O Globo diz que a Arena do Inter foi um, agrado da A. Gutierrez à colorada Dilma

A Andrade Gutierrez poderá  entregar Dilma no esquema do Beira-Rio e neste caso terá de entregar também seu pupilo Anderson Dorneles,m o Las Vegas. Da Odebrecht, Las Vegas ganhou 350 mil reais. 

Da Andrade, provavelmente o 'Red Bar' revelado pelo blog O Antagonista.


O jornalista Lauro Jardim, O Globo, diz na sua coluna Radar que a construção do Beira-Rio para o Inter foi um agrado da Andrade Gutierrez à colorada Dilma Rousseff, assim como o Itaquerão foi um presente da Odebrecht para Lula.

27 comentários:

Anônimo disse...

a mascara da sem vergonha caiu, odebrecht ja disse ha meses que ela lhe pediu pessoalmenet 12 milhoes mas a dona é blindada pelo stf nem investigada foi é uma pouca vergonha

Anônimo disse...

Então é por isto a escolha da cor VERMELHA para o PT e para este clube. Lá na ETIMOLOGIA da palavra VERMELHO, se descobre que "A palavra vermelho tem sua origem no latim vermillus, que significa "PEQUENO VERME". Então, nada a declarar.

Anônimo disse...

Pelo visto o editor não sabe a diferença entre arena e estádio, não é? Não vê nenhuma diferença entre o ESTÁDIO Beira-Rio e a Arena do gremio, né? Só pode pois chamar o ESTÁDIO Beira-Rio de Arena é o fim da picada. Me poupe.

Anônimo disse...

Eu já sabia... Inclusive comentei na época que o Inter havia escondido suas grandezas embaixo das saias da Dilma. O marketing colorado vai ter que inventar mais algumas mentiras para mostrar que é "superior" aos outros. Não se pode enganar a todos o tempo todo!

Anônimo disse...

A patuleia gremista vai se deliciar em fazer críticas, esquecendo-se das sujeiras que envolvem tb a construção da Arena OAS.

Anônimo disse...

Coincidentemente todos cairam juntos; Dilma.Inter. Dunga etc.etc.......

Anônimo disse...

Legado da Copa?

Anônimo disse...

Políbio,

Calma lá!!

Não mistura/distorce os assuntos pela tua paixão pelo Grêmio.

No Itaquerão "rolou" R$ 300 milhões de "extras", via BNDES, para bancar o Lulla&Cia.

No Beira-Rio foi "tráfico" de influência. Foi mimo para adoçar a Dillma. Não teve sobrepreço.

É claro que o auxiliar da Dillma usou o RedBar para esquentar o mesada(R$ 350 mil).

Desde o episódio da "quase" desistência da A.G. e o posterior telefonema da Dillma, ficou claro que havia sujeira grande no Governo.

JulioK

Anônimo disse...

É QUE TODO COMUNISTA GOSTA DE POVAO, USA DO POVAO E SE FAZ DE POVAO PARA ENGANAR O POVAO. POBRE DOS CORINTIANOS E COLORADOS. GRAÇAS AOS CLUBES NÃO UTILIZADOS COMO MASSA POPULISTA TEMOS GREMIO, SÃO PAULO FLUMINENSE ETC.

Ariel Peres disse...

Agora, entendi o rebaixamento....

Anônimo disse...

e se foi , seus fdps fascistas, isso qr dizer q o estádio da beira do rio é da Dilma e ela pode vender ou alugar????? façam o favor de serem menos fanáticos e patéticos

Anônimo disse...

não é esta que se dizia honesta entre todos da quadrilha?eu sempre disse,que ela é tão corrupta quanto o lula ou qualquer petista.Todo petista nasceu com os genes dos roubos.

Anônimo disse...

O Inter tem um contrato com a Construtura que é cumprido rigorosamente. Mas se quiserem dizer que o Estádio foi dado ao Inter pela Dilma (assim como disseram que o lula deu o estadio para o Corintias), que bom, não vai ser mais preciso dar a contra-partida para a construtora, segundo o contrato, é por 20 anos explorando vários setores do estádio, como cobrança de estacionamento e camarotes, entre outros.

Anônimo disse...


A reforma do Beira-rio também agradou muito o Fortugati, o Rico da Odebrecht, que insistiu muito pra incluir Porto Alegre como uma das cidades-sede da Copa do Mundo 2014, já que Porto Alegre não seria sede.

Fortugati, PeTralha Bolivariano, o maior ladrão dos prefeitos de Porto Alegre, também mordeu grande através da Secopa, criada exclusivamente pra ser comandada pela gangue do PDT, puxadinho do PT.

Façanha, o advogado do povo disse...

