quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

CEEE produz seu primeiro apagão de verão

A CEEE, cuja privatização está reclamada no projeto em exame neste momento na Assembléia do RS, acaba de produzir o primeiro apagão de verão na rua onde trabalha e mora o editor, a Eça de Queiroz.

O apagão começou as 17h32 min.

A CEEE não atende os telefones e não explica nada.

O verão, que começou hoje no RS, começou novamente mal na área da CEEE.

O editor clama pelo fim da CEEE.

17 comentários:

Nelson disse...

Assim como o editor este leitor espera que este elefante seja vendido, quando do fim de sua atuação em Gravataí, minha cidade natal, os serviços melhoraram muito.

Anônimo disse...

Todo fim de ano sempre a mesma coisa! E a tendência é piorar muito mais com essa densidade demográfica aumentando desenfreadamente.A saída para o Brasil se chama aeroporto!!!!

Anônimo disse...

Não foi apagão, foi uma falha puntual, moro perto e não houve nada de anormal aqui.

Anônimo disse...

Agora sim. O editor chapa branca achou um excelente motivo para privatizar o que restou da CEEE. Avisa o tiririca da serra.

Anônimo disse...

Se for privatização do tipo que foi feita pelo Britto melhor deixar como está. Sofro mais com a OI hoje do que com CEEE, afinal foi uma privatização mal feita. A Brasil Telecom já era péssima. E a tendência da OI é piorar cada vez mais, já que está falida, devendo pra todo mundo, inclusive para o Governo do RS. A recuperação judicial até pode salvar a OI, mas não melhorará nada os serviços prestados à população. Tenho OI em casa e no local em que eu trabalho(um órgão público do Estado do RS). No trabalho a cada pouco a coisa não funciona direito, os sistemas estão cada dia piores, a cada enter uma espera e o contribuinte esperando. Trabalhos que necessitam de acesso à páginas da internet então tornam-se uma tortura. Em casa tenho 15MB e recebo no máximo 10MB, quando não cai para metade disso. Ou seja, não basta entregar a iniciativa privada, precisa estabelecer critérios objetivos de resultados futuros. Espero que as do setor energético sejam feitas de maneira responsável e não como foi feito pelo Britto que, aliás, foi trabalhar posteriormente no Opportunity, banco que passou a administrar parte do controle acionário da antiga CRT.

Anônimo disse...

E nós clamamos para que você ganhe um cérebro de Natal.

Anônimo disse...

Apagão? Toda região esta as escuras? Acredito que não passe de um problema pontual, como todos que acontecem também com as outras distribuidoras privadas do estado, a única diferença é que o tempo de atendimento das privadas é maior do que o da CEEE, conforme demonstram os índices do setor elétrico.

Anônimo disse...



E quando a concessionária de energia elétrica for privada, o editor vai clamar o quê?

Que a empresa feche as portas?

Ou lhe forneça velas?

Anônimo disse...

Te mude pra Gravataí, onde a luz é eterna (estou sendo sarcástico, caso tu não entendas). Busque os indicadores DEC, FEC, DIC, FIC da tua rua, poste aqui no blog, que te mostrarei o da minha região em gravataí. Trabalho na RGE e te garando que o serviço é feito com muito esforço e dedicação, mas os investimentos são postergados ao máximo afim de aumentar o lucro da CPFL, ou da State Grid, ESTATAL CHINESA NO CONTROLE DE 2/3 DA DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA DO RS.

Anônimo disse...

deixa de ser burro Polibio, pode mandar SMS pra CEEE faz 4 anos!

e quem garante que o apagao foi culpa da CEEE?
pode muito bem alguem ter derrubado um poste, ter derrubado a tua chave de luz na rua, pode ter cortado os fios.

Kleber Gaiteiro de Souza Souza disse...

O editor pede o fim e morte de todos os canalhas da terra, principalmente os vermes fora da realidade. Velho verme!

Anônimo disse...

A sociedade gaucha clama pelo fim da CEEE!!!!

Anônimo disse...

Ao menos na empresa privada vc tem maior facilidade para processar!

Anônimo disse...

Só pra constar e caso o editor não saiba: falta luz tb na RGE. É absoluta falta de escrúpulos reclamar por um problema pontual, que.talvez tenha durado 5min. Te muda prós EUA, que falta luz.em qualquer te moral e não adianta reclamar. Lá as casas tem gerador direto......

Marcos Paz disse...

Dá pra privatizar a Aes/RGE - Sul? Aqui no meu bairro tem apagão pelo menos uma noite ao mês, em alguns períodos passa a ser semanal.

Anônimo disse...

Boa tarde Polibio.
Você joga o jogo do governo, carta marcada das RGEs nenhum comentário, mas da CEEE uma biografia não autorizada.

Anônimo disse...

Olhem para mim, tenho um rei na barriga, preciso de atenção, e de luz..
É jornalista mas não sabe a definição de apagão.. Só porque está sem energia no prédio já vem com esse dramalhão. A Ceee não precisa explicar a cada consumidor o motivo da falta de luz, precisa resolver e reestabelecer o serviço.
E imagino que nenhuma empresa no mundo vai reestabelecer o fornecimento em 16 minutos, ainda mais em um caso de "apagão"...
É muita besteira em tão poucas linhas..