"Não se pode afrontar a vontade das ruas", diz Moreira Franco

O presidente da Fundação Ulysses Guimarães, o minsitro Moreira Franco, concedeu entrevista de páginas inteira para os jornalistas Raymundo Costa e Daniel Rittner, do jornal Valor deste final de semana.

Vale a pena ler tudo com atenção.

Eis um trecho da entrevista:

Valor: A ampliação do espaço dos tucanos é uma espécie de plano B do governo para a crise?
Moreira Franco: Não existe Plano B. O que existe é a vida. Quando eu cheguei aqui na Câmara, com vinte e poucos anos, o Thales Ramalho, que era do PSD, me chamou e disse: ‘eu sei que você estudou, fez isso e aquilo outro. Esqueça tudo. Em política só tem duas coisas: o fato novo e o fato consumado. Então essa coisa de Plano B, só existe. Então diante do fato você vai ver o que se faz.
Valor: O fato novo será a delação da Odebrecht?

Moreira Franco: Pelo que a imprensa fala não é novo, é fato consumado. Diriam os agentes de mercado: já foi precificado.

CLIQUE AQUI par ler tudo.