Marco Aurélio fragiliza o Poder Judiciário

O ministro Marco Aurélio Melo conseguiu impor uma derrota inesperada ao conjunto da magistratura, coisa que nem o PT e nem Lula tinham conseguido até agora.

A partir de agora, oficiais de justiça poderão ser desrespeitados pelas partes de qualquer processo, invocando-se o exemplo de Renan Calheiros.

E pior:

Decisões liminares poderão não valer nada, invocando-se o exemplo de Renan Calheiros.

54 comentários:

Anônimo disse...

Sei não editor, quem tem 12 "maletas" nas mangas, é o renan.

jose frademir farias lemos disse...

anonimo: Vivemos uma situação alarmante, quando um poder da República desafia o outro cria precedentes , o Senado não atrelou freio ao STF, abriu caminho para a desobediência Civil,pobre República , caminha em direção ao abismo social.

Mordaz disse...

Foi um clássico "abuso de autoridade" ilegal.

Mordaz disse...

Acho bom ninguém se meter a besta querendo desafiar o judiciário. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Anônimo disse...

Acordem.. quem coloca o pais em insegurança juridica é o maluco MAM...incendiário das instituições...a coisa tem que ser feita no seu devido tempo...tirar o Renan a 10 dias do fim do mandato e paralisar as votações vitais para a economia do Brasil prejudicando todos os brasileiros desempregados..Os Antagonistas estão bem empregados...o empiricus ganha rios de dinheiro com o crash economico !!! entenderam ????...

Anônimo disse...

Nada muda no Brasil. Continuaremos a ser governados por bandidos e seus cúmplices. Renan não será Presidente, mas manda no Executivo, Legislativo e Judiciário. O crime continua valendo a pena no Brasil. É triste observar essa decadência. Culpa de Pedro Álvares Cabral?????

lucia maria disse...

Se o judiciário não guardasse carinhosamente,por séculos, os processos da bandidagem da política ,hoje não estaria de joelhos para o Renan.
Pergunta que fica,se protegem os corruptos indefinidamente,algo em comum devem ter,não?
Esse imbróglio todo me pareceu briga de quadrilhas.
Pena que sempre que perde é o brasileiro decente.

Anônimo disse...

Foi Marco Aurélio ou o Renan e os outros ministros do supremo que desrespeitaram a lei??????????????????

Anônimo disse...

E, é o que vai acontecer. Agora tem um precedente do STF ser invocado quando necessário, lamento, embora entendo, que os demais ministros não aplicaram a LEI por ter o RENAN se esquivado do Oficial de Justiça. O compadrio também fez parte do julgamento.

Nélio disse...

Esqueceu da PEC Renan Calheiros: o pres. do senado está na linha de sucessão, no caso de vacância da PR, exceto Renan, o vândalo.
E o STF? É ou não um abrigo de desocupados? Quem sabia em detalhes a qualidade de juiz que Celso de Melo é era Saulo Ramos.
Agora, de acordo com os abrigados no STF, antes de cumprir uma ordem judicial, deve-se discuti-la.
De onde não se espera nada, não sai nada mesmo... Que bando! As maletas Guardião de Renan, a escória humana, está sendo muito útil.

Anônimo disse...

Polibio invertendo completamente os papéis.
O STF não passa de um puxadinho do Renan. O cara conseguiu desmoralizar totalmente o STF. FECHEM ESSA DROGA E ENTREGUEM A CHAVE PARA O RENAN.
Viva a República de Bananas!!!!

Anônimo disse...

Para um tribunal que tinha Paulo Brossard, o petismo nos legou Toffoli, Lewandowiski, Rosinha, etc.!! Queda brutal!!! Que lástima!!! É a Era PT dando os seus frutos!!!

Anônimo disse...

Escolha entre a "marcha da insensatez" ou a "desobediência civil.." é o CAOS!!!!

Anônimo disse...

O Ministro Marco Aurélio exorbitou de seu papel aproveitando-se da fragilidade política do Senador Renan para emparedar o STF. Perdeu.

Anônimo disse...

Triste. Tudo em troca de uma governabilidade.

Realista disse...

aquele que escutou do jornalista que não era confiável, nem por ele nem pelos brasileiros decentes, o tal Marco Aurélio de Caleros, ops, de Melar, o tremendo "mortandela melada" escutou hoje o que não gostaria de nunca o ter escutado nunca.
A criatura veio melar o governo nos três poderes, causou um alvoroço devido a posição que ocupa, já não mais devidamente, na Suprema Corte passou a ser considerado o representante das forças do atraso, leia-se pt e assemelhados.
Caberia a pergunta: será que bebeu demais, tragou demais ou é assim mesmo?
Será que tem idéia de quanto custou a sua desavença pessoal?

