quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Desesperada com dívida no Banrisul, professora estadual tenta atear fogo no próprio corpo em Pelotas

A mídia de Pelotas informa esta manhã que uma professora aposentada de 70 anos tentou atear fogo no próprio corpo nesta terça-feira. Foi numa agência do Banrisul, na Rua Andrade Neves, no Centro da cidade (foto ao lado). A idosa foi cobrada por uma dívida e abalada pelo parcelamento de salário e atraso do pagamento do 13° pelo Piratini.

O Diário Popular diz que ela foi acudida por um, homem e está salva. A professora espalhou álcool pelo corpo e tentou atear fogo.

A professora gritou em voz alta que nunca havia ficado devendo, e culpou os consecutivos atrasos e parcelamentos de salário pela situação.

Milhares de servidores estaduais tiraram empréstimos para cobrir o valor do 13o e contavam com depósitos prometidos e não realizados pelo governo.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

O Banrisul orienta os servidores em situação igual para que renegociem seus débitos.

23 comentários:

Anônimo disse...

Se não for armação, o atraso de onze dias no salário não seria o motivo do individamento, talvez o baixo salário. Quanto 13○ salário, vamos agradecer o cepers e demais sindicatos pelo não pagamento, Foi reclamações fundo ao judiario, que proibidaram a operação junto ao Banrrisul.

Anônimo disse...

Por favor nao se mate. Mate quem esta lhe matando.

Anônimo disse...

E os desempregados dá iniciativa privada que não recebem nem parcelado...? Se não está bom como barnabé ...Pede demissão...

Anônimo disse...

Governador deveria ser preso imediatamente.

Anônimo disse...

Governo sartoru ficou de 'fiador moral' nestes empréstimo, foi dito isso, só buscar gravações/videos.

Nota-se que estão se lixando para toda a população, e servidores que deram suas vidas estão simplesmente sendo 'descartados'.

Editor acredita que as 'reformas do estado' melhorarão alguma coisa ?

Lógico que não, a incompetência aliada ao ego pessoal são muito maiores que os valores éticos/morais desta gente.

Anônimo disse...

OLÍVIO DUTRA E TARÇO GENRO estes são os verdadeiros esquecidos professora...

LeMbra fora BRITO FORA IEDA e FORA FORD ......

Anônimo disse...

A que ponto chega um ser humano tentar contra propria vida por causa de contas...nao quero fazer julgamento e nem devo mas so um detalhe uma pessoa com essa idade deveria saber k no decorrer da vida deveria fazer uma reserva para essas dificuldas, a 20 anos temos noticias k o estadota ruim das financas, a alguns anos a grecia quebrou os aposentados passaram fome...isso tudo e aviso.

Anônimo disse...

efeito pt que destruiu nosso pais, estss dias um homem no rio se matou porque tava desempregado e nao tinha como manter a familia,. dilmentira mentiu q a situaçao era uma maravilha, garantia na eleiçao que nao haveria desemprego, quem nao tiraria beneficios,que nao haveriaa rrocho, que o pais iria crescer= MALDITA SAFADA se aqui fosse serio esta dona estaria na jaula

Anônimo disse...

Chega ao ridículo, dar ares de seriedade e publicidade a esse tipo de chantagem. Na iniciativa privada, milhões deixaram de receber o 13º este ano, e nenhuma notícia, triste porém ridicula como essa, se tem conhecimento. Até parece que ser funcionário publico coloca as pessoas noutro patamar de avaliação, do tipo intocáveis. Basta de privilégios. Se faltou a grana pro 13º, que reclamem de seus sindicalistas e dos politicos irresponsáveis, que exauriram o tesouro. De mim não esperem um milimetro de pena. Lamento pela generalização, e friso não ser nada pessoal. É ideológico mesmo. E assino.
Julio C Schaeffer - Novo Hamburgo.

Anônimo disse...

Sabe o que eu acho mais revoltante nesta história? O fato de que a Yeda Crusius, que havia equilibrado as contas do Estado e até pagou antecipado o décimo terceiro com recursos próprios, ter sido praticamente enxotada do Piratini pelas bruacas do CPERS que só sabem defender o PT. Agora, o magistério está sendo vítima de suas escolhas equivocadas. Fosse a Yeda reeleita, lá naquelas eleições de 2010, duvido que deixaria o RS nesta situação caótica de agora. Tarso Genro fez um limpa nos depósitos judiciais, além de outras artimanhas sujas pra pagar em dia o salário do Executivo e ainda por cima aprovar absurdos aumentos pra categoria. O Executivo não é o "pobrezinho" da história, não!

