Criança de sete anos leva tiro em barreira policial montada em Porto Alegre

Ao jogar o carro sobre brigadianos que montaram uma barreira na Avenida Elias Cirne Lima, tentando matá-los e fugir, esta madrugada, 1h, uma criança de sete anos que estava a bordo acabou levando um tiro, mas não morreu e está hospitalizada. Foi tudo na avenida Elias Cirne Lima, Porto Alegre.

Uma mulher também estava no carro e não ficou ferida.


Segundo a Brigada Militar, o homem estava dirigindo uma Santa Fé, que foi roubada nesse domingo, na Capital. Ele tem antecedentes criminais por roubo e receptação. Ele está preso.

3 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Unknown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...


O estranho é o "cidadão" que dirigia um carro de luxo roubado e que não obedeceu a ordem legal de parada, investindo o carro contra os policiais, ainda esteja vivo.

Na realidade o desenrolar da ocorrência se deu de forma parcelada, seriam muitos os tiros que alvejariam o veículo, mas como os salários estão parcelados, o enfrentamento também foi também parcelado.
E também não tinham muitos policiais na barreira, é que a corporação deu folga ao efetivo, para que protegessem os políticos nesta segunda-feira, durante as votações na ALRS.