Anônimo disse...

É nisso que dá Renan ter por muitos e muitos anos gravado todos pelas suas maletas.

Anônimo disse...

TOTALMENTE ERRADO, QUEM FRAGILIZOU FOI RENAN-MALETA QUE NÃO RECEBEU OFICIAL DE JUSTIÇA E ABRIU PRECEDENTES PARA TODO O PAIS.

Anônimo disse...

O cangaceiro das Alagoas, quando usou expressão "juizecos", tinha razão! Só juizecos na Suprema Vergonha Federal. Somente Sergio Moro salva!!!

Anônimo disse...

É claro, que, Renan Calheiros criou uma jurisprudência inédita no país. Qualquer pessoa baseada no caso do Senador, pode agora rejeitar qualquer liminar emitida pela justiça, inclusive receber notificações ou qualquer outro documento assemelhado.

Fernando Bender disse...

ainda é cedo para definir um desfecho.

Anônimo disse...

Aos comentadores que criticam Marco Aurélio, uma indagação:
Se o presidente da República, que chefia o Poder Executivo da República, é afastado das funções quando é réu em ação criminal perante o STF, por qual razão o presidente do Senado, que chefia o Poder Legislativo, não pode sofrer a mesma restrição na mesma condição?
Dizer que não está na CF já é carta fora do baralho. Se acompanharam atentamente os votos dos ministros, verão que todos eles aplicaram a interpretação teleológica do art. 86, § 1º, da CF, ainda que com alcances diferenciados.
E outro fato: eles discutiram os efeitos da medida liminar. O julgamento da ADPF não está concluído. E seis ministros - a maioria, portanto - já se manifestaram pelo afastamento de chefe de poder de suas funções quando figura como réu em ação penal.
Marco Aurélio teve coragem de enfrentar o establishment.

Anônimo disse...

QUE SAUDADES DO PT!
QUE SAUDADES DO PT!
QUE SAUDADES DO PT!
A DIREITA É NAZISTA, MATA O POVO!
QUE SAUDADES DO PT!
QUE SAUDADES DO PT!
VOLTA DILMA!
VOLTA LULA!
VOLTA JOSÉ DIRCEU!
A DIREITA É MUITO PODRE!
A DIREITA É NAZISTA E MATA O POVO TRABALHADOR!
O JUDICIÁRIO É NADA!
O JUDICIÁRIO É NADA!
O JUDICIÁRIO É NADA!

Anônimo disse...

Parabéns Senador Renan, pela coragem. Parlamentares como Renan e Marchezan engrandecem a nossa democracia...ainda não somos uma Republiketa bolivariana..

Anônimo disse...

O " Coronel " RENAN deu mostras de ser mais PODEROSO que o STF. Deve estar dando gargalhadas.! Tem doze Processos contra ele, adormecidos, no STF, já é Réu, não recebe Oficial de Justiça , e constrange o STF a dar uma decisão estapafúrdia e "meia-sola". E o cidadão comum, o que fica pensando daqui por diante? Poderá recusar-se também a receber intimação dos Oficiais de Justiça ??? Ainda querem falar mal do Presidente TRUMP. Façam-me o favor. !!!

ARS disse...

Vale agora a lei do cangaço. A constituição dita cidadã foi rasgada, não serve nem para forrar gaiola de passarinho.

Anônimo disse...

Encheram a bola dessa tal de presidentA Carminha e ela se revelou o que sempre foi: mais uma submissa ao cangaceiro das Alagoas. Mais uma presidentA mostrando o verdadeiro EMPODERAMENTO da mulher: a submissão total. Lembre-mo-nos da presidentA anta, da presidentA da Petrobrás (véia bruxa) e da presidentA do STR (Supremo Tribunal do Renan)!

Anônimo disse...

Domingo passado, o povo foi às ruas, inclusive o Editor, por várias razões, a favor da LAVA JATO, contra a corrupção e contra RENAN, o mesmo RENAN que tem 12 Processos contra si, no STF, que não recebe Intimação de Oficial de Justiça , que leva a Mesa Diretora do Senado a solidarizar-se com ele, e que é Réu. Agora o STF apequena-se ante RENAN e toma uma decisão "meia-sola". PÉSSIMA decisão essa do STF. Tudo leva a crer que a CRISE institucional
continuará .!!!

Anônimo disse...

Marco Aure´lio fez tudo errado e como afirmei ontem, liminar para este tipo de ação não vale. Quis fazer politica e se deu mal. Quis melar a votação da PEC e nãolevou. Não isento o calhorda do Renan mas neste caso não caberia sua destituição. O MA usurpou a constituiução. vai continuar como queridinho da mídia?
Joel

Anônimo disse...

