quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Ecovix poderá quebrar o Polo Naval de Rio Grande

A Ecovix confirmou hoje que apelará para a recuperação judicial, ferramenta jurídica muito semelhante à antiga concordata.

A empresa deve R$ 6 bilhões e não tem como pagar.

A Ecovix controla um estaleiro em Rio Grande. Se quebrar, quebrará o Polo Naval junto.

10 comentários:

Anônimo disse...

Quando ofereciam, a uns anos atras aptos para investir em Rio Grande, Cotas de Hoteis, etc ... eu dizia que O que estava ocorrendo em Rio Grande era uma industrialização petista. Que após alguns anos aquela febre iria acabar e tudo iria se depreciar. Chegaram a dizer que Rio Grande seria a segunda cidade do Estado. Como Pode uma cidade como RG depender de uma só empresa (Petrobras) e concorrer com rivais mundiais que produzem pela metade do custo? Mas os sabidões do mercado imobiliário da ocasião riam da minha argumentação.

Eu só sei que tudo que a esquerda coloca a mão, logo após vem a destruição e a decadência.

Diogo Zaddor disse...

É o que digo, prezado Anônimo das 16h14: a esquerda tem o toque de Midas (que tudo que tocava virava ouro), ou seja, tudo que a esquerda toca, vira merda!

Anônimo disse...

E mesmo assim o povo de Rio grande elegeu como prefeito um petista, merecem melhor sorte?

Anônimo disse...

Bah, e agora o petralha Henrique Fontana na oposição a coisa ficou preta mesmo
para os dirigentes da cidade da indústria petralha.Sem falar em cadeia.

Anônimo disse...

Então porque não privatizar a Ecovix? Privatização não é a solução do PMDB?

Fernando Bender disse...

já quebrou, políbio.

Anônimo disse...

Sou morador de Rio Grande, aposentado, não dependo de emprego. Na época da vinda do polo naval, em conversas com amigos, no Cassino que virou um favelão, eu perguntava para quem esse polo vai vender plataformas...??? respondiam que para a Petrobrás. O valor das plataformas eram o dobro ou o triplo das plataformas produzidas na China, Singapura, Coréia do Sul. Eu respondi que o polo teria vida curta, pois chegaria um dia que a Petrobrás iria à falência, pagando por uma plataforma, qdo poderia comprar 3.

- Mtos cassinenses, foram embora para Sta Catarina, por causa da zorra em que virou o Cassino, uma praia, tão calma, onde vivíamos em paz. Hoje, já diminuiu um pouco, temos arrastões, assaltos a luz do dia, traficantes de drogas. Só não vou embora do Cassino, pq tenho uma netinha que me impede de sair.

Leonardo disse...

Interessante,a mídia e os políticos da idade do Sr.Políbio passaram os últimos 30 anos dizendo que o problema da Metade Sul era a monocultura.Daí inventam uma única atividade industrial(monocultura praticamente) e ainda pior com um único só cliente (União).Que fim achariam que isso teria a não ser o fracasso?História existe pra não repetir erros mas a memória é curta.

Roberto disse...

E para complementar os comentários anteriores, basta ver a situação do País, resultado de 13 anos de "administração" petista!

jorge alberto martinez lopes disse...

a engevix ecovix , so o nome hoje a empresa e administrada por um banco que vem tentando resolver as dividas deixadas pela engevix , as negociaçoes com os credores e radicalnos te devemos tanto mas so te pagaremos tanto e aceitar ou nao recebe nada , o polo naval nunca existiu nao passa de um nome pomposo mas a petrobras vai ter que fazer alguma coisa com relaçao a planta do estaleiro rio grande pois investiu muito dinheiro ali e deixar tudo virar sucata seria uma loucura mas como estamos no brasil tudo e possivel