A outra cobertura de Lula paga pela Odebrecht

O Ministério Público comprova que o dinheiro usado na compra de um imóvel em São Bernardo para o ex-presidente partiu do “departamento de propina” da empreiteira e o petista pode virar réu pela quarta vez, denuncia neste final de semana a a revista Istoé. A expectativa no meio jurídico é por uma condenação já no primeiro trimestre de 2017

Leia a reportagem de Germano Oliveira, a seguir:


Quem acompanhou de perto a trajetória do ex-presidente Lula, desde o sindicalismo, sabe que ele nunca foi de mexer no próprio bolso. A expectativa em torno do seu poder pessoal sempre fez com que ele fosse bancado por empresários amigos. O que a Lava Jato desvendou é que quando Lula ascendeu ao Planalto essas relações se aprimoraram e a lista de companheiros-mecenas só aumentou. Em troca de benesses políticas e também pessoais, segundo as investigações, o petista traficou influência, assumiu o “controle supremo” da corrupção na Petrobras e escancarou-lhes as portas não só do seu governo como do da sucessora. O que se descobriu na última semana a partir de depoimentos e farta documentação é que, dentre os presentes recebidos por Lula, não escapou nem a cobertura onde ele mora em São Bernardo do Campo. Ou seja, não foram só o tríplex no Guarujá e o sítio em Atibaia. O ex-presidente tentou esconder ser dono de outro imóvel, simulando um contrato fictício de aluguel com o “testa de ferro” Glaucos da Costamarques, primo de seu amigo do peito José Carlos Bumlai. O apartamento em questão é vizinho de outra cobertura, também de propriedade do petista, localizada no 11º andar do edifício Hill House.

CLIQUE AQUI para ler tudo,

21 comentários:

Anônimo disse...

O mais honesto fez toda esta corrupção. Imaginem o que fizeram os nem tão honestos assim.

Unknown disse...

Sem comentários!!!
O milagre é estar solto!!!

Anônimo disse...

Cada enxadada, uma minhoca.

Unknown disse...

Lulla adora coberturas... tomara que ele seja bastante "coberto" na prisão!!!

Anônimo disse...

Mais um imóvel que lula nunca morou, não está em seu nome, não mora nenhum parente.

Anônimo disse...

Quem quer ganhar de graça um apartamento é só seguir Lula, pois todo apartamento em que ele entrar não tem dono e ninguém sabe de nada, portanto pode ser ocupado, pois não é nem invasão!

Anônimo disse...

E o santo ainda diz que não fez nada, que é inocente. Agora não reara dúvida que foi o grande Chefão do Petróleo. Cadeia já!

Anônimo disse...

DERROTADO POR PUTIN, OBAMA ESCANCARA SUA DOR DE COTOVELO NA SAÍDA:

Em sua última entrevista coletiva na Casa Branca, Barack Obama foi o retrato do fim do Império americano, ao classificar a Rússia como um "país fraco"; a declaração ocorreu depois da derrota dos Estados Unidos em Alepo, na Síria, onde as forças rebeldes, apoiadas pela Casa Branca, foram derrotadas pelo governo de Bashar Al-Assad, com apoio da Rússia; Obama também acusou o governo de Vladimir Putin de ter colocado Donald Trump na presidência dos Estados Unidos, por meio de ciberataques – o que, se for verdade, seria uma demonstração de força, e não da fraqueza russa; o declínio americano tem consequências para o Brasil, uma vez que significa a reafirmação de uma ordem multipolar justamente no momento em que o Brasil, com Michel Temer, decidiu abandonar a política externa dos governos Lula e Dilma para tentar voltar a ser quintal e satélite dos Estados Unidos; vídeo

17 DE DEZEMBRO

247 – Ao conceder sua última entrevista coletiva na Casa Branca, nesta sexta-feira, Barack Obama foi o retrato do fim império americano, ao classificar a Rússia como um país fraco.

A declaração ocorreu depois da derrota dos Estados Unidos em Alepo, na Síria, onde as forças rebeldes, apoiadas pela Casa Branca, foram derrotadas pelo governo de Bashar Al-Assad, com apoio da Rússia.

Obama também acusou o governo de Vladimir Putin de ter colocado Donald Trump na presidência dos Estados Unidos, por meio de ciberataques – o que, se for verdade, seria uma demonstração de força, e não da fraqueza russa.

O declínio americano tem consequências para o Brasil, uma vez que significa a reafirmação de uma ordem multipolar justamente no momento em que o Brasil, com Michel Temer, decidiu abandonar a política externa dos governos Lula e Dilma para tentar voltar a ser satélite dos Estados Unidos.

OBAMA se preocupou em derrubar Dilma e difamar o lula, que esqueceu o próprio quintal e levou ou xeque-mate do Putin. TOMA

sempre mais disse...