Infelizmente, o Sr. Polibio está completamente enganado em sua análise.

Devemos agradecer a Marco Aurélio pela sua coragem, pois ele se sacrificou para nos mostrar com clareza quem é o cangaceiro mor da "república". Até então havia indícios, mas agora está tudo às claras. O Poder Judiciário não ganhou nem perdeu, seu Poder continua sendo igual. Já estava frágil antes de Marco Aurélio. Graças a Marco Aurélio, a Verdade antes oculta tornou-se pública.

Esta é a opinião de todas as pessoas sensatas, como o jornalista Cláudio Dantas:

http://www.oantagonista.com/posts/momento-antagonista-renan-e-reu-e-rei

Políbio, agradeça a Marco Aurélio por mostrar o real Poder do Judiciário. Marco Aurélio apenas nos mostrou a Verdade que já existia e continua existindo.

Anônimo disse...

Por falar em precedente......

VEJA CRITICA MORO POR NAMORO COM AÉCIO

Até a Veja criticou o juiz Sérgio Moro pelo seu comportamento no evento da revista Istoé, no qual foi fotografado conversando animadamente com o senador Aécio Neves; em nota publicada em seu site, a Veja alerta que "alguém precisa avisar Moro que ele está chutando contra o próprio gol"

7 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - Até a Veja criticou o juiz Sérgio Moro pelo seu comportamento no evento da revista Istoé, no qual foi fotografado conversando animadamente com o senador Aécio Neves. Em nota publicada em seu site, a Veja afirma que "alguém precisa avisar Moro que ele está chutando contra o próprio gol".

Abaixo a nota:

Moro errando o gol

A defesa de Lula está empenhada em mostrar que o ex-presidente é perseguido pela Justiça e por um juiz parcial, no caso, Sérgio Moro. Diante disso, Moro resolveu aparecer nesta foto, feita na noite desta terça-feira, em conversa animada com o senador tucano Aécio Neves, citado por pelo menos três delatores da Lava Jato. Alguém precisa avisar Moro que ele está chutando contra o próprio gol.

PERGUNTAR NÃO OFENDE: É pra rir ou chorar?

Anônimo disse...

Coxinhas vão fazer “Pixuleco” da Ministra Cármem Lúcia”?

FERNANDO BRITO · 07/12/2016 - O Tijolaço

Perguntas inevitáveis depois do julgamento do STF:

1- Renan obstruiu a Justiça ou isso só se aplica ao Lula?

2- Vai ter manifestação do “Vem pra Rua”, do MBL, da turma do Kim contra o STF?

3-Vão fazer bonecões da Carmem Lúcia com roupa de presidiária?

4- Vão esculhambar o STF na Globonews?

5- Vão dizer que Temer patrocinou o acordão?

6- Alguém ainda vai usar aquela frase-chavão: decisão judicial não se discute, cumpre-se?

Respostas daqui a pouco, quando começar a Globonews, edição das dez.

Estou louco para ver a cara do Merval.

Aliás, já começou.

Diz Lauro Jardim que “o clima na Procuradoria-Geral da República é de revolta com a decisão da maioria do STF de manter Renan Calheiros no cargo. Disse há pouco um integrante da cúpula da PGR:”O STF ignorou o processo da coisa em si. A assessoria do Renan mentiu para o oficial de Justiça para não receber a notificação. Os ministros deram as costas para o Judiciário como um todo.”

Vai ter “não brinco mais” como houve com os rapazes de Curitiba?

ONDE ANDAM os trouxinhas que foi gritar fora Renan?

Anônimo disse...

Pior ainda... Lula estava certo!
STF todo acovardado...

Anônimo disse...

STF mantém Renan no cargo. Gilmar tocou o sino, a maioria seguiu

FERNANDO BRITO · 07/12/2016 - O Tijolaço

Por seis votos a três – por enquanto – o plenário do Supremo Tribunal Federal reformou a decisão do Ministro Marco Aurélio de Mello de afastar Renan Calheiros da Presidência do Senado.

Com Marco Aurélio votaram apenas Edson Fachin e Rosa Weber. Contra: Celso de Mello, Luiz Fux, Teori Zavascki, Ricardo Levandowski, Dias Tófolli e a presidente Cármem Lúcia.

Renan está impedido apenas de assumir, em substituição, o cargo de Presidente da república, como terceiro na linha de sucessão.

Cumpriu-se o acordo firmado ontem e a parte de Renan, agora, é votar a PEC dos Cortes.

Do episódio, conduzido com inquestionável açodamento por Marco Aurélio Mello mas que, também sem dúvida, ele tinha o direito de tomar, salta aos olhos o poder imperial de Gilmar Mendes sobre a Corte, que não se ofendeu, senão por gaguejos, com um impensável xingatório sobre o ministro relator. Tocou o sino lá de Portugal e todo mundo obedeceu.

