compra de um terreno em São Paulo para o Instituto Lula e outro sobre a compra de um apartamento em frente ao que o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo (SP).

Para a PF, os dois casos envolvem pagamentos de propina da Odebrecht para o ex-presidente e, por isso, foram unificados. O petista já foi alvo de quatro denúncias da Procuradoria-Geral da República e responde a três ações penais, sendo duas no Distrito Federal e uma em Curitiba.

Lula foi indiciado pelo crime de corrupção passiva, enquanto Marisa, Palocci e mais quatro pessoas - incluindo o ex-advogado de Lula, Roberto Teixeira - foram implicadas por lavagem de dinheiro.

CLIQUE AQUI para conhecer detalhes dos indiciamentos. 

13 comentários:

Anônimo disse...

Fará a campanha/2018 desde Curitiba.

Unknown disse...

Lulla-lá... canta meu povo!!! O dia se aproxima!!!

Anônimo disse...

Já comprei o espumante para comemorar a prisão desse lixo.

Anônimo disse...

patético esforço para ver “o que cola” em Lula:

FERNANDO BRITO · 13/12/2016 - Tijolaço

As coisas no Brasil funcionam assim: a PF apreende um helicóptero lotado de cocaína de propriedade de um senador e rapidamente conclui que o senador nada tem a ver com isso.Como o aeroporto na fazenda do tio, para outro, foi “mera coincidência”.

A mesma polícia descobre um prédio onde o advogado de Lula atuou – como é normal da profissão em negócios imobiliários – numa operação de compra e venda e conclui que o prédio “ia ser” (e nunca foi ) usado como sede do Instituto Lula e, por isso, indicia o ex-presidente.

Não vem ao caso que o delegado da PF em questão tenha sido flagrado ofendendo o ex-presidente e fazendo campanha para Aécio Neves.

Aliás, este delegado intimou o advogado a prestar esclarecimentos, inclusive documentais, em apenas dois dias, negou prazo suplementar, recebeu os documentos, ainda assim, na noite de sexta-feira e segunda de manhã já tinha o indiciamento pronto, o que revela que não verificou coisa alguma do que lhe foi entregue.

Talvez, só talvez, tenha ficado em alerta com a pesquisa Datafolha publicada na manhã de segunda. ...

BOM, só falta alguém da PF ou do MPF abrir um Inquérito e dizer que os 450 kg de cocaina encontrado no Helicóptero eram de lula, aí ele vai ser preso por trafico de droga...

Anônimo disse...

Quando o STF irá presentear o povo brasileiro com o sinal verde para a prisão de LULA ???

Anônimo disse...

TEMER VAI ALEGAR QUE ERA DECORATIVO QUANDO PEDIU E RECEBEU R$ 10 MILHÕES:

Grupo mais próximo de Temer defende que o governo precisa insistir na tese de que a delação de Cláudio Melo Filho mostra um retrato não verdadeiro e que faz um recorte para causar o "máximo impacto possível", mas é cheio de incongruências; "Vamos lembrar que essa época (2014) era a época do 'vice decorativo'. O PMDB não tinha poder de decisão. Onde está o capítulo do Palácio do Planalto?", disse uma fonte palaciana à Reuters; o governo alega, por exemplo, que a denúncia de que Temer teria negociado uma doação de R$ 10 milhões não tem qualquer crime, já que a doação foi legal, comprovada por um depósito na conta de campanha do PMDB em 2014.

12 DE DEZEMBRO DE 2016 - Brasil 247

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - Depois de dias de intensa pressão, o Palácio do Planalto investe em estratégias para desviar a atenção da sequência de denúncias que atingiu boa parte do primeiro escalão do governo, com o anúncio de medidas econômicas, possivelmente esta semana, e uma tentativa de desconstruir a delação premiada do ex-diretor de relações institucionais da Odebrechet Cláudio Melo Filho.

A carta assinada pelo presidente Michel Temer e enviada nesta segunda-feira ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pedindo que a PGR acelere as investigações e as delações dos executivos da Odebrecht, foi gestada durante a manhã em uma reunião.

No encontro, além de Temer, estavam os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Justiça, Alexandre de Moraes, o líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o secretário do Programa de Parcerias Investimentos, Moreira Franco.

A avaliação do grupo, hoje o mais próximo de Temer, é que o governo precisa insistir na tese de que a delação de Melo Filho mostra um retrato não verdadeiro, faz um recorte para causar o "máximo impacto possível", mas é cheio de incongruências.

"Vamos lembrar que essa época (2014) era a época do 'vice decorativo'. O PMDB não tinha poder de decisão. Onde está o capítulo do Palácio do Planalto?", disse uma fonte palaciana.

