Arrastão encurrala motoristas na Marechal Andréa com Nilo Peçanha, Porto Alegre.

A foto ao lado é mera ilustração.


Agora há pouco, 13h, um grupo de ladrões e assassinos armados, realizaram arrastão entre os carros obrigados a parar diante da sinaleira que separa a rua Marechal Andréa e a avenida Nilo Peçanha, Porto Alegre.

A Marechal Andréa é a rua do Colégio Província. Nela, já ocorreram rendição de pais e mães de alunos, conforme o próprio editor postou neste espaço seguidas vezes.

Ao lado da Savarauto Toyota.

Eles atemorizaram, roubaram o que quiseram e foram embora sem serem molestados. Depois assaltaram a farmácia Panvel, também na Nilo Peçanha. A direção do grupo Panvel disse ao editor que não tem registro da ocorrência, mas o grupo não costuma passar informações quando suas farmácias são assaltadas. 

O policiamento ostensivo não existe em Porto Alegre desde que assumiu o governo Sartori, que continua sem gestão e sem autoridade na área da segurança pública.