Carlos Lupi, hoje, forçará saída do PDT do governo Sartori, mas enfrenta resistências

O presidente nacional do PDT almoçará, hoje, com dirigentes e deputados, porque quer que seja examinada sua proposta de saída imediata do governo Sartori. Ele acha que o Partido não pode apoiar o pacote de modernização proposto pelo governador, mas além disto quer iniciar campanhas eleitorais de oposição por parte de Jairo Jorge (governo estadual) e Ciro Gomes (presidência).

Ele quer decidir o caso ainda hoje.

A posição de Lupi enfrenta resistência no RS.

Os deputados estaduais preferem discutir o pacote e dar mais tempo para a discussão.

O PDT também está preocupado com os cargos que mantém no governo gaúcho. O Partido perdeu tudo que tinha no governo federal e também perderá todos os cargos que tem em prefeituras importantes como Porto Alegre e Caxias do Sul.