Ex-ministro Aragão estará hoje no RS para falar mal do juiz Sérgio Moro

O ex-ministro da Justiça de Dilma, Eugênio Aragão, que é Subprocurador Geral da República, falará esta noite na Faculdade de Direito e depois no campus central da Ufrgs. As 15h, concederá coletiva no restaurante Gambrinus, Mercado Público.

O ex-ministro faz uma cruzada dentro e fora do País para atacar o juiz Sérgio Moro e até o MPF, a cujos quadros pertence. José Eugênio de Aragão, último ministro da Justiça de Dilma, subprocurador-geral da República, é professor de Direito Internacional Público na Universidade de Brasília. Ele resolveu difamar Moro. Enviou uma mensagem espantosa ao professor Pohlmann. Ele se orgulhou tanto de seu feito que espalhou o texto, no original, em alemão, e uma tradução de própria lavra. Chama Moro de “criminoso”, “gatuno” e “causador de zorra”.

CLIQUE AQUI para ler a lista de acusações difamantes que o ex-ministro endereçou a Moro, tudo no âmbito de carta que enviou para a Universidade de Heidelberg, onde falou o juiz na semana passada. Aragão quis censurar a fala de Moro e foi repelido pelo organizador alemão do evento.