Conta outra, ó Polibio!

Anônimo disse...

Parabéns Sr. Polibio. Notícias desta importância tem que chegar ao conhecimento de todos. mas se este blog não divulgar será difícil aqui no RS, pois a imprensa é comprometida com o vermelho.Lembram daquelas bandeiras do Che guevara que tremulavam no Beira Rio?

Anônimo disse...

A simples associação do nome da ANTA com o clube Internacional não poderia ter outro desiderato: REBAIXAMENTO. Quando nos associamos com facínoras, nos tornamos cúmplices deles - sabidamente daí não surgem bons frutos. Espero que Gilberto Medeiros, recém eleito presidente do Inter remova esta chaga da história do clube.

Anônimo disse...

a vaca comuna fracassada trouxe má sorte a copa foi um fiasco e o inter foi rebaixado onde tem pt tem m....kkkkk

Anônimo disse...

odebrecht tambem disse que o estadio do corintians foi presente pro molusco

Anônimo disse...

ALGUNS JÁ ESTÃO CHAMANDO O BEIRA-RIO DE " BEIRA-DILMA" , OUTROS DE "BEIRADINHA". O PIOR É QUE O TIME FOI ATINGIDO PELA MALDIÇÃO DE DILMA .!!!

Anônimo disse...

Afonso do triplex, o ex-zelador, não acrescenta nada à acusação de Moro
O Jornal de todos Brasis
Afonso do triplex, o ex-zelador, não acrescenta nada à acusação de Moro
60
SAB, 17/12/2016 - 19:56
ATUALIZADO EM 17/12/2016 - 19:58
A testemunha de acusação elencada pelo MPF-PR tentou a sorte na política neste ano, mas não foi eleito
Crédito: Divulgação

Jornal GGN - O ex-zelador do triplex fatídico deu seu testemunho ao juiz de primeira instância Sérgio Moro. No seu texto, além de chamar políticos de "lixo", não apresentou nenhuma prova para sustentar acusação dos promotores contra Lula. Moro negou à defesa o direito de fazer perguntas.

Afonso José Pinheiro, o Afonso do Triplex nas eleições, é ex-zelado do edifício Solaris e seu depoimento aconteceu ontem, dia 16, na Justiça Federal de Curitiba. Ele é testemunha de acusação que afirma que o triplex da OAS é de propriedade do ex-presidente.

O juiz de primeira instância, Sérgio Moro, não permitiu que a defesa fizesse perguntas ao ex-candidato a vereador pelo PP, se ele fizera menção ao ex-presidente em seus discursos de campanha ou ainda se ele apoiara a prefeito alguém de partido de oposição ao PT na última eleição. Moro, juiz de primeira instância, também proibiu que a defesa fizesse perguntas sobre falas públicas do candidato sobre Lula.

Quando Moro permitiu que ele respondesse algo, o ex-zelador do Solaris diz que entrou na política depois de ter sido demitido do cargo pela polêmica do triplex. Diz ele que foi o que "mais sofreu" em toda esta história, com a qual não tinha nenhum relação. Moro, solidário, ao fim da audiência lamentou que ele tivesse perdido o emprego. Mas ele disse estar novamente empregado.

Em um momento do depoimento, Afonso do Triplex ofendeu a defesa de Lula e os políticos em geral, chamando todos de "lixo", e dizendo que a defesa desrespeitava Moro.

Afonso disse que "todos no condomínio sabiam que Lula era dono", mas não conseguiu apresentar nenhuma prova para esta alegação. Disse que em seus contatos pessoais com os outros moradores das quatro torres, resolvia problemas nos apartamentos, mas no 164-A, alvo da questão, seu contato nunca foi com a família de Lula, mas com a OAS, que é proprietária de fato e direito do imóvel.

"Quando tinha problemas na unidade 164-A, eu entrava em contato com a engenheira Mariuza", disse ele sobre o referido apartamento e sobre a funcionária da OAS que tinha as chaves do imóvel e que já testemunhou afirmando que nem Lula nem a família jamais tiveram acesso à chave.

Afonso, o ex-zelador, admitiu nunca ter visto qualquer documento que demonstrasse a propriedade do imóvel como sendo do ex-presidente e de Dona Marisa. E disse que eram os corretores que usavam esta possiblidade como propaganda de venda de imóveis, a de que Lula seria proprietário de uma unidade.

O ex-zelador disse mais, que Igor Pontes, da OAS, o repreendeu por dizer que o apartamento seria de Lula, no lugar de dizer que era da OAS.

Afonso foi o único, entre as 23 testemunhas, que disse que Lula visitou o apartamento duas vezes, e não apenas uma.