Sai, também, um Renan inflado: peitou a Justiça e a Justiça se acoelhou.

TERIA GM orientado toda a estratégia de Renan? Afinal são simbióticos.
http://www.conversaafiada.com.br/brasil/gilmar-mandou-senado-desacatar-stf

Anônimo disse...

Quem fragilizar a magistratura foram os 6 ministros que rasgaram a Constituição.
Marco Aurélio apenas cumpriu a lei !

Anônimo disse...



O comentário de Lucia Maria identificou bem a situação. A decisão do STF foi grotesca, inventaram uma interpretação política das normas jurídicas. Lembro que é obrigação da PGR demandar contra o crime de desobediência e recusa expressa de ciência de ato judicial do STF.
O Min. Marco Aurélio lembrou bem que o impeachment do governo Dilma afeta o governo eleito e seu vice deve ser julgado da mesma forma. O Ônus e bônus de nosso sistema eleitoral deve prevalecer. Apesar de ninguém votar no vice para ser presidente da republica. Um governo que governa sem representatividade.

Anônimo disse...

Esse STF todo é uma farsa, foi montado milimetricamente para acabar com a segurança jurídica do país.

Anônimo disse...

Vai tomar no cú, seu velho brocha!

Anônimo disse...

Políbio deve ser morto!

Anônimo disse...

Concordo plenamente com o editor.
Sou anti Renan, mas M A Mello não poderia ter emitido a liminar, principalmente, por existir um processo em andamento. Deveria ter remetido ao plenário.
M. A. Mello (não esquecer que é primo do Collor) queria ver o circo pegar fogo. Aliás, ele gosta disso.

ganhatudo disse...

Primeiro: Esta certificada a recusa de receber a notificação. O Oficial de Justiça tem fé pública.
Segundo: O Renanse deu por citado, tanto que entrou com pedido de modificação da decisão.
Terceiro: Existe uma escalada. Primeiro se desmoralizou a Polícia ( Principalmente em decisões judiciais). Agora se tenta desmoralizar a Justiça. Só que ela é que deu causa.

Anônimo disse...

Nao vai dar não !
A Petrobras quebrou e vcs não vão ter nada para fazer !!

Silas disse...

A decisão foi obviamente casuística para atender um caso específico
República bananeira.

Anônimo disse...


agora o Polibio o Reinaldo,MBL, VEM PRA RUA e a Veja poderiam iniciar uma campanha pela volta do CUNHA.
O Brasil precisa de um gênio desses pra completar o time, com Jucá e Padilha

Anônimo disse...

O que foi decidido era somente se a liminar era válida e não o mérito do processo. Toffoli pediu vista e o processo está parado. A liminar caiu porque ia contra a lei, que neste caso prevê que do pode ser dada por maioria do supremo. Logo uma decisão monocrática neste caso é ilegal, e só por isso a liminar caiu. Não é difícil de entender.

Anônimo disse...

Políbio,

O 18:34 matou a charada.

JulioK

De Terra de Santa Cruz a Terra Das Intenções e Ações Esquisitas foi só começar a coçar... disse...

Convenhamos, não sejamos hipócritas.
Coisa mais corriqueira é Oficial de Justiça levar "balão".
Infelizmente, a mediocridade e/ou "esquisitas intenções e ações" cada vez mais tomam conta das Instituições.
Nem o STF escapa?
Pelo que já assistimos nessa semana...

Anônimo disse...

Peguntar não ofende:Por que só agora nos extertores do mandato de Renam querm tira-lo do Cargo?O Procesdo contra o Renam é de 2006, no minimo estranho, acho que tem cheiro de feijão queimado, o vice não é do PT? O PT não é contra a reforma?

Anônimo disse...

Quem fragiliza os três poderes é Renan. Ele é o presidente, o imperador, a autoridade máxima, o poder moderador, obrei sol, o inatingível. Nem sei como ele conseguiu ser réu.

Anônimo disse...

Ou o autor dessa ideia, preso.

Anônimo disse...

Kkkkkkkkk. E a Alice, está aonde?

Anônimo disse...

Ontem foi oficializado o que já sempre acontece. Bandido já não recebe oficial de justiça. Esta prática deveria ser considerada crime.

Arno Edgar Kaplan disse...

Barbaridade - um exemplo negativo puxando o outro...

Anônimo disse...

Como na canção de Rita Lee, “Tudo vira bosta”.
O STF do B realizou essa suprema alquimia com a moralidade, seriedade e com a constituição.
Nada nos assombra, tudo nos enoja.
As instituições derramam seus fétidos dejetos sobre nossas cabeças a todo momento.
Quem poderá nos salvar?