Só Para Porto Alegre - Você percebe mais Brigada nas ruas ?

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Artigo, Cora Rónai, O Globo - A caminho do brejo

Um país vai para o brejo quando políticos lutam por cargos em secretarias e ministérios não porque tenham qualquer relação com a área, mas porque secretarias e ministérios têm verbas

Um país não vai para o brejo de um momento para o outro — como se viesse andando na estradinha, qual vaca, cruzasse uma cancela e, de repente, saísse do barro firme e embrenhasse pela lama. Um país vai para o brejo aos poucos, construindo a sua desgraça ponto por ponto, um tanto de corrupção aqui, um tanto de demagogia ali, safadeza e impunidade de mãos dadas. Há sinais constantes de perigo, há abundantes evidências de crime por toda a parte, mas a sociedade dá de ombros, vencida pela inércia e pela audácia dos canalhas.

Aquelas alegres viagens do então governador Sérgio Cabral, por exemplo, aquele constante ir e vir de helicópteros. Aquela paixão do Lula pelos jatinhos. Aquelas comitivas imensas da Dilma, hospedando-se em hotéis de luxo. Aquele aeroporto do Aécio, tão bem localizado.

Aqueles jantares do Cunha. Aqueles planos de saúde, aqueles auxílios moradia, aqueles carros oficiais. Aquelas frotas sempre renovadas, sem que se saiba direito o que acontece com as antigas. 

Aqueles votos secretos. Aquelas verbas para “exercício do mandato”. Aquelas obras que não acabam nunca. Aqueles estádios da Copa. Aqueles superfaturamentos. Aquelas residências oficiais. Aquelas ajudas de custo. Aquelas aposentadorias. Aquelas vigas da perimetral. Aquelas diretorias da Petrobras.

A lista não acaba.

CLIQUE AQUI para ler tudo.

8 comentários:

Anônimo disse...

NA DÉCADA DE 30, OS ALEMÃES ACHARAM UM CULPADO PARA OS SEUS MALES...

Aqui no Brasil, existe apenas um único partido político que é o responsável pelo Brasil ter ido para o brejo!

Justiniano disse...

Uma nova república é impossível, pois temos um povo corrupto, que começa por não respeitar leis, sempre com o jeitinho brasileiro, ou como disse o ministro da educação do PT, "a maneira criativa dos brasileiros resolverem os problemas", como aqueles alunos colando e achando espertos em enganarem professores ou atestado frio para faltar a aula e faltar o trabalho.

Erradicar a corrupção é difícil, pois está do DNA da maioria do povo ser malandro e safado. Que aceita dinheiro por voto ou uma cesta básica por voto, não devolver o dinheiro que veio a mais no troco, jogar lixo na rua. Quando uma pessoa honesta devolve uma carteira forrada de dinheiro, a maioria comenta que foi otário em devolver a mesma. Saqueiam cargas tombadas em acidentes e se acham espertos em roubar a carga.


Por isso somente uma tremenda desgraça como um tsunami que varresse cidades inteiras do litoral do país, porque somente uma comoção nacional em grande escala poderia resultar numa mudança significativa no comportamento do brasileiro.

Senão aprende pelo amor, aprende pela dor.


Luiz Campos disse...

Sem a recuperação da moralidade, não haverá saída para depressão econômica. O problema é que parece não haver clima para repensar-se posições. Muita gente - mas muita gente MESMO - continua aferrada ao seu individualismo estreito e à ideia de que consumir e adquirir é sinônimo de respeito e sucesso. O país precisa reaprender lições de humildade e modéstia. Se a maioria permanecer como se estivesse numa competição por status e dinheiro, racionalizadas como "realização pessoal", não haverá salvação.

Anônimo disse...

Este cara está 516 anos atrasado na suas declarações. Quando Cabral mandou Caminha escrever a carta informando que descobriram o Brasil( que já tinha sido mapeado pelos portugueses antes de 1500) o escrivão da frota aproveitou da boa notícia e colocou um pedido para uma vaga na cortedo rei para um sobrinho. O problema foi o PT que loteou os mais de 150.00 cargos durante os 13 anos que ficou no poder. Só lembrando que criaram o "auxílio desemprego turbinado" para estes caras com as famosas quarentenas......ficaram 6 meses depois de sairem da vaga recebem o salário integral.

elias disse...

Luiz campos.
Como recuperar moralidade no mundo de hoje?
Os professores usam camisa do assassino thce , só fala em comunismo e mora com a mãe, aos 40 45 anos.

Anônimo disse...

A fonte primaria da infecção que corre no sangue do pais são o STF e a PGR…por lá está aquilo que não deixa a crise passar.. A economia desde o impichi era para ser retomada e o que se vê são espasmos…e caindo mais levando as empresas e familias a miseria..Só há duas maneiras de limpar cirurgicamente do organismo o STF e a PGR… com as FFAA com armas e com o Senado pelas leis…ou se faz isso ou a septicemia vai tomar conta do país…e a economia vai paralisar…

Anônimo disse...

Um país vai para o brejo quando arrebentam os Fundos de Pensão e depois escalpelas os aposentados para pagarem as contas ou vai para o brejo quando usam Cartão Corporativo para comprarem até tapioca, um país vai para o brejo quando há proteção para menores criminosos e ou beneficios para prisioneiros de alta periculosidade e reincidentes ad eternum.Brasil, País de Tolos.

Anônimo disse...

Um país vai para o brejo quando arrebentam os Fundos de Pensão e depois escalpelas os aposentados para pagarem as contas ou vai para o brejo quando usam Cartão Corporativo para comprarem até tapioca, um país vai para o brejo quando há proteção para menores criminosos e ou beneficios para prisioneiros de alta periculosidade e reincidentes ad eternum.Brasil, País de Tolos.