sábado, 31 de dezembro de 2016

Governo Temer acaba com promessa mentirosa do metrô de Porto Alegre

O Ministério das Cidades publicou portaria no Diário Oficial da União da sexta-feira que retira R$ 1,8 bilhão previsto para as obras da linha de metrô de Porto Alegre. 

A destinação dos recursos havia sido anunciada de modo eleitoreiro pela ex-presidente Dilma Roussef, em plena campanha de 2014.

Passadas as eleições, nada foi adiante.

4 comentários:

Antônio Vinícius disse...

Então quer dizer que o Quico não vai dar um milhão de cruzeiros para o Chaves???

Anônimo disse...

Se foi uma promessa/mentira, então deve ter o "dedo" de um enganador chamado Lerner...

Anônimo disse...

Temer, aquele que só enxerga os que lhe cercam, os maiores salários da nação, ignora e tripudia sobre a massa trabalhadora deste país. E a reforma política, onde está?

Anônimo disse...

PSDB tenta novo tapetão contra Lula-2018:

31/12/2016 - Brasil 247

Depois de liderar o golpe de 2016, ao não aceitar sua quarta derrota seguida numa eleição presidencial, e de apostar todas as fichas na condenação judicial do ex-presidente Lula, para impedi-lo de concorrer em 2018, o PSDB tira uma nova carta da manga para voltar à presidência por meio de um tapetão; uma proposta de emenda constitucional apresentada pelo senador Paulo Bauer (PSDB-SC) impede que quem já chefiou o executivo duas vezes – como é o caso de Lula – possa voltar a concorrer; a PEC, na realidade, explicita o medo do PSDB diante da possibilidade da volta de Lula...