Será que algum contribuinte vai ficar revoltado quando esse marginal for preso? Ah.... só políticos e 10% dos ignorantes que vivem ás custas do contribuinte. Não dá ânimo pagar impostos.

Anônimo disse...

VÍDEO DO BLOG DA CIDADANIA EXPÕE A HIPOCRISIA DE SILAS MALAFAIA:

Vídeo produzido pelo Blog da Cidadania expõe a hipocrisia do pastor Silas Malafia; veja o que ele disse do ex-presidente Lula e o que ele afirmou após ser alvo de condução coercitiva.

17 DE DEZEMBRO DE 2016

247 – Um vídeo produzido pelo Blog da Cidadania expõe a hipocrisia do pastor Silas Malafia, que foi alvo de condução coercitiva por decisão judicial.

"Condução coercitiva como se eu fosse bandido? Não podiam me chamar para prestar depoimento?", questionou.

Sobre o ex-presidente Lula, alvo de condução coercitiva em março deste ano, ele afirmou que Lula não deveria reclamar, uma vez que tudo ocorreu com autorização judicial.

Leia, ainda, texto de Eduardo Guimarães:

Coercitiva de Malafaia mostra por que não se deve defender arbítrio

Por Eduardo Guimarães
Este texto é uma “homenagem” aos picaretas, safados, pilantras, sem vergonhas, ladrões, mistificadores, corruptos e sem-noção que gostam de acusar os outros de corrupção e pedir abusos contra eles – como faz a dupla na foto acima -, mas que, quando o abuso é contra si, clamam por “Estado de Direito”

Na foto, vemos José Serra, tão eloquente ao acusar Lula e outros petistas, mas literalmente mudo quando é acusado das mesmas coisas de que acusa seus inimigos.

Sobre Malafaia, há pouco a dizer sobre a condução coercitiva do “pastor” explorador de pobres, demagogo e picareta levada a cabo pelas autoridades nesta sexta-feira 16 de dezembro.Trata-se de figura abominável ligada a tudo que há de pior neste país e notório pela cara-de-pau.

Para que se tenha uma ideia do nível de picaretagem desse sujeito, ele afirma que os cem mil reais que é acusado de receber de um esquema de corrupção foram pagos para “orar” (?!!) pelo envolvido nesse esquema que fez o pagamento.

Eita oraçãozinha cara, não?

O que Malafaia fez ou deixou de fazer – e, se for investigado, não lhe sobram nem os poucos cabelos emoldurados pela careca – não é o que importa aqui. O que importa é que esse indivíduo constitui o melhor exemplo de por que não devemos defender arbítrio nem quando é praticado contra nossos desafetos, pois hoje foi com eles e amanhã será conosco.

Parece elementar, não é? Mas Malafaia não entende. Aliás, há tanta coisa elementar que esse ser não entende que não espanta que não entenda o simples fato de que arbítrio feito a uns é arbítrio feito a todos.

E, com efeito, por que conduzir esse picareta coercitivamente se ele nunca havia se recusado a depor? É exatamente o mesmo arbítrio praticado com Lula.

Não importa se você gosta ou não de Lula ou de Malafaia ou do raio que o parta: você não deve endossar ou até estimular abusos contra nenhum deles, pois abuso é daquele tipo de praga que quando escapa não escolhe vítimas.

Malafaia, quando Lula foi levado a depor coercitivamente, gravou um vídeo em comemoração. Foi opondo argumentos aos argumentos de Lula contra a própria condução coercitiva. Com Lula, foi tudo legal. O que a lei fez, tinha “direito” de fazer.

Assista Malafaia versus Malafaia, produção exclusiva do Blog da Cidadania.

Perguntaram ao “pastor” por que a doação de cem mil reais feita a ele para “orar” pelo picareta envolvido em esquema de corrupção foi depositada em sua conta pessoal e não na conta de sua igreja. A explicação dele é um primor de “embromation”:

“(…) Recebo oferta, como vários pastores. Eu fui na igreja desse pastor Abud, que é meu amigo, em 2011. ‘Ore aqui por um empresário que está envolvido em negócios’. Eu orei por ele. Em 2013, o Michael Abud me liga e diz: ‘Silas, sabe aquele empresário por quem você orou? Ele quer fazer uma oferta pessoal (…)”

Não se pode afirmar cem por cento que Malafaia, Lula ou qualquer outro seja culpado antes que estejam esgotadas as suas chances de defesa. O problema é quando essa pessoa não só apoia abusos mas, quando é vítima daquilo que apoiou, diz que abuso contra os seus desafetos, tudo bem, mas consigo, não.

Anônimo disse...

