sábado, 11 de maio de 2013

Brigadiano esmaga testículos de ex-secretário de Tarso e pergunta: "Quantos milhões tem neste saco, seu corrupto?"

- OAB, MJDH, governo do Estado, CNBB, Cpers, PCdoB, Zero Hora e Assembléia, todos calam diante da violação dos direitos mais elementares do dirigente comunista preso pela Polícia Federal. O escândalo não tem precedentes na história do RS. Jamais, antes, um secretário de Estado foi parar no Presído Central e lá foi torturado desta forma. 

Desde a semana passada circulavam entre advogados e deputados estaduais a versão completa da agressão que sofreu o ex-secretário estadual do Meio Ambiente, Carlos Fernando Niederesberg, preso pela Polícia Federal no âmbito da Operação Concutare.

. Depois que os delegados da PF entregaram o dirigente comunista no Presído Central, ele foi encaminhado para revista, quando um dos brigadianos que fazem a segurança da cadeia aproveitou a ocasião para agredi-lo fisicamente. Com uma das mãos apertando fortemente os testículoos de Carlos Fernando Niedersberg, disse o brigadiano, escandindo cada palavra, em tom de forte revolta:

— Quantos milhões tem neste saco, seu corrupto?

. O ex-secretário comunista passava pela revista para ir falar com seu advogado, no parlatório do Presídio Central.

. A Brigada Militar anunciou que abriu inquérito para apurar a violência, mas não revelou se afastou o brigadiano e nem se irá puni-lo. O Piratini calou diante das informações e mesmo diante da confirmação pública feita por Niederesberg, um dos principais dirigentes do PCdoB no RS.

. O PCdoB, apesar das juras públicas de amor a Tarso Genro e seu governo, está convencido de que a PF recebeu inspiração do Piratini para atacar o Partido, incomodado com a aliança dos comunistas ao PSB e à candidata Ana Amélia Lemos. 

22 comentários:

Anônimo disse...

Só mesmo os petistas para colocar os comuna no lugar deles... Nem a manu, nem a ministra, aquela do RS que ninguém lembra o nome, vão dar um pio sequer sobre o assunto...

Mordaz disse...

Considerando que o PCdoB produziu um documento de apoio a ditadura da Coreia do Norte há poucos dias, ele não dever ser contra ao método, só que a vítima não deveria ser ele, um membro do partido, mas o povo. Oprimir o povo para obedecer sem vacilo e resistência. Afinal, para eles, direitos humanos não são para todos.

Anônimo disse...

Oh tempo bom este, não existia corruptos de esquerda como agora.

Anônimo disse...

HERÓI DO POVO !!!

O Brigadiano, obviamente...

Anônimo disse...

e continuam lambendo as botas do tarso

Anônimo disse...

não estou defendendo tortura a ninguém, mas é algo que se tem que apuarar a verdade. o momento agora é propício pra pessoas corruptas se declarar torturado. vide CNV.

Anônimo disse...

Este heroi Brigadiano deve ter algum parente na Coreia do Norte; e este ex-secretario não deve reclamar de nada, afinal ele aprova os metodos politicos praticados na Coreia. Pimenta nos olhos do outro é colirio.

Anônimo disse...

Se o Brigadiano fez isso, obviamente tem vinculo como o PSDB, PPS ou PMDB. Se assim não fosse, ele (brigadiano) teria feito o mesmo no ex-secretário do meio ambiente e ex-candidato a governador, na chapa de Yeda do PSDB ou do ex-secretário da casa civil e atual (exonerado) secretário do meio ambiente do Governo do PSDB de Yeda, Luis Fernado Zachia.


Anônimo disse...

E a do Rosário, nada a declarar ?

Anônimo disse...

Políbio,

Este senhor(o brigadiano, é obvio) teve a reação que esta, por enquanto, amordaçada na sociedade.

Se o STF não botar os PT´s na cadeia e bem rapidinho, vai rolar sangue no Brasil.

Ninguém mais aguenta a ESQUERDA ROUBANDO O POVO!!!

Parabéns ao brigadiano. Tornou o dominga bem mais prazeiros para os pagadores de impostos!!!!

JulioK

Anônimo disse...

Se acham que no tempo dos milico a tortura era grande, então quero ver o que vão achar quando essa petralhada toda tiver tudo dominado e implantar aqui um arremedo de comunismo, hoje dito bolivariano.
Só não sabe a diferença entre regimes torturadores quem não quer, pois está tudo publicado aí. O comunismo foi o tipo de ditadura que mais matou gente no mundo. Daí eu pergunto: Se fazer apologia ao nazismo é crime, por quê fazer apologia ao comunismo não é crime também, já que o comunismo é tão nocivo ou pior do que o nazismo?
E os petralhas são todos comunistas, pois basta ver quem são seu heróis: Fidel, Stalin, Mao, Guevara, e outros assasssinos.