Anônimo disse...

Chora pro pt vadia.


Os tempos de pt já eram.

Unknown disse...

Pois é... é difícil sustentar professores aposentados precocemente. Sem querer ser sórdido: a quantos anos esta senhora de 70 está aposentada? E que cálculo atuarial surrealista dá sustentabilidade a esta aposentadoria???
Nós, mortais e contribuintes, só nos aposentaremos mediante Atestado de Óbito!!!
Nem vou falar dos coronéis!!!

Anônimo disse...

Fazer reserva com salário de professor? Tu vive na Suécia?

Anônimo disse...

Onde ela estava quando o CPERS fazia campanha contra quem queria evitar o descalabro tendo responsabilidade fiscal e depois quando Tarso dava aumentos sem lastro para o seu sucessor pagar? Não, não tem desculpa para uma professora, pode ter para gente sem instrução, ignorante, mas para professor não tem não.

Anônimo disse...

Armação para criar fato na mídia em dia de votação na Assembléia.
Sabe-se bem quem está por trás disso.

http://www.diariopopular.com.br/index.php?n_sistema=3056&id_noticia=MTIwMjE0&id_area=Nw==

Ultimamente muitas coisas andam pegando fogo, como uma delegacia, presídios e containeres da limpeza pública.
Não duvido de nada.

Anônimo disse...

Uma pessoa com suas faculdades mentais sã, não faz isso.Quantos brasileiros estão endividados até o pescoço por usar o Cartão de Credito ou o Cheque especial e segue a vida negociando com os credores?Um amigo que levou um chapéu de um sócio, ficou internado, um ano, Quando voltou encontrou uma pequena empresa, 8 empregados, pré falimentar, desfez o negócio com o sócio, assumiu dividas com 5 bancos, foi acertando um a um, em dois anos já havia se recuperado, tudo graças a sua competência e aos funcionários que não o abandonaram e não deixaram apeteca cair.

Anônimo disse...

Foi professora de matemática.

Anônimo disse...

O nivel das postagens é de chorar, que nível rastaquera. Devemos sempre prestar homenagem aos nossos mestres, quantos de nós esquecemos os nomes de ex-namoradas, e nunca esquecemos o nome de um professor(a). E é assim que vemos eles, merecedores de receber uma miséria simplesmente por terem seguido uma vocação mal paga, desrespeitada e atualmente até perigosa. Um celerado, tal de Julio C Schaeffer chegou a chamar a senhora de "chantagista", é um pobre coitado, miserável de espírito.

Anônimo disse...

Pelo visto faltaram professores na tua vida...

Anônimo disse...

Tu trata um professor assim, Barnabé? Pelo visto teus filhos são aqueles que agridem e desrespeitam os mestres em sala de aula.

Anônimo disse...

É assim que tu trata uma senhora, uma mestra? Barnabé? Tu deve ser daqueles que os filhos agridem os professores em sala de aula.

Anônimo disse...

Pega isso é diz pros teus professores, que pelo visto falharam em te tornar um cidadão. Deixo contigo a frase de um conservador argentino, Aldo Rico, "o soldado, policial, ou professor cumprem missão, são como o médico que mesmo sabendo que o paciente não tem como pagar, irá fazer o melhor para salvar sua vida. Ganham mal e são mal tratados pela sociedade".

Anônimo disse...


Assim como o Banrisul envia propagandas por e-mail, SMS, rádio, TV e jornais, oferecendo o adiantamento do 13°, deveria ter feito o mesmo informando aos correntistas que estes deveriam ir ao banco para renegociar o empréstimo, uma vez que o governo do Sartori não cumpriu a lei.
Mas não é o que se vê. O resultado disto será via judicial e o contribuinte mais uma vez vai pagar esta conta, graças a incompetência dos gestores. Haverá um dia em que o Banrisul será privatizado e não terá apoio da população, graças as cachorradas que faz para enriquecer o governo e os empresários.