quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

PMDB continua dividido entre apoio e oposição ao governo tucano de Marchezan Júnior.

O PMDB prossegue dividido em relação ao novo prefeito de Porto Alegre, Marchezan Júnior. São três tendências diferentes:

Apoio irrestrito
Apoio crítico
Oposição

A bancada de 5 vereadores é a mais dividida, mas dois (Carus e Cecchin) parlamentares decidiram ficar com o vice-prefeito Sebastião Melo na linha de frente contra o tucano.

5 comentários:

Anônimo disse...

A questão não é ser oposição ou independente, e sim ser secretário ou não, é não é somente o pmdb, há vários partidos utilizando-se deste expediente.

Anônimo disse...

É que ainda não ofereceram nada aos parlamentares.

Daqui a pouco eles se definem, mas até por ali, vai que os outros paguem mais.
Tudo uma cambada de safados, sustentados pelo povo que trabalha cada vez mais para bancar as mordomias desta corja.

Anônimo disse...



Mas é preciso lembrar que o PMDB de Sebastião Mello é governo!


E o PSDB de Marchezan é governo também, pois estão ocupando cargos na atual Administração de Fortunati.

Anônimo disse...

A coisa é muito fácil. Com transparência se vence essa etapa. Basta o Marchezan usar bem usado o canal digital (internet) com a população que essa fará a cobrança em seu vereador. Não há nada mais apavorante para um vereador do que a população pressionando ele.

Anônimo disse...

ESTES SEM VERGONHAS SÓ PENSAM EM SI E NAO NA CIDADE, TRABALHAM PRO PARTIDO E NAO PRO POVO, GENTE ASQUEOROSA ESTA .....MARCHEZAN JUNIOR FOI ELEITO ENTAO QUEM ESTIVER CONTRA ELE ESTÁ CONTRA O POVO