Saiba o que há por trás desse inesperado affaire amoroso entre o delegado Protógenes e a herdeira do Crédit Suisse

- Este inesperado caso de amor (Patrícia já estaria esperando gêmeos de Protógenes) tem conexões no RS, porque a herdeira do Crédit Suisse é Luchsinger, do mesmo ramo da família que era uma das donas da empresa gaúcha Adubos Trevo. Milhões de dólares de herança do ramo gaúcho estão em jogo. Conheça mais sobre este caso de capa e espada.

O affaire amoroso entre o delegado da Polícia Federal e atual deputado do PCdoB por São Paulo, Protógenes Queiroz, o verdugo do Banco Opportunity, ele mesmo investigado e processado na Justiça Federal por tropelias investigatórias, e a herdeira do banco Credit Suisse, Roberta Luchsinger, é acompanhado bem de perto por parentes de Roberta no RS. Ela é parente de Barbara Luchsinger Wright, a primeira mulher de Roger Ian Wright, ambos mortos em acidentes aéreos (ela morreu antes e Roger voltou a casar, morrendo ele, a nova mulher e dois filhos em Trancoso, na queda do avião particular do sogro). CLIQUE AQUI para ler mais sobre o affaie amoroso.

. Os Luchsinger foram sócios dos Madorin na criação e operação da Adubos Trevo, mais tarde adquirida pelo grupo norueguês Norsk Hydro. Roger Wright foi presidente da Adubos Trevo e diretor da Fiergs, ao tempo de Luiz Carlos Mandelli. Ele e Barbara tiveram intensa vida social e deixaram amigos e parentes no RS. O casal morava numa belíssima casa da Vila Conceição, até mudar para SP, quando vendeu a casa para o empreendedor rural Edson Marques, também falecido. Edson era filho do ex-vereador e ex-CEO do Diário de Notícias, Say Marques. Deixou mulher, que morreu em seguida, e dois filhos.

. Depois que saiu de Porto Alegre, Roger Wright tocou negócio solo na área financeira e foi Diretor de investimentos do Crédit Suisse. CLIQUE AQUI para ler notícia da época.

. Na época da morte do Roger, a RBS deu esta notícia, mostrando sua vinculação com o Credit Suisse. CLIQUE AQUI.


ESPÓLIO DE ROGER WRIGHT SERIA DE US$ 300 MILHÕES


Em dezembro do ano passado, o jornalista João Dória Júnior informou em sua coluna, na revista “IstoÉ”, que os herdeiros do banqueiro Roger Wright “resolveram mostrar as caras”. Ellen Marion Mouravieff-Apostol, brasileira que vive na Suíça, e Peter Luchsinger, suíço que vive no Brasil, pediram na justiça o espólio da fortuna dos Wright que é estipulada em US$ 300 milhões. Roger Wright morreu em maio de 2009 em Trancoso, na Bahia. A bordo de um avião King Air, caiu junto com mais 10 pessoas a 150 metros da cabeceira do aeroporto do condomínio Terravista, um resort de luxo. O banqueiro era sócio fundador da Arsenal Investimentos. No site do Credit Suisse informa-se que trata-se de um banco global sediado em Zurique, que atua no mercado em negócios de Private Banking, Investment Banking e Asset Management. O Banco de Investimentos Credit Suisse (Brasil) S.A. é uma instituição na área de gestão de recursos de terceiros há mais de 20 anos. Em 1998, o Banco de Investimentos Garantia S.A. foi adquirido pelo Credit Suisse First Boston. Em 16 de janeiro de 2006, as operações globais do Credit Suisse foram unificadas sob uma mesma marca, e a razão social do CSFB passou a ser Banco de Investimentos Credit Suisse (Brasil) S.A.

CLIQUE AQUI para saber mais. As informações são preciosas e interessam ao RS.

11 comentários:

Anônimo disse...

só um ignorante (e existem vários por aqui) para achar que só de "cobrir" uma filha de rico, ele vai ser rico também. Ele será semrpe o genro pobre que entrou a pau (literalmetne) pela familia! Não vai ser respeitado e todos ficarão com um pé na frente e outro atrás. Ele terá filhos ricos mas jamais comprará o pedigree. Conheço vários inúteis e gananciosos que casa com o sogro e não com a mulher...

Mordaz disse...

O comunista e a herdeira. Dá até nome de novela, como o Feijão e o Sonho! Será que ele irá vestir Armani ou ela irá de chinelos fazer bandeiraços em portas de fábrica? Quem acompanhar os capítulos saberá...

Aquiles disse...

Que bagulho de mulher !!!!

Anônimo disse...

O anônimo ai em cima está se babando de inveja do Protógenes, hein? Que recalque. isso sim é prova de ignorancia.Vá se tratar meu filho!

Anônimo disse...

Polibio a troco de que isso interessa ao estado? Isso aqui ta parecendo site comadres, com fofoquinhas sobre quem dorme com quem e por que..... Eu hein!

Anônimo disse...

Foi por isso que Protogenes perseguiu o banqueiro Dantas.Porque Dantas era rival do banqueiro, pai de sua namorada...Agora, entendi tudo. Ele quis prejudicar o Opportunity e favorecer o Credite Suisse da familia da noiva...

Anônimo disse...

Primeiro Protógenes perseguiu o banqueiro, depois perseguiu a banqueira, agora vai forrar o poncho, cada vez que ele disser "meu amor você é linda!", vai ganhar dela uma ferrari, pois com todo o respeito, ela é um bagulho, nem com fronha. Só um esquerdo-bananeiro tentando ascensão "sociar" para cometer este desatino!

Anônimo disse...

O comentário é tardil, mas o registro é válido. A moça deve ser chamada de bagulho mesmo, porque existe mulher nasce feia, mas se tem dinheiro, conserta a coisa. Vejam o exemplo de Carla Péres, a coisa mais está para um bicho da goiaba, fez não sei quantas plásticas, lipo isto, implante daquilo e... Posou até para a Playboy

Anônimo disse...

Conclusão ela não é herdeira de nada, nem banqueira. Ela é de Miraí,cidadezinha de MG, seu pai ainda trabalha lá e dirige um Gol antigão, tem uma filha com um dono de motel da cidade e nunca passou nem perto do banco CreditSuisse. Ou seja, o delegado caiu de bobo, como ele é. Agora é chorar na cama que é lugar quente.

Anônimo disse...

Isso é verdade?

Anônimo disse...

Kkkkkkk