Juiz federal bloqueia R$ 3,1 milhões da mulher de Padilha

Um dia depois de bloquear R$ 38 milhões de Eliseu Padilha, a Justiça também tomou decisão semelhante contra a esposa dele, no valor de R$ 3,1 milhões, mas além disto confiscou 2 mil cabeças de gado da fazenda que o ministro tem no Mato Grosso.

A mulher de Eliseu Padilha é sócia do ministro e é também uma das proprietárias de duas fazendas no município de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Mato Grosso.

O bloqueio, segundo o juiz do caso, é uma forma de garantir a reparação dos danos ambientais provocados pelo desmatamento ilegal nas propriedades.

O ministro nega tudo e avisa que nem foi citado no caso.

13 comentários:

Anônimo disse...

Políbio,

De onde saiu o dinheiro para comprar as fazendas??

Do salário de prefeito, deputado ...?

O Brasil esta nesta situação porque político virou sinônimo de "enriquecimento ilícito".

Se a Receita Federal fosse realmente "honesta" e "imparcial", faria um pente-fino em TODOS os ocupantes de cargos públicos(incluindo barnabés dos 3 poderes), incluindo familiares.

Certamente o Brasil estaria muito melhor!!

JulioK





Anônimo disse...

Vai faltar dinheiro para as compras de calcinhas de diamantes!

Anônimo disse...

Quando é que este vagabundo vai parar na cadeia, ao lado do Cunha?
Quem está protegendo ele?
Como é que ele se sustenta num dos cargos mais importantes do governo?
Pensando bem, ele faz o perfil dos atuais governantes brasileiros.

Anônimo disse...

cade o seu video de indignação com todo esses valores milionários, de onde vem? ahh é do PMDBosta...então com certeza é dinheiro lícito....fazendo sua parte editor...

Anônimo disse...

Estranho, escutei que não tinha nenhum tostão nas contas dele?

João Paulo da Fontoura disse...


Primeiro, não gosto nem um pouquinho do ministro Padilha, mas ele tinha (por ser extremamente competente) o escritório, a banca mais lucrativa de Brasilia - em sociedade com o ex-ministro Jobin.

O problema aqui ( sem entrarmos no mérito, pois ninguém de nós sabe algo a repeito) é o perigo do poder sem limites do Judiciário, na base do "em posso, eu mando, eu faço". O judiciário brasileiro deve estar com inveja da Justiça do Trabalho, que não quer nem saber quem é o pai da criança: entro na conta do fulano e tiro a grana na hora ( eu tenho o Poder!).

Estamos vivendo numa república do império dos Juízes, aqueles que repelem teto salarial a si. teto salarial é ( somente) para os meros mortais, não pra nós, deuses do Olimpo!

Anônimo disse...

Muito estranho, o Juiz Federal bloqueando milhões do casal e o Ministro dizendo que nao sabe de nada e sequer foi citado .!!!

Anônimo disse...

Muito estranho, o Juiz Federal bloqueia milhões do casal e o Ministro diz que nao sabe de nada e que sequer foi citado . Seria bom esclarecer este mistério. !!!

Anônimo disse...

E aí, receita federal, quais os antecedentes econômicos desta familia Padilha?? Bens de herança, jogo do bixo,sorte nas loterias, empresas particulares???
Ou a receita foi "desaconselhada" a tomar conhecimento destes meros detalhes???

Carlos Mota disse...

este Padilha é outro que o trem não pega.
Aliás, gostaria de ter certeza de que existe pelo menos 0,1% de políticos honestos em nosso País.
Mas que praga de madrinha jogaram contra o povo brasileiro, desde a famigerada proclamação da república!!!

Anônimo disse...


Não adianta todos tem o rabo preso, cedo ou tarde a coisa vem a tona, ainda que ele façam de tudo para esconderem, não se deram de conta que em tempos de internet e rede social, as noticias voam e não adianta mais comprar a mídia.

Mostra todos os caroços deste angú editor, tem mais coisas escondidas, ou vai esperar que as redes sociais mostrem?

Anônimo disse...

Este aí é o Pablo Escobar da política brasileira.

Anônimo disse...

Este aí é o Pablo Escobar da política brasileira.