JANOT: LULA ATACA TODO MP AO PROCESSAR DELTAN:

O procurador-geral Rodrigo Janot mandou o recado ao ex-presidente Lula, que ingressou com ação de danos morais contra o procurador Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato, depois de ser classificado como "comandante máximo" do esquema de corrupção na Petrobrás; para Janot, "a ação de reparação por danos morais contra Dallagnol "revela uma tentativa de isolar um dos procuradores do grupo, para facilitar o ataque e enfraquecer a defesa"; "Contudo, o ataque a um membro do Ministério Público no exercício da função é um ataque a todo o Ministério Público"; ao justificar o pedido de indenização, a defesa de Lula afirmou que "o processo penal não autoriza que autoridades exponham a imagem, a honra e a reputação das pessoas acusadas, muito menos em rede nacional e com termos e adjetivações manifestamente ofensivas".

17 DE DEZEMBRO DE 2016

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mandou um recado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao afirmar que ‘o ataque a um membro do Ministério Público no exercício da função é um ataque a todo o Ministério Público’. O petista ingressou com ação de danos morais contra o procurador Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato, da Polícia Federal.

O petista quer R$ 1 milhão de Deltan após o procurador anunciar, no dia 14 de novembro, ao lado de outros doze procuradores, a primeira denúncia contra Lula por suposto recebimento de propina de R$ 3,7 milhões da empreiteira OAS. Na ocasião, Deltan classificou Lula de ‘comandante máximo’ do esquema de corrupção instalado na Petrobrás entre 2004 e 2014.

"A ação de reparação por danos morais contra um único procurador, quando a apresentação da denúncia foi feita por um grupo de 13 integrantes da força-tarefa, revela uma tentativa de isolar um dos procuradores do grupo, para facilitar o ataque e enfraquecer a defesa", anotou Janot, que também preside o Conselho Nacional do Ministério Público. “Contudo, o ataque a um membro do Ministério Público no exercício da função é um ataque a todo o Ministério Público", complementou por de nota enviada através de sua assessoria de comunicação.

De acordo com o procurador, o processo contra Deltan "é uma retaliação e mais uma tentativa de intimidação contra procuradores que têm agido de modo profissional, impessoal, equilibrado e responsável". "Tenho plena confiança que o Judiciário não dará guarida a atitudes infundadas contra membros do Ministério Público em virtude de seu trabalho", complementou.

Segundo Janot, "num Estado de Direito, aquele que exerce a função da persecução criminal, em favor do interesse público, precisa ser protegido da retaliação dos acusados". "Só assim teremos o império da lei. Ou é isso, ou se inviabilizará a atividade de responsabilizar os criminosos do círculo do poder", complementou.

Defesa de Lula

Ao justificar o pedido de indenização por danos morais, a defesa de Lula afirmou que "nenhum cidadão pode receber o tratamento que foi dispensado a Lula pelo procurador da República Dallagnol, muito menos antes que haja um julgamento justo e imparcial".

"O processo penal não autoriza que autoridades exponham a imagem, a honra e a reputação das pessoas acusadas, muito menos em rede nacional e com termos e adjetivações manifestamente ofensivas", acrescenta a nota, assinada pelos advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins.

De acordo com o texto, a mesma coletiva concedida por Dallagnol "já é objeto de pedido de providências perante o Conselho Nacional do Ministério Público, ainda pendente de análise". "O fato também foi levado ao conhecimento do Comitê de Direitos Humanos da ONU em atualização feita no mês passado".

Façanha, o advogado do povo disse...

É preciso "golpear" uma possível candidatura de Lula à presidência da República em 2018...

Anônimo disse...

BEM PELA MATÉRIA DA ISTO É, LULLA FRAUDOU ATÉ O IMPOSTO DE RENDA.

ETA HOMI HONESTI.

Anônimo disse...

O que o deltan fez nao se faz nem na korea do norte. Nem stalin teria feito.

Anônimo disse...

LULA JULGA-SE TÃO PODEROSO QUE SIMPLESMENTE NÃO PODE VIVER EM UMA SÓ COBERTURA, O SEU EGO NECESSITA MORAR EM DUAS COBERTURAS, MAIS UMA NO GUARUJA E MAIS TANTAS OUTRAS QUE NAO SABEMOS.!!!

Anônimo disse...

Afonso do triplex, o ex-zelador, não acrescenta nada à acusação de Moro:

17/12/2016

A testemunha de acusação elencada pelo MPF-PR tentou a sorte na política neste ano, mas não foi eleito
Crédito: Divulgação

Jornal GGN - O ex-zelador do triplex fatídico deu seu testemunho ao juiz de primeira instância Sérgio Moro. No seu texto, além de chamar políticos de "lixo", não apresentou nenhuma prova para sustentar acusação dos promotores contra Lula. Moro negou à defesa o direito de fazer perguntas.

