quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Alta das vendas reais dos supermercados sustenta expectativa de melhora do comércio varejista em novembro

As vendas reais dos supermercados cresceram 0,7% entre outubro e novembro, de acordo com os dados divulgados ontem pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e dessazonalizados pelo Departamento de Estudos e Pesquisas Econômicas do Bradesco.

 Na comparação com o mesmo período de 2015, as vendas reais registraram avanço de 5,0%, acumulando uma variação positiva de 1,5% no ano. Em termos nominais, a elevação inter-anual foi de 12,3%. A expansão das vendas do setor supermercadista em novembro sustenta a expectativa de crescimento do comércio varejista no período, compensando parcialmente o fraco desempenho do mês anterior. 

Um comentário:

Anônimo disse...

ISSO PODE NÃO ACONTECER! AS PESSOAS DEIXAM DE COMPRAR CARROS, DEIXAM DE VIAJAR, DEIXAM DE IR A RESTAURANTES OU SHOPPINGS, CONCENTRANDO EM COMPRAS DE SUPERMERCADOS PARA COMER EM CASA, PARA FICAR EM CASA, OU PARA LEVAR RANCHO PARA A CASA DE PRAIA.