O governo alega, por exemplo, que a denúncia de que Temer teria negociado uma doação de 10 milhões de reais não tem qualquer crime, já que a doação foi legal, comprovada por um depósito na conta de campanha do PMDB em 2014.

A ideia de que a delação completa da Odebrecht pode exonerar de alguma forma o PMDB e voltar o foco para o PT, ocupantes anteriores do Planalto, está presente na estratégia, mas o governo admite que não há como pedir quebra de sigilo das delações.

"O sigilo só pode cair depois que todas as delações forem homologadas pelo Supremo Tribunal Federal", diz a fonte.

Aliados de Temer irão reforçar às críticas ao vazamento --o que foi confirmado por uma nota do PMDB, que chama o fato de "vazamento criminoso" de uma proposta de delação não homologada.

A estratégia de pedir a anulação, no entanto, não vingou. Isso porque, ao contrário do caso do ex-presidente da OAS Leo Pinheiro, a delação de Melo Filho já foi assinada, mesmo que ainda não tenha sido homologada. A do executivo da OAS era ainda apenas uma proposta de delação em negociação.

PERGUNTAR NÃO OFENDE: O Traíra vai dizer que era 'Decorativo' e o XUXU vai dizer que nunca foi 'Santo'?

Entra dia e sai dia e o editor continua botando na bud. do PT as mazelas do traíra?

Anônimo disse...

PENA DE MORTE PARA ESTA JARARACA DE UMA VEZ.TEM QUE SUMIR ESTE LADRÃO DO BRASIL.FAZER COMO A DITADURA,LEVAR PARA UM PASSEIO E JOGAR NUMA VALA.VOLTA DITADURA,VOLTA EXÉRCITO.

Anônimo disse...

Acho k o espumante do cara a cima vai estragar tem alguma coisa k nao deixa esse fdp ir preso.

Anônimo disse...

O QUE TEMER PEDE É A ANULAÇÃO DAS DELAÇÕES:

Embora parte da imprensa tenha noticiado que Michel Temer pediu a Rodrigo Janot a aceleração das delações da Odebrecht, o que está escrito na carta tem outro significado; "Num clima de desconfiança, geradora de incerteza, o mister constitucional da União se vê seriamente obstruído. Daí a importância de se observarem todos os preceitos insertos na Lei n. 12.850, de 2013 (lei da delação premiada). Não por outra razão, em situação análoga, Vossa Excelência suspendeu tratativas de colaboração premiada em prol da higidez do procedimento legal", diz a missiva; ou seja: Temer diz a Janot que a delação da OAS foi anulada por ter sido vazada – e este parece ser seu real objetivo; notícia divulgada pela colunista Mônica Bergamo informa que Temer é visto pelo MP como o maior inimigo da Lava Jato, tendo como objetivo "estancar a sangria".

13 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – Embora parte da imprensa tenha noticiado que Michel Temer pediu a Rodrigo Janot a aceleração das delações da Odebrecht, o que está escrito na carta tem outro significado.

"Num clima de desconfiança, geradora de incerteza, o mister constitucional da União se vê seriamente obstruído. Daí a importância de se observarem todos os preceitos insertos na Lei n. 12.850, de 2013 (lei da delação premiada). Não por outra razão, em situação análoga, Vossa Excelência suspendeu tratativas de colaboração premiada em prol da higidez do procedimento legal", diz a missiva.

Ou seja: Temer diz a Janot que a delação da OAS foi anulada por ter sido vazada – e este parece ser seu real objetivo também no caso Odebrecht.

Notícia divulgada pela colunista Mônica Bergamo informa que Temer é visto pelo MP como o maior inimigo da Lava Jato, tendo como objetivo "estancar a sangria" (leia aqui).

Leia, abaixo, a carta de Temer: ....

LULA & DILMA rindo alto da rataiada peemedebista e tucanas espernearem na ratoeira. BRAVA GENTE BRASILEIRA, Lula lidera 18!!!!

Anônimo disse...

MALDITO PORCO COMUNISTA, LULA O MAIOR LADRÃO DA HISTÓRIA DO BRASIL, PAIS DE IGNORANTES QUE ELEGERAM PRESIDENTE UM ANALFABETO CACHACEIRO, A CARA DO POVO BRASILEIRO MESMO...

Anônimo disse...

Por que outros blogs estão publicando aqui?

Anônimo disse...

Quando é que vão prender o " Amigo , o Brahma, o Barbudo, o Nine" LULA ???

Anônimo disse...

Olha!! Já ta ficando na cara!! Vão endeusar LULA..Logo logo