Afonso José Pinheiro, o Afonso do Triplex nas eleições, é ex-zelado do edifício Solaris e seu depoimento aconteceu ontem, dia 16, na Justiça Federal de Curitiba. Ele é testemunha de acusação que afirma que o triplex da OAS é de propriedade do ex-presidente.

O juiz de primeira instância, Sérgio Moro, não permitiu que a defesa fizesse perguntas ao ex-candidato a vereador pelo PP, se ele fizera menção ao ex-presidente em seus discursos de campanha ou ainda se ele apoiara a prefeito alguém de partido de oposição ao PT na última eleição. Moro, juiz de primeira instância, também proibiu que a defesa fizesse perguntas sobre falas públicas do candidato sobre Lula.

Quando Moro permitiu que ele respondesse algo, o ex-zelador do Solaris diz que entrou na política depois de ter sido demitido do cargo pela polêmica do triplex. Diz ele que foi o que "mais sofreu" em toda esta história, com a qual não tinha nenhum relação. Moro, solidário, ao fim da audiência lamentou que ele tivesse perdido o emprego. Mas ele disse estar novamente empregado.

Em um momento do depoimento, Afonso do Triplex ofendeu a defesa de Lula e os políticos em geral, chamando todos de "lixo", e dizendo que a defesa desrespeitava Moro.

Afonso disse que "todos no condomínio sabiam que Lula era dono", mas não conseguiu apresentar nenhuma prova para esta alegação. Disse que em seus contatos pessoais com os outros moradores das quatro torres, resolvia problemas nos apartamentos, mas no 164-A, alvo da questão, seu contato nunca foi com a família de Lula, mas com a OAS, que é proprietária de fato e direito do imóvel.

"Quando tinha problemas na unidade 164-A, eu entrava em contato com a engenheira Mariuza", disse ele sobre o referido apartamento e sobre a funcionária da OAS que tinha as chaves do imóvel e que já testemunhou afirmando que nem Lula nem a família jamais tiveram acesso à chave.

Afonso, o ex-zelador, admitiu nunca ter visto qualquer documento que demonstrasse a propriedade do imóvel como sendo do ex-presidente e de Dona Marisa. E disse que eram os corretores que usavam esta possiblidade como propaganda de venda de imóveis, a de que Lula seria proprietário de uma unidade.

O ex-zelador disse mais, que Igor Pontes, da OAS, o repreendeu por dizer que o apartamento seria de Lula, no lugar de dizer que era da OAS.

Afonso foi o único, entre as 23 testemunhas, que disse que Lula visitou o apartamento duas vezes, e não apenas uma.

Rosivane Soares Cândido, engenheira da construtora Talento, que trabalhou na reforma do triplex do Guarujá, também foi ouvida no mesmo dia que Afonso. Ela afirmou ter presenciado a visita de Dona Marisa e do filho somente uma vez ao imóvel. Disse que ouviu da OAS que Lula seria um cliente em potencial, e que ouviu somente boatos, de comerciantes e trabalhadores do local, como o ex-zelador, de que Lula seria proprietário de uma unidade.

Ela disse que, de concreto, jamais viu qualquer documento que comprovasse os boatos, e que sua empresa foi contratada pela proprietária do apartamento, a construtora OAS.

Anônimo disse...

ACORDA RETARDADO, VOTOU NO PT E A CULPA É DOS EUA??? IGNORANTE FDP HAHAHA

Rocco disse...

Esperamos que ele vá morar numa cobertura na prisão, ou no andar superior de um beliche em sua cela...mas não por muito tempo, pois a exemplo de seus ídolos ditadores que tão morrendo, ele também caminha para o mesmo fim, e logo passará a ocupar uma cobertura perpétua num jazigo qualquer por aí...esperamos que muito breve

Rocco disse...

Esperamos que ele vá morar numa cobertura na prisão, ou no andar superior de um beliche em sua cela...mas não por muito tempo, pois a exemplo de seus ídolos ditadores que tão morrendo, ele também caminha para o mesmo fim, e logo passará a ocupar uma cobertura perpétua num jazigo qualquer por aí...esperamos que muito breve

elias disse...

Bah, hoje tá bem bão.
2 extensos artigos do 247.
Dá=lhe polibio.
Se eu quisesse ler essa merda, eu ia lá. `Poupe seus leitores.

Anônimo disse...

Se qualquer cidadão escondesse do LEÃO um apezinho JK de 30 m2 estaria ferrado, com multas, contas bloqueadas, etc... LULA esconde não somente uma , mas duas coberturas , um sítio bacana, com piscina , sauna e lago , paga uma Banca VIP de Advogados, loca jatinhos e o LEÃO não tem interesse em analisar sua Declaração de Renda , sua Variação Patrimonial , suas despesas e sua receita .!!!