sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Análise - Entenda por que a inflação do IPCA despencou em novembro

A surpresa baixista com o resultado do IPCA de novembro foi explicada pela maior deflação dos preços de alimentação. Análise da equipe de economistas do Bradesco, sexta-feira, dia 8 de dezembro. 

O IPCA registrou alta de 0,18% em novembro, conforme divulgado hoje pelo IBGE. O resultado foi inferior  à nossa projeção (0,25%)  e à mediana das expectativas do mercado (0,27%), de acordo com as projeções coletadas pela Bloomberg. Com isso, o índice desacelerou em relação ao mês anterior, quando havia subido 0,26%. Em relação ao nosso número, a surpresa baixista se concentrou no menor avanço dos preços de alimentação fora do domicílio e na maior deflação de gasolina. Assim, o IPCA acumulou elevação de 6,99% nos últimos doze meses, abaixo da alta de 7,87% observada anteriormente.

Cinco dos nove grupos contribuíram para a desaceleração do índice no período, com destaque para o item de alimentação e bebidas, que saiu de uma deflação de 0,05% em outubro para outra de 0,20% no mês passado. No mesmo sentido, os artigos de residência também ampliaram a queda, ao recuarem 0,16% (ante -0,13%).

CLIQUE AQUI para ler mais.

Nenhum comentário: