Meia dúzia de estudantes e ativistas embaraçaram o trânsito, esta manhã, em Porto Alegre

Imagem da EPTC

Um protesto de meia dúzia de estudantes e ativistas sindicais do PT, PCdoB e Psol ontra a Proposta de Emenda Constitucional que reduz por 20 anos os gastos públicos (PEC do teto), que será votada nesta terça-feira pelo Senado Federal, bloqueou por volta das 7h as avenida Bento Gonçalves e João Pessoa, ambas nas cercanias de instalações da Ufrgs.

Os estudantes e os ativistas não aproveitaram para protestar contra atos de corrupção desbaratados esta semana na Ufrgs.

Ocorreram atos de violência, mas os protestos já foram dominados. 

7 comentários:

Anônimo disse...

São cobras no criadouro. É um mal que deve ser cortado pela raiz.

Unknown disse...

TERRORISTAS... TEM QUE SER ENQUADRADOS!!!
CHEGA DE VANDALISMO E DESORDEM!!!

Anônimo disse...

tEM QUE BAIXAR O SARRAFO NESSA VAGABUNDAGEM

Nelson disse...

Garanto que não "protestavam" pela saída de Renan...

Anônimo disse...

Os mortadelas ativistas, tão defensores da natureza, do mais amor menos motor e outras baboseiras do gênero, fecham uma grande avenida, provocam uma megapoluição queimando pneus e madeira, além da poluição gerada pelo engarrafamento.
Uma vez mulambento, sempre mulambento.

Anônimo disse...

Favor corrigir no texto; estudantes/ativistas = ARRUACEIROS

Anônimo disse...

Políbio, desculpe, mas os ativistas estão lutando por uma boa causa ... Defendem a sua "sagrada" mortadela e os caraminguás que recebem para fazer seu "árduo" trabalho. Como tá difícil para eles comer mortadela !!! Coitados, desse jeito vão acabar apelando para a Maria do Ossário ...