Governo e oposição unem-se na Câmara para apoiar Fortunati na cobrança antecipada do IPTU

O prefeito José Fortunati, Porto Alegre, acaba de receber inédito apoio político de todos os Partidos com assento na Câmara de Vereadores.

Assinado pelo líder do governo Mauro Zacher, PDT, e da oposição, Sofia Cavedon, PT, o requerimento de apoio político incentiva o prefeito a decretar imediatamente "antecipação da cobrança do IPTU de 2017, com descontos que poderão chegar até 20%".

O prefeito eleito Marchezan Júnior tirou posião contra a cobrança.

Se não buscar os recursos, a prefeitura não terá como pagar o 13o.

O apoio a Fortunati saiu pelos votos dos 25 vereadores que estiveram na sessão plenária desta tarde.

O IPTU, se depender da prefeitura, poderá ser pago até 2 de janeiro com desconto de 12%, mas o benefício poderá ser até maior.

10 comentários:

Magno disse...

Rá... o povo não vai pagar antecipado para dar o "troco" pelo "bom atendimento" que os funcionários públicos nos dão.
Estão vendo funcionários públicos?! Um dia nós, os que pagam a conta, dariam o troco.
Aprendam a atender bem, pois nunca se sabe quando se irá precisar de nós.

Nereu disse...

De pleno acordo com o Marchezan!

Anônimo disse...

Seu Políbo, que quer dizer "TIROU POSIÃO"?

Anônimo disse...

Prezado Polibio, a leitura correta do fato é outra.

Após o principiante futuro prefeito ter dito que não colocaria nenhum vereador como secretário, logo recebeu o recado, ou seja, foi feito pela maioria dos porto-alegrenses, mas não foi eleito pela totalidade.

Se não apreendeu a lição, o novo prefeito não aprovará a nova estrutura da prefeitura na câmara.

Anônimo disse...

Políbio,

A população fará um tremendo sacrifício, em detrimento de suas próprias famílias, para pagar o IPTU.

A ajuda ao incompetente Fortunatti salvará o Natal dos barnabés.

Espero que os Sindicatos de Barnabés levem isto em consideração antes de começarem a perseguição ao novo prefeito.

É a população que sofre!!

JulioK

Anônimo disse...

Se os irresponsáveis de agora partirem para a ignorância, sugiro ao Marchezam dar o mesmo desconto para pagamento em 30 de Janeiro de 2017. E vamos ver a "vaca tossir".

Anônimo disse...

ESTES VERMELHOS DO PDE PT SAO LIXOS, UAI O FORTUNATI DIZIA NA CAMPANHA Q ESTAVA TUDO MIL MARAVILHAS E AGORA N TEM GRANA É... QUE BANDALHEIRA

Anônimo disse...

Quer dizer que o PT apoia o desconto, ou seja, é a favor da renuncia fiscal.

Anônimo disse...

Determinadas opiniões obtusas, expostas aqui, que elegem o funcionário público o "vilão" desse imbróglio criado pela antecipação do IPTU de Porto Alegre esquecem que parte considerável de seus salários vai para o consumo - alimentos, vestuário, compras natalinas - que enchem o bolso da banca privada. Não foi à toa que o SINDILOJAS foi uma das primeiras entidades a lamentar a posição do futuro prefeito em relação ao assunto.

Anônimo disse...


Prá arrancar dinheiro de impostos da população,
situação e oposição sempre se entenderão.

Afinal, se o butim estiver vazio, não haverá o que roubar.

Fortunati incompetente. Marchezan pilantra.

Se os contribuintes fossem somente um pouquinho inteligentes,
paravam de pagar impostos. Explode com tudo. Governos sem
recursos não serão roubados, marajás não serão pagos e o dinheiro
ficará na mão de que produz.

DESOBEDIÊNCIA CIVIL JÁ !!!!