Opinião do editor - Até quando essa gente que manda em Porto Alegre continuará abusando das nossas vidas e da nossa paciência ?

Mesmo depois de uma campanha eleitoral marcada pelo debate sobre a insegurança pública em Porto Alegre, o novo prefeito Marchezan Júnior sequer dignou-se nomear um secretário municipal da Segurança Pública. 

A melhor definição para o que acontece em Porto Alegre, acaba de ser dada por Carlos Etchichury, que na edição de final de semana do jornal Zero Hora avisou: "Porto Alegre está acossada". A explosão de violência  na cidade,  demonstra que entre janeiro e novembro foram assassinados 676 porto-alegrenses, um a cada 12 horas, 23,5% mais do que os 547 registrados no ano passado. Sobre 2011, o aumento emplacou 84,6%. Nas últimas 24 horas (neste momento, são 15h04min), foi assassinado um porto-alegrense a cada 3 horas.

A polícia sumiu completamente das ruas e só chega aos eventos depois que os assassinos fugiram. 

Ninguém sabe onde foram parar os homens da Brigada, Polícia Civil e Força Nacional de Segurança, que são pagos por nós, contribuintes, mas que não prestam serviços de segurança pública. A alegação de que não recebem em dia ou não receberam o 13o salário,. não os exime de cumprir as obrigações.

A má gestão do governo é outra questão bem diferente, pode e deve ser tratada de forma grave - mas é outro departamento. Há uma evidente sublevação da ordem pública e o governo não consegue agir.

Ainda que o governador Ivo Sartori e o velho e o novo prefeito de Porto Alegre, José Fortunati e Marchezan Júnior, assistam os porto-alegrenses irem diariamente para o abatedouro, a cidade possui lideranças políticas, empresariais e sociais capazes de reagir, mas elas também parecem imobilizadas, acovardadas, caladas e resignadas.

Até quando toda essa gente continuará abusando da paciência e da vida dos cidadãos que cumprem as leis, pagam as contas e são tratados de forma tão indigna ?

É de se perguntar onde estão os verdadeiros homens desta cidade leal e valerosa, que não reagem diante da evidência de que seus filhos sigam diretamente para o abatedouro.

O editor aceita respostas.

24 comentários:

Anônimo disse...

Só para lembrar: a Segurança Pública é, primordialmente, uma atribuição estadual.

Anônimo disse...

Logo que o governador Tarso assumiu, em março do mesmo ano, o secretário Airton Michels na RBS - Jornal do Almoço, no mes de março foi entrevistado.
A situação da segurança já era crítica.
Perguntado sobre os presídios, e em especial sobre o Central, ele disse que naquele ano eles iriam trabalhar para no segundo ano melhorar a situação e dar uma resposta à população....

Passaram-se 4 anos de TARSO E 2 DE SARTORI. E nada.

Por essas e por outras, se vê que a incompetência é absurdamente desumana. E, não escolhe partido.

Anônimo disse...

Imagina se o governador fosse Tarso Genro, o que esse nobre editor estaria falando? A segurança pública do Rio Grande do Sul está um caos, essa é verdade, piorou muito depois com o governador Sartori.

Anônimo disse...

A culpa é do Marquezan !!!!

Anônimo disse...

Ilustríssimo Editor!!
Serviço público é assim, Quando não se precisa é muito eficiente mas quando se precisa, senta e reza.
Estou tentando que a polícia civil tire do sistema nacional meu carro que foi roubado. No dia que foi lavrado a recuperação eles fizeram errado e agora não consigo tirar o carro do desmanche do detran.
Mas eles não falam que o erro foi deles, claro que o erro é sempre do contribuinte, este esta sempre errado quando precisa desses serviços porco.
Tentei tirar o carro toda a semana que passou e ouvi da secretaria de uma delegacia que liguei para mim tentar só no começo do ano que este ano ninguém faria nada.
Beleza de serviço porco mesmo!!

Anônimo disse...

Nao foi o que disse o marchezan na campanha.

Anônimo disse...

A falha do estado na segurança bem como na educação é irreversível e irreparável.
Estas duas áreas ja são privadas há anos, tenho 35 anos e desde que me lembro as pessoas que podem evitam ao máximo usar as péssimas escolas públicas.

Com a segurança é a mesma regra, quando pudemos contar com policiamento ostensivo nestes últimos 30 anos? O que evitava os assaltos eram as grades pagas com nosso dinheiro.
O estado não vai reagir, os poderes estabelecidos não vão reagir porque não tem coragem de assumir essa guerra contra os traficantes que por enquanto se limitam a se massacraram entre si. em breve uma gangue terá a supremacia e o assassinato sera a resposta contra qualquer político ou pessoa pública que ousar levantar palavra contra o poder paralelo.

Anônimo disse...

Políbio,
População sem armas e proibida de tê-las, está BOM!!!!
Vai piorar!!!!

Anônimo disse...

Somente para lembrar, a FSN não faz parte das FFAA, foi uma invenção do cachaceiro e do marcio thomaz bastos quando ministro da justiça em 2004, a intenção era que com o tempo ela chegasse a ser tal qual as milicias nacionais da venezuela e se tornasse maior que o contingente das FFAA para um dia acabar com as FFAA a qualquer custo, como se vê, não servem para nada, que o presidente Temer acabe com essa porcaria que só serve para consumir dinheiro dos contribuintes.

Anônimo disse...

Sr. Polibio, feliz ano novo.