Anônimo disse...

É isso aí, anônimo das 20,22. Essa quadrilha do mensalão, enche a boca falando em democracia, mas são todos comunistas, pois os líderes delles, como vc disse são stalin, fidel, mao e pol pot, puro assassinos e do próprio povo.

Anônimo disse...

O Ex do Anonimo das 19:29 não se contem perante os bagos de outrem.


Anônimo disse...

Políbio.
O assunto não tem nada a ver. Mas o saque que o TRASSO fez, dos 4 bi de depósitos judiciais, não teria por motivo ASSUSTAR os possíveis pré candidatos ao governo do Estado? Afinal o Secretário não explicou nada na Assembleia e ainda disse que os PRÓXIMOS GOVERNADORES vão se dar mal.......

Anônimo disse...

O desejo de comentar é incontido. Difícil é encontrar por onde, pois é quase incrível que um homem adulto e instruído dedique sua vida à tão estúpida e comprovadamente assassina ideologia por idealismo. Se reunir o que resta de razão e compaixão em sua alma o novel defenestrado, talvez o episódio possa vir a ser-lhe um salva-vidas: quem matou mais comunistas foram os próprios "camaradas de partido", no meio dos quais busca ele consolo. Um desses camaradas do passado chegou a dizer que preferia estar errado dentro do partido do que certo fora dele. Bom seria, também que lesse Lênin, em "O que fazer?". Nele o caridoso líder dá instruções sobre o que fazer quando um companheiro vacila. Se o “camarada” não leu suas obras ainda, não sabe no que se meteu e sairá correndo do amável partido assim que obtiver consciência. Se já o fez e continuou dentro, é cúmplice e merece aquilo por que passou. Afinal, não disse Bertolt Brecht, ao responder a terceiros que reclamavam da injustiça de uma determinada condenação política à morte num dos Processos de Moscou:"...tanto melhor se for inocente...".
Pede pra sair, n* 2!

Surfista Prateado disse...

Provavelmente a raiva é maior porque o brigadiano também é comunista, mas dos ingênuos que acreditam na porcaria, e quando um destes pega outro que a usa para enriquecer, dá nisso. Vide Cuba, Coréia do Norte...

FAÇANHA"Integralista" disse...

Santo exagero!!!
O brigadiano não esmagou nada, apenas sopesou os testículos do secretario de maneira firme para não ser confundido com um gay; humilhou sim, torturou nada.
Com esses híbridos de militar e polícia, é o que podemos esperar.
A propósito, interior de penitenciária é lugar de PM?

Anônimo disse...

Todos elementos festejando a "burrada do PM, mas ninguém vai visitar e felicita-lo na cadeia (administrativo) que ele vai levrar por ter se precipitado o trouxa.

Tão trouxa que prejudicou seu chefe imediato que foi afastado da Chefia do Presidio, além de "manchar" o bom nome da corporação. Porque a impressão que passa que se fazem essi com presos de colarinho branco, o que não fazem com preso comum?

Anônimo disse...

Brigadiano esse malandro a pilha. Perdeu a boquinha (FG) que todos brigadianos que trabalham em presidio ganham e ainda arrumou uma cadeia para ele (abuso de autoridade). Que já fique por lá, no próprio presido central .

Anônimo disse...

Esse birgadiano provavelmente lê esse blog! risos

Igor Corrêa Pereira disse...

Curiosamente sou um dos únicos que não prefere o anonimato para comentar. E sou militante comunista, disso me orgulho.
Esse episódio sem precedente da denuncia de tortura é inadmissível.
No entanto cabe aqui uma nota sobre o suposto silêncio. Os comunistas não estão calados diante da operação Concutare. Esse silêncio é uma farsa, não existe. Pronunciaram-se publicamente para quem quisesse registrar. Lá está a declaração de Jussara Cony na Zero Hora: “a primeira coisa que a gente quer, que não tem nada a temer, é essa investigação”. E disse mais, coerente com sua trajetória: “Independente disso, há dois meses, coloquei solicitação de frente parlamentar na Câmara municipal, aprovada, sobre a reforma política centrando no financiamento público e exclusivo de campanha”.
Carlos Fernando Niedesberg foi indicado como cargo de confiança do partido e do governo pela qualidade do seu trabalho. Sua responsabilidade e a de todos os acusados deve ser apurada, mas além da garantia do prosseguimento das investigações, não cabe prejulgamento, nem tampouco torturas como essa que foi noticiada.
Não podemos descambar para a descrença nas instituções nem tampouco para tribunais de excessão. Esse é um caminho perigoso e sem volta.

Anônimo disse...

eu acho que este brigadiano alem de torturador era gay