Rosivane Soares Cândido, engenheira da construtora Talento, que trabalhou na reforma do triplex do Guarujá, também foi ouvida no mesmo dia que Afonso. Ela afirmou ter presenciado a visita de Dona Marisa e do filho somente uma vez ao imóvel. Disse que ouviu da OAS que Lula seria um cliente em potencial, e que ouviu somente boatos, de comerciantes e trabalhadores do local, como o ex-zelador, de que Lula seria proprietário de uma unidade.

Ela disse que, de concreto, jamais viu qualquer documento que comprovasse os boatos, e que sua empresa foi contratada pela proprietária do apartamento, a construtora OAS.

Anônimo disse...

É isto... A AG está roubando do Internacional. Porque ceder por 20 anos áreas do Beira Rio em contrapartida pelas obras... Enganaram o Inter e a Dilma. Fora AG! Parem de roubar o Internacional! A corrupção já tinha pago tudo. Vamos tomar o que é nosso!

Anônimo disse...

Bah, mistura pouca é bobagem em... Se é presente, deveriam imediatamente parar de pagar o milhões pagos por ano, aliás, por vinte anos, pois que eu saiba, presente se ganha, não se paga. Muito alarde por manchete, e bem pouco conteúdo em... O que houve sim, foi pressão, por prazos, e por cumprimento de combinado, pois a AG vendo que não teria o Lucro esperado no Beira-Rio, quiz trocar o contrato, para algo nos moldes da Arena, onde se tornaria gestora do estádio, e isso não foi aceito na época. Houve sim, pressão política para que a AG cumprisse o combinado terminasse a obra, mas o Clube, nada tem a ver com isso, pois na epoca deixou claro que não comprometeria o orçamento do Estádio, pela pressa da Copa, e assim foi feito.

Anônimo disse...

Pô,"esquema Beira-Rio"??? Estás de brincadeira. Perece que o teu alvo está "fora da casinha". Porque "esquema" sabes bem por onde andou. Um ex-Presidente de certo clube, está "encostado" em carguinho público, e, está sumido. e, o seu braço-direito da falcatrua e Diretor-Geral(que a PRF levou os computadores de sua casa (?)) não se sabe por onde anda (esse sujeito largou um excelente emprego público federal para se dedicar de corpo e alma ao esquema e falcatruas)...

Miguel Aspis disse...

Políbio, o contrato para a execução da reforma do Beira Rio, estava assinado e iniciado pela Andrade e Gutierres. Num determinado momento, a Empreiteira paralisou e pediu mais dinheiro para a conclusão. A diretoria do Internacional não aceitou e exigiu o cumprimento do contrato. As obras paralisaram por 8 meses. Segundo consta, a direção procurou o ex-Deputado e colorado CARLOS ARAUJO, ex marido de Dilma que pediu que interferisse junto à Presidente. Ele teria ligado para a emprteira e dito: " SE NÃO SERVEM PARA ATENDER EMPRESAS PRIVADAS, TAMBÉM NÃO SERVME PARA ATENDER EMPRESAS PÚBLICAS".
Não houve ingresso de mais dinheiro, e a obra foi concluída !!!
Sou colorado mas não fui eleitor da Dilma.

Anônimo disse...

É O BEIRA-DILMA. !!!

ATENTO disse...

É O MUNDO,É O SER HUMANO, UM MACACO QUE COZINHA ,

ROUBA - MENTE - MATA - COBIÇA E COME A MULHER DO PRÓXIMO DENTRE OUTRAS...
----------------------------------------------

SIMPLES,MOSTRAR O QUE O INTER NEGOCIOU

O QUE PAGA

O QUE VAI PAGAR

CLARO,UMA TORCIDA DO TAMANHO DO INTER INTERESSA A QUALQUER POLITICO ATÉ FAZER DE CONTA E DIZER:

- "FIZ DE TUDO QUE PODIA E MAIS UM POUCO PARA O -NOSSO CLUBE-

SÓ UM POLITICO MUITO HONESTO NÃO APROVEITARIA, DAQUELE DO TIPO QUE DIÓGENES O GREGO DA ESCOLA CÍNICA PROCURAVA EM PLENA LUZ DO SOL COM UMA LAMPIÃO ACESO;CLARO POR SER MUITO DIFICIL...

ALGUNS POLITICOS ATÉ CRIAM DIFICULDADES E DEPOIS "FAZEM DE TUDO PARA FAZER ANDAR", FACILITAR O QUE O PROPRIO COMPLICOU.

É O MUNDO,É O SER HUMANO, UM MACACO QUE COZINHA ,

ROUBA - MENTE - MATA - COBIÇA E COME A MULHER DO PRÓXIMO DENTRE OUTRAS...