terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Minorias esquerdistas agressivas são dissolvidas a cassetetes em Brasília

Ao contrário de 64, onde pequenas e agressivas frações da esquerda provocaram quebra-quebras, tumultos, enfrentamentos e ruidosos discursos comunistas, desta vez estas pequenas e agressivas frações da esquerda estão debilitadas porque seus líderes petistas mergulharam na corrupção e elas mesmas não mandam nada e nem mobilizam ninguém. 

Manifestantes e policiais militares entraram em confronto na tarde desta terça-feira na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, durante um ato contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Teto dos Gastos Públicos, que aconteceu nesta tarde em segundo turno no Senado. Os manifestantes jogaram garrafas de vidro, pedras e bombas e os policiais responderam com bombas de efeito moral, spray de pimenta e gás lacrimogêneo. Os dois lados ainda trocaram agressões físicas e pelo menos dois policiais e um manifestante ficaram feridos.

Os manifestantes perderam no plenário do Senado e também nas ruas.

Com o auxílio da Cavalaria e da Tropa de Choque, a Polícia Militar dispersou os manifestantes da Esplanada. No local do conflito, há focos de incêndio. Desde o início da manhã, a corporação vinha revistando manifestantes que se aproximavam do Congresso.

17 comentários:

Anônimo disse...

Os desocupados defensores de corruptos devem ser tratados com o cacetete democrático. A qui toca, toca benne.

Anônimo disse...

O governador do DF é socialista, não?

Anônimo disse...

Claro!! Você gosta do Temer com 90% de reprovação

Anônimo disse...

mandar pms de boné para um confronto com essa gentalha é um verdadeiro crime contra os policiais...

Anônimo disse...


Se isto não é uma guerra civil, só porque os Generais não querem admitir, porque o General Vidas-Boas não quer suar a cuequinha.

ATENTO disse...

É, ASSIM DEVE SER, ONDE SE VIU UMA MEIA DUZIA DE BAGACEIRAS IMPEDIR O IR E O VIR, A SEGURAMÇA DE 99% DO POVO.

CERTO, CERTO,PARABÉNS, VAMOS NOS MANIFESTAR APOIANDO!

APOIANDO SINALIZAMOS QUE ASSIM É QUE QUEREMOS.

MANIFESTAR, TUDO BEM,ORDEIRA E PACIFICAMENTE.

POR EM RISCO A VIDA DE 99% NÃO!

PONHAM A BOCA NO MUNDO E APROVEM!!

APROVAR FAZ PARTE DO JOGO,SINALIZA,INIBE A BANDIDAGEM!!!!

Anônimo disse...

A que ponto chegamos. Estão defendendo a safadeza, a roubalheira.

Anônimo disse...

JADER DENUNCIA O GOLPE DENTRO DO GOLPE E DIZ QUE PSDB QUER FHC NO LUGAR DE TEMER:

Moreira Mariz/Agência Senado

13 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - Em discurso, o senador Jader Barbalho (PMDB-PA) afirmou, falando em nome do PMDB, nesta terça-feira (13), que "está em marcha um processo para derrubar Michel Temer". "A grande mídia aliada a determinados setores", disse. Segundo ele, a operação Lava Jato quer "avacalhar o Brasil".

Da tribuna do Senado, ele reclama de um "Robespierre moderno que resolveu estabelecer a lei da guilhotina moral e penal".

"Que história é essa de achar que integro um poder e estou despido do poder? Que senador da República não vale nada? Que deputado não vale nada? Que político desse país é marginal?", questionou

Segundo ele, os grandes empresários também viraram alvo. "Dessa vez, atingiram a classe empresarial. Os grandes empresários brasileiros são marginais, estão avacalhados na sua imagem, talvez prontos para entregar suas empresas ao capital estrangeiros", disse.

Jader diz aos senadores que é "hora de reagir".

Ele defendeu a votação da Lei que pune o Abuso de Autoridade. Jader fez críticas à reação de magistrados e de parte da imprensa ao projeto da Lei do Abuso, de autoria do presidente do Senado. Ele defendeu Renan, afirmando que ele foi muito criticado, e atacou as delações não homologadas e acusou juízes de quererem ter mais poder que na época da ditadura com o Ato Institucional número 5

"Acusa-se o Congresso de querer travar a Lava-Jato, para atrapalhar as investigações! Onde está travada (a Lava-Jato)? Esse é o momento de reagir. Depois que esse Congresso estiver totalmente avacalhado (vamos reagir)? Quando ouço dizer que Abuso de Autoridade é para atrapalhar a Lava-Jato, o combate à corrupção. Não sou contra a operação Lava-Jato. O que fico espantado é que não só Vossa Excelência mas o Congresso foram acusados de impedir as dez medidas contra a corrupção. Como? Onde essa operação já foi prejudicada ou interrompida? - disse Jader, quase aos berros.


Em seu discurso, Jader também defendeu o presidente Temer.

"Está em marcha um processo para derrubar o presidente Michel Temer. Não querem esperar 2018! O esquema é avacalhar o governo, o Congresso", disse.

Jader criticou ainda o vazamento de delações premiadas e as prisões preventivas na Lava-Jato.

"Chega, senhor presidente! Não se pode aceitar delações. O que não posso é aceitar que delações que sequer foram confirmadas pelos delatores. Não aceito que delações que não foram aceitas juridicamente possam ser publicadas como verdade. Prisão preventiva sem prazo, passou a ser condenação. Estão condenadas à execração pública", afirmou.

Jader chamou os magistrados e envolvidos na operação de "essa gente": "Essa gente fez condenação por antecipação!"

SE O CIRCO pegar fogo, espera-se que se fod. entre si a turma do traira, partidos aliados, juizes e procuradores e que saia ganhando a população.

Anônimo disse...

Ao contrário de muitos "especialistas", penso que se a cabeça da jararaca for cortada, as manifestações se esvaziarao cada vez mais, e mais... até que se passem a inexistir.!!!

Anônimo disse...

Pois é... Se fosse em 1964 a borracha comia valendo. O que já gente vê é o só a PM tentando se esquivar desses fanáticos.

Unknown disse...

É pouco... temos que chegar a pelotões de fuzilamento sumário de terroristas que barbarizam, mascarados, a vida de uma nação!!! São criminosos que põem em cheque a soberania nacional e a segurança pública!!!

Anônimo disse...

Te liga num cacatete né viadinho?

Anônimo disse...

Políbio, é CASSETETE!

Anônimo disse...

Esse é um cenário de Guerrilha urbana , depredacao de patrimônio público , incêndio de ônibus de transporte coleivo, com coquetel molotov, quebra de vidraças de Ministérios, pichacao de prédios públicos , destruição de abrigos de ônibus, provocação de incêndios localizados, tudo na Esplanada dos Ministérios , o cartão postal da Capital Federal.!
Estavam "protestando" à noite, contra uma PEC já aprovada à tarde pelo Congresso.!!!

Anônimo disse...

golpe quem deu foi o pt ao maquiar as contas na eleiçao mentiras mentiras mentiram q estva tudo mil maravilhas, ainda bem q foram varridos do mapa agora

esta meia duzia de baderneiros pagos sao lixos

Anônimo disse...

jader barbalho é um sem vergonha ele deveria se olhar no espelho ele ja foi preso no pará..... além de ser defensor do pt- foi citado varias e varias vezes por varios delatores assim como renan seu aliado, foi acusado de muita grana roubada- muita....

Anônimo disse...

phau nestes vagais