Artigo, Vitor Vieira - O fracassado PGQP dá as cartas no governo de Marchezan Júnior

O título original do artigo é "Marchezan indica Ricardo Gomes e Adriano Naves de Brito para o secretariado com cara de IEE".

O artigo é de Vitor Vieira, que sentencia: "O PGQP é um famigerado e caro programa de qualidade e produtividade na atividade público, copiado de modelos privados, que nunca mostrou resultados práticos na administração pública gaúcha, poque ela continua tão quebrada quanto era antes dele!".

O prefeito eleito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr,, do PSDB, anunciou nesta quarta-feira mais dois novos nomes para seu secretariado, que assumirá no dia 1º de janeiro: 1) Adriano Naves de Brito, pedagogo, bacharel em Direito e pós-doutor em Filosofia, para a Secretaria da Educação; 2) Ricardo Gomes, vereador eleito, para a nova Secretaria de Desenvolvimento Econômico. 

Ricardo Gomes é ex-presidente do Instituto de Estudos Empresariais. Aliás, é essa entidade que está dando as cartas na formação do governo de Nelson Marchezan Jr. O IEE - Instituto de Estudos Empresariais foi criado no início da década de 80 tendo como fundadores os empresários Jorge Gerdau Johannpeter e Sheun Ling. O objetivo era formar no pensamento liberal os herdeiros das grandes fortunas gaúchas. Hoje, Sheun Ling está retirada da vida empresarial, continuada por seu filho William Ling. Já o barão do aço Jorge Gerdau Johannpeter continua ativissimo. Ele é a eminência parda por trás da formação do governo de Nelson Marchezan, junto com seu PGQP, um famigerado programa de qualidade e produtividade na atividade público, copiado de modelos privados, que nunca mostrou resultados práticos na administração pública gaúcha.

CLIQUE AQUI para ler mais.

16 comentários:

Anônimo disse...

Que bom Polibio. Acho que agora com o modelo q vc chama de liberal a sociedade gaucha vai ter vez em vez da mafia do servico publico dos tres poderes, que sao quem manda e quem mama no Estado ha anos.

Anônimo disse...

filhos da puta....

Paulo SG disse...

La vem aquela velha besteira de querer aplicar um sistema empresarial à administração pública.
Não dá certo.
A administração de São Leopoldo tentou e quebrou a cara.
Empresário de sucesso acaba indo embora porque não aguenta a burocracia, as regras e a morosidade do serviço público.

Anônimo disse...

Idealizado pelo Dr. Jorge, o museu Iberê deu no que deu. Então,já viu, né?...

Anônimo disse...

Já escrevi aqui no blog que Marchezann esta dizendo que vai implantar o que já esta sendo feito por Fortunati. Contrato de metas que os secretários assumem compromissos, indicadores, gratificações com base na produtividade, o PGQP já vigora no serviço público municipal há uma bom tempo. O problema são as estruturas inchadas, os CC's e secretários adjuntos que somente atrapalham na tomada de decisão.

Anônimo disse...

bom

Anônimo disse...

Polibio,
PGQP só funciona nas entidades que estão a fim de observar e cumprir todas as regras,se houver corpo mole nada funciona, duvido que no desgoverno Tarso os controles todos devem ter ido para o lixo.

Anônimo disse...

Esse primeiro secretario com essa formacao e petralha...homem de respeito jamais faria esse curso de filosofia e historia tambem e curso de petralha

Anônimo disse...

Otimo Pibo!!!

Anônimo disse...


Talvez o PGQP ainda não tenha tido tempo para apresentar resultado. Se a prefeitura está implantando este modelo, bom para o cidadão. Espero que Marchezan cale a boca deste pessoal e exonere estes CC's de uma vez por todas. E convenhamos Secretario Adjunto é piada, coloca um servidor de carreira ao lado do secretario que fica mais fácil de começar as mudanças. Estes secretários adjuntos ninguém sabe a que vieram. Tenho um conhecido que disse que o adjunto na secretaria dele vivia tentando puxar a cadeira do titular, que era de partido diferente. Não funciona! Acaba com este cargo de SECRETÁRIO ADJUNTO que é um CC a menos em cada secretaria para atrapalhar.

Anônimo disse...

PQGP ?!?
De novo nãããããããããããoooo ...

Anônimo disse...

PGQP é uma fraude só para mamar dinheiro, outro antro de pestistas.
Joel

ganhatudo disse...

A culpa é do famigerado programa ou de quem só o segue a meia boca?

Anônimo disse...

O Marquesan poderia aplicar o sistema 5 S.. sentei.. senti.. sofri.. suei.. sorri !!!! faz um sucesso enorme ai no sul....

Anônimo disse...

Pgqp= embromação e pouco resultado, coisa de empresa privada mal copiada pro setor público. Por essas e outras o RIO GRANDE não vai pra frente.

Anônimo disse...

No governo Fortunatti, o Secretário Adjunto tinha carro locado só pra ele e mais cargos de ccs.