Sugiro que o Senhor leia as revelações de Nossa Senhora de Lasalete(França, 19 de setembro de 1846). Vale a leitura, Ela mostra tudo o que vai acontecer.

Não deixe de ler.

Anônimo disse...

Culpa é da justiça que é cara,corrupta e incompetente, policiais prendem e a justiça solta

Anônimo disse...

Porto Alegre está acossada? CULPA DO MARCHEZAN JR, QUE ATREVEU-SE A DERROTAR NAS URNAS AOS HOMENS BONS E HONESTOS QUE MANDAVAM EM POA POR MAIS DE 20 ANOS!!! Fora Marchezan Jr.!!!!

Anônimo disse...

A população tem que se armar e começar a abater estes delinquentes em praça pública!

Anônimo disse...

É INEGÁVEL QUE NA ÚLTIMA DÉCADA HOUVE UM RETROCESSO MENTAL EM GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO E EM SEUS GOVERNANTES, UMA BOA INVESTIGAÇÃO ALIMENTÍCIA SERIA DEVERAS INTERESSANTE.



Anônimo disse...

Caro Políbio, quando começou a crise financeira as pessoa que tinham mais condições inflaram seus egos, e acabaram perdendo também o prumo.

Não existe nenhuma condição de mudança e nem mesmo uma situação financeira boa no Estado, a questão é de estrutura moral que foi desviada do trilho.





Anônimo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=pd3LTe6NFxU

Anônimo disse...

O caso da passarela em Capão explica como esta tudo e estão todos, totalmente fora da casinha.

Tentaram culpar o coitado do funcionário da prefeitura com 27 anos de trabalho.

Desta forma agem as pessoas pagas e eleitas pelo povo.

É caso para psiquiatria.

http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/funcionario-e-veranista-contestam-versao-da-prefeitura-sobre-asfalto-na-areia-de-capao-da-canoa--185388.html

Anônimo disse...

Terra de ninguém...!!! O "faroeste" gaúcho só está no começo.

Anônimo disse...

Políbio, escolhestes o Marchezan como saco de pancada. O que um prefeito pode fazer pela segurança pública, que é obrigação do estado....???? o prefeito pode é iluminar o máximo possível as ruas da sua cidade. Larga do pé do Marchezan....!!!!!!!

Anônimo disse...

botam o "mr. kiss" de "secretário", um conhecido INEPTO e INCOMPETENTE de marca maior, e querem o que?

Anônimo disse...



Apesar dos contrários, vamos para o proibido assunto: armamento !
É só deixar que se exerça o "INALIENÁVEL DIREITO DE DEFESA DA VIDA" autorizando o imediato uso de armas pelos cidadãos, que certamente a audácia desses últimos tempos, cairá em percentuais consideráveis, recolhendo-se, por atos de vontade ou de cagaço, os bandidinhos, ou seja, os que até matam, mas não... não... não querem morrer.
Aos dispostos a tudo -- morrer ou não – sim, esses continuarão assombrando a população de Porto Alegre, só dois resultados são esperados:
1º) Cidadãos decentes, continuarão morrendo, com a diferença de que "não morrerão de joelhos e humilhados ou como animais indefesos”, pois estarão em condições de defenderem-se, a si, seus familiares, suas moradas, seus negócios e/ou seus clientes".
2º) Para a alegria de todos, certamente uma grande quantidade desses degenerados "IRÃO PARA O INFERNO", que é de onde nunca deveriam ter saído!!! Em contrapartida, cidadãos de bem continuarão suas vidas.
Os resultados de 1 e 2, serão suficientes para mudar o triste cenário que estamos presenciando e, lamento dizer, porque tenho admiração e respeito pela Brigada Militar e pela Policia Civil Gaúcha, independentemente de ações dessas corporações, permitir que os cidadãos possam defender-se, no mínimo, em condições iguais ou parecidas com as de seus algozes. E, por favor, os contrários ao armamento ou favoráveis ao desarmamento, sem essa conversa de que bandidos estão em melhores condições que o cidadão comum – só estão em melhores condições porque sabem que seus “ alvos estão a espera do ataque, como bois em matadouros”.
DEIXEM QUE SE ARMEM OS GAÚCHOS, QUE DUVIDO QUE A HISTÓRIA DESSAS CHACINAS NÃO TENHA UM FIM DIFERENTE!!!

Anônimo disse...

A resposta é simples: basta liberar o uso de armas para a população em geral se defender, que tudo isto acaba rapidinho. A liberação do uso de armas DIMINUI SIM a criminalidade e não aumenta, como diz a esquerdalha comunista. Se as mortes estão aumentando geometricamente e a posse de armas está proibida, não deveria acontecer o contrário???? Diminuir a criminalidade?? Pois é. Liberem e o crime diminui. No entanto todos sabemos que isto nunca acontecerá. Portanto as mortes só aumentarão. Quem viver verá.

Anônimo disse...

Caro editor: ninguém lhe contou que a segurança pública é competência do estado e não do município?

Anônimo disse...

Só para lembrar: Marchezan utilizou como slogan de sua campanha que a segurança é também responsabilidade da prefeitura. Lembro de prometer que a Guarda Municipal atuará na segurança publica de Porto Alegre.

O culpado será o Marchezan que derrotou a turma de 20 anos, mas pede para Fortunati não exonerar os secretarios-adjuntos para fazer "a transição" dos serviços.

Alguma coisa não fecha nesta noticia.

Prometeu e começo a não cumprir. Vai ser mais um político quem roubou meu voto?